Resenha: Grimório Oculto, de John Michael Greer

Quando se fala em ocultismo muitas pessoas já o associam ao demônio ou a qualquer tipo de evento satânico. Mas não é bem isso o que o termo "ocultismo" e suas origens querem dizer. De maneira a elucidar essas e outras questões e a traçar uma origem de vários temas bastante atuais que John Michael Greer, autor referência na área, trouxe este livro!





Parceria Momentum Saga e
editora DarkSide



O livro
Mesmo que o seu interesse não seja o ocultismo e sim a história, este livro vai ser um prato cheio. Organizado de maneira cronológica, o autor traça a origem de uma série de eventos, ordens e instrumentos que usamos ainda hoje ou que ainda estão presentes em nossa sociedade. Antes de tudo, ele explica que o que a sociedade ocidental, em geral, classifica como "ocultismo" é uma coisa recorrente em outros países. Na Ásia e na África são comuns os amuletos e práticas místicas do dia a dia que qualquer um no Ocidente chamaria de ocultismo.

Resenha: Grimório Oculto, de John Michael Greer


E por que no Ocidente se tem essa visão? A história é complicada. Desde as leis antibruxas do Império Romano, até a ascensão do cristianismo, um pânico moral e social surgiu no que se referia a práticas tidas ocultistas. O que antes era uma prática comum do dia a dia, um conhecimento passado de geração em geração, tornou-se uma tradição proibida - e caçada. O terror foi disseminado de maneira a impedir o conhecimento oculto de ser disseminado, com perseguições, torturas e fogueiras.

Mas mesmo assim o conhecimento oculto persistiu. Cada vez que alguém bate na madeira para evitar o azar está praticando um ato de ocultismo. O peso da palavra é o que pode acabar afastando as pessoas, como se ele fosse relacionado a algo maligno. Mas como o próprio autor explica, ocultismo vem de "oculto", que quer dizer encoberto, escondido.

Durante a Renascença, quando autores queriam se referir à magia e à divinação, à espiritualidade e a práticas ancestrais, se referiam à ela como filosofia oculta. O termo acabou se sedimentando depois que Cornelius Agrippa intitulou seu tratado de magia como Três Livros de Filosofia Oculta. O termo volta com força a partir do século XIX e o interesse europeu nessas práticas milenares quando escritores franceses começaram a usar a palavra "occultisme" para se referir aos mesmos temas.

Pode ser útil pensar no ocultismo como um conhecimento repudiado pelo mundo ocidental. Cada sociedade tem um conjunto de saberes condenado pelas autoridades intelectuais da época, mas que continua a ser estudado e ensinado fora dos canais normais de educação e da opinião pública.

Página 15

São vários conhecimentos rejeitados no Ocidente, entre eles estão a magia, a adivinhação, a alquimia, a filosofia oculta e os processos de iniciação. Mesmo que a internet tenha levado o conhecimento para muitas pessoas e esteja ao alcance do clique, a filosofia oculta e seus temas ainda são rebatidos como superstições e coisas do diabo. Mas não é bem assim e o autor nos mostra que há muitas coisas cujas origens são bastante comuns e eram práticas comuns em tempos passados.

Começando pela autora do ocultismo, no século VI AEC (antes da era comum), com a Irmandade Pitagórica, o autor traz textos curtos, de uma página apenas, onde faz um apanhado geral dos temas, indicando ligações em outras páginas, com outras temáticas. Ele mostra como que a proibição dos cultos ao deus Dionísio está ligada à perseguição aos cristão e lançou as bases para a Inquisição séculos depois.

Lindamente ilustrado e com um trabalho gráfico impecável, a edição discorre por cem acontecimentos importantes na história do ocultismo. Revela um caminho tortuoso, com mortes, perseguições, fraudes, coincidências e como certos temas como a astrologia ainda persistem no mundo contemporâneo. Pense no livro como uma enciclopédia do ocultismo, onde é possível traçar de maneira geral a linha que vem desde a Antiguidade aos dias de hoje. Dá para aprender bastante coisa aqui, pois ele também é bem escrito e bem pesquisado, com várias fontes de pesquisa no final, além de um índice remissivo.

A edição da DarkSide está lindíssima, em capa dura e papel amarelo, com seu já costumeiro fitilho marca-página. A edição está muito bem traduzida por Cláudia Guimarães e não encontrei problemas de revisão ou de diagramação.


Obra e realidade
A leitura foi muito proveitosa e instigante. Não achei que fosse me divertir tanto na leitura. Uma coisa que me chamou a atenção sobre o livro é que Greer não desrespeita nenhuma religião. Quem tiver medo de ler achando que sua fé será ironizada pelo autor, pode ficar tranquila, pois ele não faz isso. Seu foco é nas tradições ocultas, em como surgiram, como influenciaram outras tradições e chegaram aos dias de hoje, volta e meia mencionando as religiões das quais fazem parte, como a cabala.

Acredito que o principal ensinamento do livro é que o mistério faz parte da nossa realidade. Estamos cercadas de mistérios todos os dias, de perguntas sem respostas, de eventos que não podemos explicar. A maneira como lidamos com isso pode ser tentando compreender as coisas ou ignorando que elas existam. Para quem quiser compreender melhor esses eventos, o livro de Greer é um bom ponto de partida.

John Michael Greer


John Michael Greer é um escritor e druida norte-americano que escreve sobre ecologia, política, tecnologia apropriada, esgotamento de petróleo e ocultismo, autor de mais de 30 livros.


Pontos positivos
Muitos fatos e dados
Bem escrito
Fotos e ilustrações
Pontos negativos

Bastante introdutório


Título: Grimório Oculto
Título original em inglês: The Occult Book
Autor: John Michael Greer
Tradutora: Cláudia Guimarães
Editora: DarkSide (selo Macabra TV)
Páginas: 256
Ano de lançamento: 2021
Onde comprar: na Amazon ou na loja da DarkSide com um brinde exclusivo!


Avaliação do MS?
Não pensei que fosse gostar tanto deste livro. De leitura rápida e muito gostosa, foi uma leitura bem proveitosa, cheia de curiosidades. Descobri muitas coisas que nem sequer me passavam pela cabeça. Não importa se você é uma pessoa curiosa, que apenas gosta de saber das coisas ou se é um interessado em ocultismo, o livro vai agradar da mesma maneira. Quatro aliens para o livro e uma forte recomendação para você ler também!




Até mais!


Já que você chegou aqui...

COMPARTILHE

Seja o primeiro a comentar.

ANTES DE COMENTAR:

Comentários anônimos, com Desconhecido ou Unknown no lugar do nome, em caixa alta, incompreensíveis ou com ofensas serão excluídos.

O mesmo vale para comentários:

- ofensivos e com ameaças;
- preconceituosos;
- misóginos;
- homo/lesbo/bi/transfóbicos;
- com palavrões e palavras de baixo calão;
- reaças.

A área de comentários não é a casa da mãe Joana, então tenha respeito, especialmente se for discordar do coleguinha. A autora não se responsabiliza por opiniões emitidas nos comentários. Essas opiniões não refletem necessariamente as da autoria do blog.