Resenha: Wayne de Gotham, de Tracy Hickman

sábado, dezembro 13, 2014

Fãs de Batman não podem deixar de ler este livro. Quem sempre teve curiosidade em conhecer mais a fundo os pais de Bruce e como que bandidos tão singulares e espetaculosos surgiram vai encontrar respostas neste livro que tem narrativa amigável, bem fluída e que você lê num tapa. Temos um Batman cansado, um Bruce Wayne recluso e muitos segredos em torno de Alfred, família Wayne e o Asilo Arkham.



O livro
Bruce Wayne já não está tão jovem. O corpo cobra os anos de dedicação a Gotham, que continua vil, sombria e repleta de bandidos sanguinários como esteve desde sempre. Bruce viveu sob os holofotes da mídia da cidade, considerado um solteiro cobiçado, envolvido sempre com belas mulheres, mas se tornara um recluso nos últimos anos, com nenhuma aparição além de fotos borradas da mansão Wayne, onde aparecia velho e em uma cadeira de rodas.


Alfred está lá, sempre atento ao jovem Bruce, termo que incomoda Batman, já que não está mais tão jovem assim. Batman está com um mistério nas mãos. Pistas estranhas deixadas em locais de crime o levam para o passado, mais precisamente para os tempos de seus pais, ainda solteiros. Temos uma visão apavorante do avô, um homem bruto, rude, que não gostava da ideia do filho ser médico e que o levou para as cavernas sob a mansão para atirar em morcegos.

Essa nova visão dos pais de Bruce é um dos ponto-altos do livro, já que temos aquela visão cristalizada de um casal certinho, que se ama, exemplo de amor e dedicação. Mas umas primeiras cenas em que Martha e Thomas aparecem juntos é ele carregando Martha para dentro da casa, sendo que ela estava caída de bêbada e toda vomitada. É também por volta desta época em que o pai de Bruce começa a trabalhar com um importante cientista que tinha uma ideia para acabar com o crime que assolava a cidade. Seus experimentos altamente questionáveis surpreendem Bruce que não imaginava que seu pai pudesse chegar a tanto. Tais experimentos foram o estopim para uma série de crimes bizarros que ainda atormentavam a cidade.

Quando achamos que os segredos foram todos desvendados, temos então revelações estarrecedoras da parte de Alfred, cuja família era dedicada desde sempre aos Wayne e de como o pai de Alfred e ele próprio tiveram que cuidar do trabalho sujo diversas vezes para proteger a família e o jovem herdeiro. A desconfiança de Bruce é tamanha que ele chega a mandar Alfred embora, sentindo-se traído com as revelações feitas pelo mordomo.

Jovem Bruce

A verdade pode ser uma fera terrível, jovem Bruce.

Alfred

O ambiente sombrio, lúgubre e enevoado de Gotham é o que pauta o livro inteiro. Os fãs não ficarão decepcionados. Além disso, podemos acompanhar tanto as ações dos pais de Bruce quanto sua atuação no presente na tentativa de identificar quem está de posse de tantos segredos da família Wayne. Temos também alguns eventos bem conhecidos dos fãs sendo citados, como a mágoa de Gordon pelo que aconteceu à sua sobrinha, contato em A Piada Mortal (1988). Quem não conhece muito o universo de Batman pode se sentir meio perdido neste livro.

Ficção e realidade
Batman é para mim um dos super heróis mais completos do universo da ficção científica e dos quadrinhos. Ele não tem super poderes, não é alienígena, ele é um ser humano de carne e osso, traumatizado pela morte dos pais e obcecado em sua missão por Gotham. Chega um momento em que não sabemos mais se é Bruce que usa a máscara do Batman, ou se é Batman que usa máscara de Bruce Wayne. Um psiquiatra ficaria tão fascinado por ele como ficaria pelo Coringa ou pelo Pinguim.


Por ser um multibilionário ele pode se dar ao luxo de ter à mão os melhores equipamentos e brinquedinhos para sair à noite e sua vida de playboy farrista e mulherengo ajuda a disfarçar sua missão. O livro deixa claro que ele se incomoda com a solidão, mas que nada pode fazer para mudar isso. Tanto que a cena de briga com Alfred, sua única companhia e o mais próximo de uma família que lhe restou é uma das mais fortes do livro todo.

Pontos positivos
Batman
Segredos bizarros
Personagens bem trabalhados
Pontos negativos

Alguns capítulos arrastados

Título: Wayne de Gotham
Título original: Wayne of Gotham
Autor: Tracy Hickman
Editora: Fantasy
Páginas: 270
Onde comprar: Amazon

Avaliação do MS?
Os fãs que quiserem se aprofundar na biografia da família Wayne e viver o ambiente dos anos 50 tem aqui um prato cheio. Temos algumas origens para os criminosos mais estranhos e bizarros de Gotham e como a loucura deles extrapolou qualquer índice de maldade. Se você sempre ficou curioso para saber porque Gotham tem uma classe tão inusitada de criminosos, taí sua chance de saber. Quatro aliens para o livro e uma forte recomendação para que você também leia e depois venha aqui me contar o que achou.


Até mais!

Sybylla

Fã do futuro e da ficção científica. Geógrafa, professora, blogueira, escritora de FC. Capitã da Frota Estelar. Esperando para voltar para o meu planeta. Leia mais.





Leia esses também...

0 comentários

ANTES DE COMENTAR:

Comentários anônimos, incompreensíveis ou com ofensas serão excluídos.
O mesmo vale para comentários:
- ofensivos e com ameaças;
- preconceituosos;
- misóginos;
- homo/lesbo/bi/transfóbicos;
- com palavrões e palavras de baixo calão;
- reaças.
A área de comentários não é a casa da mãe Joana, então tenha respeito, especialmente se for discordar do coleguinha. A autora não se responsabiliza por opiniões emitidas nos comentários. Essas opiniões não refletem necessariamente as da autoria do blog.

Viajantes

Curta no Facebook

❤️


"A ficção científica é um substituto para todos os lugares que eu nunca vou alcançar nessa vida."

James W. Harris