Resenha: Turma da Mônica - Lições, de Vitor e Lu Cafaggi

quarta-feira, novembro 23, 2016

Se você gostou de Turma da Mônica - Laços, certamente vai amar Lições. E não é difícil se identificar com os personagens com os quais tanta gente cresceu. Aqui também é uma jornada de crescimento e amadurecimento.



A graphic novel
Uma coisa que, certamente, aconteceu com você, acontece com nossa turminha amada: esquecer de fazer a lição de casa. E com medo do que pode acontecer, a trupe resolve fugir da escola para também fugir da responsabilidade. Mas o plano infalível dá errado e cada um deles será punido pela travessura.

Capa de Turma da Mônica Lições

Assim, Mônica é transferida de escola, Magali vai parar em uma escola de etiqueta, Cebolinha é obrigado a ir na fonoaudióloga e Cascão, pasme, vai parar numa escola de natação. Os pais são rigorosos com os castigos para que os filhos aprendam a fazer o que é certo e que ações impensadas sempre trazem consequência. Os pais ficam muito tristes com isso, lógico. Eles veem a tristeza deles ao não mais encontrar os coleguinhas e brincar com eles e sabemos bem como os pais podem ser falhos, mesmo tentando agir corretamente.

Cada personagem tem seu arco próprio nesse momento em que passam e é muito bonitinho ver os esforços que fazem para se encontrar, nem que seja um pouquinho. Mônica, por exemplo, sempre tão enérgica, falante, girando seu coelhinho sobre a cabeça de todo mundo logo se retrai e se cala na nova escola, sentindo a falta dos coleguinhas.

Temos referências à indústria pop dentro das páginas, que são recheadas pelo traço fofo dos irmãos. A turma que quer espancar o Cebolinha na escola é a turma de Biff Tannen, em De Volta Para o Futuro. O carro num terreno baldio que serviu de casinha para o Bidu, em Bidu - Caminhos, também aparece, além de uma homenagem a um clássico nacional, a versão shakespeariana de Mônica e Cebolinha no Mundo de Romeu e Julieta, peça teatral lançada no Brasil em 1978 e que rendeu disco, animação e HQ.


A edição em si é muito bonita, com capa dura. A arte da capa é até melancólica, pois os personagens precisam pensar no que fizeram e nas consequências de seus atos. E o próprio desfecho foi bastante maduro para todos.

Ficção e realidade
Acredito que seja impossível não se identificar com as ações da turminha. Toda criança já esqueceu da lição de casa e tentou se safar do problema. Toda criança criou planos mirabolantes e criou cenários grandiosos em suas brincadeiras. Toda criança sofreu algum tipo de bullying na escola, alguns mais do que outros, ou até mesmo praticou com outros colegas.


Tudo isso nos toca profundamente porque são bem familiares. Eu me vi em várias situações, tanto em Laços quanto em Lições, porque essas crianças são inspiradas na gente e nos filhos, sobrinhos, afilhados de toda uma geração que cresceu com a Turma da Mônica. É muito gratificante ver obras tão bem feitas, homenageando a turminha, passando mensagens tão bonitas.


Pontos positivos
Crescer e amadurecer
Arte
Cores
Pontos negativos
Acaba logo!


Título: Turma da Mônica - Lições
Autor: Vitor e Lu Cafaggi
Editora: Panini
Ano: 2015
Páginas: 82
Onde comprar: Amazon


Avaliação do MS?
Amo todas essas graphic novels da Turma da Mônica. Não há possibilidade de ficar sem elas na estante, pois eu cresci com essa turminha, ri muito e me diverti, suei e fiquei triste lendo cada revistinha deles na infância e na adolescência. O Almanacão de Férias era obrigatório em cada período de férias escolares. Super recomendo!


Até mais!


Já que você chegou aqui...

Sybylla

Fã do futuro e da ficção científica. Geógrafa, professora, blogueira, escritora de FC. Capitã da Frota Estelar. Esperando para voltar para o meu planeta. Leia mais.





Leia esses também...

0 comentários

ANTES DE COMENTAR:

Comentários anônimos, incompreensíveis ou com ofensas serão excluídos.
O mesmo vale para comentários:
- ofensivos e com ameaças;
- preconceituosos;
- misóginos;
- homo/lesbo/bi/transfóbicos;
- com palavrões e palavras de baixo calão;
- reaças.
A área de comentários não é a casa da mãe Joana, então tenha respeito, especialmente se for discordar do coleguinha. A autora não se responsabiliza por opiniões emitidas nos comentários. Essas opiniões não refletem necessariamente as da autoria do blog.

Viajantes

Curta no Facebook

❤️


"A ficção científica é um substituto para todos os lugares que eu nunca vou alcançar nessa vida."

James W. Harris