Resenha: Astronauta - Assimetria, de Danilo Beyruth

Sou uma grande fã dos quadrinhos da Turma da Mônica. Cresci com eles, me eduquei muito com eles e é claro que as versões dadas por artistas nacionais também caíram no meu gosto. Tem vários quadrinhos resenhados aqui. Dos quadrinhos do Astronauta eu li os dois primeiros e enquanto gostei muito de Magnetar, não curti muito o Singularidade. Então eu não vim com muita expectativa para ler Assimetria, mas felizmente ela foi superada.





A graphic novel
O astronauta está de folga na Terra, aproveitando uma folga bem merecida em sua cidade natal. Eis então que ele vê uma pessoa de seu passado e decide voltar abruptamente ao trabalho de exploração espacial. Admito que esta parte achei súbita demais. Quem não conhece ou não lembra dos quadrinhos vai boiar nessa referência.

Resenha: Astronauta - Assimetria, de Danilo Beyruth


O astronauta é bom no que faz e sente que apenas no espaço ele consegue encontrar a si próprio e viver a vida que acha que deve viver. A médica da missão não engole a desculpa esfarrada dele de voltar ao trabalho tão rapidamente, mas acaba aceitando, já que ele é de fato muito bom no que faz. Ele então é despachado para uma missão a Saturno, onde há alguma coisa estranha no polo norte do planeta. Um pico de energia se repete em intervalos cada vez mais curtos e a Brasa está preocupada.

O que ele encontra em Saturno desafiará suas convicções de toda uma vida. Admito que aqui a história me fisgou de verdade e superou a decepção de Singularidade. O enredo típico de uma ficção científica nos remete às viagens por realidades paralelas e desafios científicos quando inimigos mais poderosos que nós ameaçam a existência.

Astronauta - Assimetria, de Danilo Beyruth


O traço de Danilo continua fantástico e as cores de Cris Peter completam as cenas com movimento e estrutura. O roteiro funciona de maneira independente das edições anteriores, então você não precisa saber o que aconteceu nos dois volumes passados. Gostei demais da surpresa que aguarda o Astronauta conforme ele investiga as anomalias em Saturno, uma pena que é uma passagem um tanto rápida, carecendo de um pouco mais de explicação.

Mesmo aqueles fãs de quadrinhos que não curtam a Turma da Mônica (o que eu acho uma anomalia), ficaria satisfeito com Assimetria, pois é uma aventura típica de ficção científica que já vimos em outros lugares, mas que fez sentido na jornada do Astronauta, que busca alguma coisa no espaço para completar sua própria vida. Questões fundamentais sobre solidão e aventura sempre acompanharam o personagem da Turminha e nas versões de Danilo o personagem segue a mesma linhagem.


Ficção e realidade
Gostei muito do fato de o autor usar uma feição de Saturno como parte do enredo. O hexagono no polo norte do planeta foi avistado pela primeira vez pela Voyager 2, que sobrevoou o polo norte de Saturno em 1981. Depois foi estudada com mais cuidado pela Cassini, em 2004, que registrou ventos avassaladores na estrutura de seis lados. Mas o que causa tal estrutura ainda é objeto de debate.

Danilo Beyruth

Danilo Beyruth é um quadrinista, publicitário e designer brasileiro. Começou a carreira fazendo ilustrações para publicidade e em 2006, investiu na carreira de quadrinista.


Pontos positivos
Traço
Cores
Saturno!
Pontos negativos

Faltou desenvolvimento


Título: Astronauta - Assimetria
Autor: Danilo Beyruth
Cores: Cris Peter
Editora: Panini
Ano: 2017
Páginas: 100
Onde comprar: na Amazon!


Avaliação do MS?
Danilo conseguiu trazer uma aventura de ficção científica com o Astronauta e ainda trazer surpresas para o personagem quando achamos que não vai ter nenhuma. Diferente do quadrinho anterior, onde o mocinho salva a mocinha, neste aqui as coisas se complicam para o personagem e você vai se surpreender. Quatro aliens para o quadrinho e uma forte recomendação para você ler também!



Até mais! 👨🏼‍🚀


Já que você chegou aqui...

COMPARTILHE

Seja o primeiro a comentar.

ANTES DE COMENTAR:

Comentários anônimos, com Desconhecido ou Unknown no lugar do nome, em caixa alta, incompreensíveis ou com ofensas serão excluídos.

O mesmo vale para comentários:

- ofensivos e com ameaças;
- preconceituosos;
- misóginos;
- homo/lesbo/bi/transfóbicos;
- com palavrões e palavras de baixo calão;
- reaças.

A área de comentários não é a casa da mãe Joana, então tenha respeito, especialmente se for discordar do coleguinha. A autora não se responsabiliza por opiniões emitidas nos comentários. Essas opiniões não refletem necessariamente as da autoria do blog.