10 coisas que você não sabia sobre Stigmata

A primeira vez que vi Stigmata (1999) ele me deixou sem dormir (sou uma patife mesmo)! Sei que não é um filme adorado por muitos, mas gosto muito dos atores principais. Frankie Paige (Patricia Arquette) é uma cabeleireira em Pittsburgh e começa a sofrer estigmas pelo corpo. O padre Andrew Kiernan (Gabriel Byrne), que investiga um caso de estigmas em um falecido padre brasileiro, é enviado para investigar e quem sabe desmascarar a jovem. Mas quando ele chega e testemunha os fenômenos, percebe que não é uma farsa.

10 coisas que você não sabia sobre Stigmata




Dirigido por Rupert Wainwright, o longa teve um orçamento de 29 milhões de dólares, arrecadando tímidos 89,5 milhões em bilheteria. Porém, ele foi o filme mais lucrativo em seu fim de semana de estreia, levando 18,3 milhões de dólares, desbancando até mesmo O Sexto Sentido (1999) que, na época, vinha arrebentando nos cinemas.


10. Patricia Arquette
A personagem Frankie não é uma mulher religiosa. Na verdade ela é ateia e diz isso ao padre que investiga seus ferimentos. Para Arquette, a personagem foi um grande desafio, pois ao contrário de Frankie, Patricia é religiosa e tem uma fé profunda e foi difícil se desvencilhar disso nas gravações. O diretor disse que não pensou em nenhuma outra atriz para o papel de Frankie.


9. Gabriel Byrne
O ator irlandês praticamente não precisou se preparar para interpretar o papel de padre Kiernan. Byrne passou cinco anos no seminário dos Missionários do Verbo Divino, na Inglaterra. O ator disse que foram cinco anos miseráveis, onde ele inclusive chegou a sofrer abuso sexual. Byrne é arqueólogo formado pelo University College de Dublin, além de ter sido professor de espanhol e história.


8. Belo Quinto
Este é o nome da pequena cidade "brasileira" onde o padre que dá início aos estigmas viveu e morreu. Mas como todo bom filme de Hollywood que não faz pesquisa, o Brasil aparece muito mal representado em tela. A começar pelo nome da cidade, que não faz sentido. O nome do padre, Paulo "Alameida", que também não é um sobrenome típico. E claro, como é de praxe, os figurantes aparecem falando espanhol.


7. Evangelho de Tomé
Em uma cena em que Frankie está possuída pelo espírito do padre Alameida, ela diz: "Parta um pedaço de madeira... e eu estarei lá, levante uma pedra... e você me encontrará." Essa frase está presente no Evangelho de Tomé, um dos evangelhos apócrifos encontrados em Nag Hamadi, em 1945, que supostamente contém 114 falas atribuídas a Jesus. Este evangelho é diferente em tom e estrutura de outros apócrifos do Novo Testamento e dos quatro Evangelhos canônicos. Ao invés de ser uma versão de sua vida, o evangelho contém seus ensinamentos, muitas vezes inseridos em diálogos ou parábolas. Ao contrário do que o filme mostra, ele foi escrito em cóptico e não em aramaico.


6. Frankie
Frankie, diminutivo de Frances, ganhou esse nome no roteiro em homenagem a São Francisco de Assis, ou Francis, em inglês. São Francisco foi o primeiro santo católico a receber os estigmas. Na cena final, de Frankie e padre Kiernan no jardim, é possível ver uma estátua do santo ao fundo.


5. Anti-religião
Rupert Wainwright, o diretor, enfrentou grandes críticas de que o filme pregava anti-religião, até mesmo ateísmo. O diretor rebateu dizendo que, na verdade, o filme é sobre encontrar a fé em si mesmo. Para ele, assim como diz o trecho do Evangelho de Tomé dito por Frankie, é responsabilidade de cada um encontrar a verdade dentro de si e não exatamente em sacerdotes e igrejas.


4. Suporte técnico
O parapsicólogo Christopher Chacon foi o Assessor Técnico do Diretor Rupert Wainwright nas filmagens de Stigmata. Chacon também foi utilizado pelo estúdio em sua campanha publicitária para falar sobre os fenômenos retratados no filme e como ele se compara a casos reais que ele investigou em todo o mundo.


3. Críticas da igreja
A Igreja Católica não gostou de ser vista como vilã (principalmente na figura do Cardeal Daniel Houseman (Jonathan Pryce) e a Itália chegou a censurar o filme nos cinemas do país. A igreja ficou preocupada que o longa mostrasse as pessoas se afastando da religião ao invés de se aproximar dela. Mas o diretor não vê o filme dessa forma. Na verdade, o longa, de acordo com ele, não nega a igreja enquanto instituição, nem mesmo nega a crença em um Deus, mas sim questiona a instituição e a insta a ser mais transparente e a ajudar pessoas, sejam fiéis ou não, em extrema agonia, como no caso de Frankie.


2. Final alternativo
O diretor gravou dois finais para o longa. Aquele que conhecemos mostra Frankie se afastando do padre Kiernan com um pássaro na mão, enquanto o padre fica sentado em um banco. Na versão mais sombria, padre Kiernan carrega o corpo inerte de Frankie até um banco depois que ela sofre o quinto estigma. Ele então a vê se afastar com um pássaro na mão, mas ao olhar para baixo, ele vê o corpo sem vida de Frankie em seu colo. Ele teria visto sua alma se afastando depois que o último estigma a mata. Tanto o estúdio quanto o diretor acharam que o final deveria ser "feliz", ou tão feliz quanto possível dentro daquele contexto, e optaram pela primeira versão.


1. Estigmas
Os estigmas de Cristo são marcas manifestadas fisicamente mas que são, em geral, reputadas como tendo origem espiritual, e que alguns acreditam reproduzirem as cinco chagas de Jesus Cristo, os ferimentos infligidos a Jesus antes e durante sua crucificação. Os estigmas podem ter formas variadas, como úlceras, chagas, ferimentos, queimaduras, bolhas e lacerações, dentre outros, e normalmente são verificados em um dos cinco pontos do corpo pelos quais Jesus teria sido pregados à cruz: pés, punhos e tórax, mais os ferimentos causados pela coroa de espinhos e pela lança que um soldado romano usou para verificar se ele estava morto.

Para muitos especialistas, os estigmas são causados por pacientes com problemas tanto mentais quanto físicos, que vão desde esquizofrenia e a anorexia nervosa, sem falar nos casos de fraude. Além de São Francisco de Assis, Santa Rita de Cássia também teria recebido os estigmas.

Tem na Amazon, bora ver de novo?

Stigmata


HOW IS YOUR FAITH THESE DAYS, FATHER?!


Já que você chegou aqui...

COMPARTILHE

Seja o primeiro a comentar.

ANTES DE COMENTAR:

Comentários anônimos, com Desconhecido ou Unknown no lugar do nome, em caixa alta, incompreensíveis ou com ofensas serão excluídos.

O mesmo vale para comentários:

- ofensivos e com ameaças;
- preconceituosos;
- misóginos;
- homo/lesbo/bi/transfóbicos;
- com palavrões e palavras de baixo calão;
- reaças.

A área de comentários não é a casa da mãe Joana, então tenha respeito, especialmente se for discordar do coleguinha. A autora não se responsabiliza por opiniões emitidas nos comentários. Essas opiniões não refletem necessariamente as da autoria do blog.