Análise do inimigo: Os Sith

sábado, julho 20, 2013

Darth Maul
O Lado Sombrio da Força tirou o sono de uma legião de Jedis ao longo das décadas, desde o lançamento de uma das maiores franquias de ficção científica da história. Equiparados ao mal puro e palpável, os Sith conseguem utilizar a Força de maneiras hediondas e podem se manifestar sem levantar suspeitas, sendo aquela pessoa que você menos espera.



Leia também:



Apesar de em Star Wars IV Uma Nova Esperança Darth Vader ser chamado de Lorde Sombrio dos Sith, é só em A Ameaça Fantasma que ficamos sabendo quem ou o que são os Sith. Isso nos cinemas, pois no Universo Expandido da Saga, o nome apareceu com mais frequência.


Luke, eu sou seu pai

Os Sith são herdeiros de uma antiga ordem de praticantes devotados do lado sombrio da Força, determinados a destruir a ordem Jedi e a conquistar a galáxia (modestos, né?). Originou-se quando um pária, banido pelo Conselho Jedi por suas práticas com este perigoso poder, se aprofundou nela e jurou vingança pela expulsão e banimento. Os Sith são contra os ensinamentos Jedi de meditação, passividade e temperança, acreditando que o lado negro não deve ser desperdiçado e que é nele que resulta o verdadeiro poder. É apenas com ela que o potencial inato de seus lordes é liberado e portanto isso constituía uma séria ameaça ao equilíbrio da Força.

A Força permite que que seus usuários possam amplificar uma série de características físicas como reflexo, força, velocidade, podendo ser melhorada através de treino. Ela não é exclusividade da raça humana e não é inteiramente benigna. Ela se manifesta de maneira quase uniforme entre alienígenas humanoides que possuem o dom e pode ser maior em alguns do que em outros. Obi Wan Kenobi assim define para Luke Skywalker:

(...) um campo de energia criado por todas coisas vivas. Nos cerca, nos preenche e mantém a galáxia unida.

Mestre Obi Wan Kenobi

Dispensa apresentação.

Acessar a Força é algo auxiliado pelos midiclorians, organismos microscópicos que vivem no interior das células. Ela constitui um poder que pode ser usado tanto para o bem, quanto para o mal. Mas enquanto algumas espécies são suscetíveis à sua influência e podem senti-la, outros como os Hutts não o são, bem como os Toydarianos e tampouco podem ser influenciados mentalmente.

Percebendo o poder irrestrito do lado sombrio, o Conselho Jedi tomou medidas contra seus praticantes. Acreditam que eles não seriam capazes de impedir sua auto-destruição uma vez que tivessem tanto poder nas mãos. De certa forma, isso de fato aconteceu, pois os Sith estavam famintos pela supremacia e pouco a pouco foram suplantados pelos Jedi. E o conselho acreditou que esta ordem estivesse enfim extinta.

Mas não era isso que Darth Bane tinha em mente. Reorganizando o secto e o culto ao lado sombrio, ele determinou que sempre existiriam apenas dois Sith, um mestre e seu aprendiz, e mais nada. Uma vez que o aprendiz se tornasse um novo Lorde dos Sith, ele tomaria um novo aprendiz. Dessa forma, eles podiam continuar com suas experimentações no Lado Sombrio sem despertar a suspeita dos Jedi.

Darth Maul. 

Vivendo de boa por séculos, sem nem suspeitar que pudesse ainda existir a ordem Sith, os cavaleiros Jedi não perceberam a movimentação na Força até que surge Darth Maul para bagunçar o coreto em A Ameaça Fantasma, que narra os eventos que levaram à queda da Ordem Jedi e da República. Eles ficam genuinamente surpresos, pois era sabido por todos que os Sith estavam extintos. Ou era o que se pensava.

A surpresa era genuína, pois não houve indicações de seu retorno e tampouco a ordem percebeu o perigo que eles representavam até ser tarde demais. Temos que, no entanto, dar um crédito ao Conselho Jedi que inicialmente vetou o treinamento de Anakin Skywalker, alegando que ele era mais velho que os outros padawans (Mestre Yoda tinha sacado havia mais tempo). Além disso, a capacidade de manipulação da parte de um Lorde Sith o torna extremamente perigoso, uma vez que ele pode transformar amigos em inimigos e pode derrubar uma República milenar.


Pontuação

Os Sith são tão ou mais fortes, rápidos e astutos que os Jedi, mas sua principal característica - e é aquela que escapa dos Jedi e portanto os cega para certas atitudes - é a ambição. Isso os transforma em inimigos não só bem treinados e obstinados, mas também em seres muito perigosos. Eles podem levar suas conspirações por anos nas costas de todo mundo e ainda agradecem aos Sith disfarçados por seus esforços. Essa característica, aliada ao caráter sobrenatural da Força e de seu lado sombrio, tornam os Sith uma das maiores ameaças já vistas na galáxia. E portanto, cinco Sith sanguinolentos são dados a eles.


O que acha dos Sith? Deixe seu comentário.

Até mais!

Sybylla

Fã do futuro e da ficção científica. Geógrafa, professora, blogueira, escritora de FC. Capitã da Frota Estelar. Esperando para voltar para o meu planeta. Leia mais.





Leia esses também...

0 comentários

Viajantes

Curta no Facebook

❤️


"A ficção científica é um substituto para todos os lugares que eu nunca vou alcançar nessa vida."

James W. Harris