Resenha: Gênesis, de Guido Tonelli

Astronomia e astrofísica são alguns dos meus assuntos favoritos! Talvez em uma linha do tempo alternativa eu tenha virado uma astrônoma, quem sabe? O livro de Guido Tonelli é uma viagem pelo universo, desde sua criação até as teorias mais modernas, passando pelo o que nos torna humanos e como chegamos até aqui. Ele passa por sete momentos-chave na criação do universo.





Parceria Momentum Saga e
Editora Zahar



O livro
Guido fez parte da equipe que descobriu o Bóson de Higgs, o que explica o conteúdo deste livro. Ele fala sobre o começo do universo, separando-o em sete momentos distintos que forma vitais para o começo de tudo. Ele sinonimiza esses momentos com o Gênesis, daí o nome do livro, mas quer que você compreenda que o evento foi apenas um, com durações de milésimos de segundos, que gerou o universo e tudo o mais que há nele, inclusive a gente.

Resenha: Gênesis, de Guido Tonelli


O Bóson de Higgs é uma partícula elementar prevista pelo Modelo Padrão de partículas, teoricamente surgida logo após ao Big Bang. Fora do círculo acadêmico, ela é conhecida como a "partícula de Deus" e isso também explica o título. Ele é a chave para compreender o surgimento da massa de outras partículas elementares. Previsto inicialmente em 1964 pelo físico britânico Peter Higgs, foi só em 2008, com o Grande Colisor de Hádrons (LHC), que sua busca pode começar.

O sentimento de assombro perante um céu estrelado é, ainda hoje, uma emoção intensa na qual se ouvem os ecos do antigo espanto que marcou os milhares de gerações que nos precederam.

Página 224

Guido nos conta como que foram aqueles momentos infinitesimais que levaram ao universo que habitamos. É interessante como ele esmiúça esses momentos elementares sem ser chato ou jogando fórmulas e números nas páginas. Existem sim alguns termos mais específicos, mas no geral eles foram explicados, ainda que eu tenha sentido falta de um índice remissivo no final. Guido avisa no começo que a linguagem acadêmica complicada acaba por afastar as pessoas do maravilhoso mundo da ciência e que é preciso encurtar essa distância com uma narrativa que se faça entender. Acho que esse livro acabou conseguindo isso.

Ainda que o título do livro se assemelhe com o Gênesis bíblico, o tom aqui é do sentido original da palavra, de criação, origem, nascimento. É um livro racional, baseado no que a ciência tem de mais atual no momento. Ele se vale muitas vezes da filosofia da Antiga Grécia, de artes e do alvorecer da ciência para trabalhar o assunto e de como eles são relevantes em nossas vidas.

Outro aspecto legal da escrita de Guido é ele usar vários elementos das artes e das ciências humanas em sua discussão sobre partículas e astrofísica, seja na forma de alegoria de maneira a ilustrar alguma passagem ou de forma a contextualizar nosso conhecimento e compreensão desses conceitos altamente técnicos; para mostrar sua relevância para nossas vidas. Isso muito importante pontuar, de mostrar que nossas vidas cotidianas não estão afastadas da ciência.

O livro é dividido em sete capítulos, ou "sete dias", se descontarmos a introdução e a conclusão. Há ainda um capítulo preliminar onde ele explica o vazio antes do começo, aquele antes do Big Bang, antes do tempo surgir. Queria ter este livro quando eu ensinava a origem e evolução do universo aos meus alunos do ensino médio!A escrita de Guido é envolvente, não é complicada nem maçante e você não deixa de virar as páginas. Às vezes o texto desacelera pela necessidade de explicar alguma coisa mais a fundo e aqui acho que também caberia um glossário no final, como apoio.

É um livro pequeno, com menos de 300 páginas e que pode facilmente ser usado no ensino médio ou no começo de um curso universitário. Ele vem em capa comum e papel pólen, com tradução de Federico Carotti e revisão técnica de Alexandre Cherman.

(...) a arte, a ciência e a filosofia continuam a ser disciplinas fundamentais, que dão consistência ao fato de sermos humanos. Essa visão única do mundo, que nasce do nosso passado mais remoto, é ainda hoje o instrumento mais adequado para enfrentar os desafios do futuro.

Página 231


Obra e realidade
Uma das coisas que mais gostei do livro foi a discussão final, sobre o que nos torna humanos e a importância da imaginação. Essa não é uma coisa que as pessoas, em geral, associem à ciência, mas é vital para a ciência acontecer. Tal como defende Guido, arte, ciência e filosofia são fundamentais. Guido diz que a imaginação é a arma mais poderosa que a humanidade foi capaz de desenvolver e concordo plenamente. O que é o "e se?" da ficção, da ciência, se não a própria imaginação a todo vapor?

Explicar a origem das coisas traz ordem ao caos. Foi assim com os mitos de criação, eles surgiram como uma forma dos povos antigos de compreender o mundo em que viviam. A origem nos conforta, ela diz que há um propósito nas vida e na natureza que nos cerca.

E assim a narrativa, a explicação, seja ela mítica ou religiosa, filosófica ou científica, ao expor a espanto, nos conforta e tranquiliza; instaura ordem na sequência incontrolável dos eventos e, com isso, nos protege da angústia e do pavor.

Página 225

Guido Tonelli


Guido Tonelli é um físico de partículas italiano e um dos descobridores do Bóson de Higgs. É professor da Universidade de Pisa e pesquisador convidado do CERN, na Suíça.


Pontos positivos
Bem escrito
Não é chato
Não tem cálculos nem fórmulas
Pontos negativos
Não há índice remissivo
Não há glossário

Título: Gênesis
Título original em italiano: Genesi
Autor: Guido Tonelli
Tradutor: Federico Carotti
Editora: Zahar
Páginas: 240
Ano de lançamento: 2021
Onde comprar: na Amazon!


Avaliação do MS?
Este é um livro para curiosos ou para quem quer começar a estudar astrofísica e astronomia. Com uma narrativa gostosa, que não pesa a mão nos termos complicados e que se vale de múltiplas fontes para explicar o nascimento do universo, Guido criou um livro rico em conteúdo e que vai agradar aqueles que queiram saciar a sede por conhecimento. Quatro aliens para Gênesis e uma forte indicação para você ler também!


MUITO BOM!


Até mais! ⚛


Já que você chegou aqui...

COMPARTILHE

Seja o primeiro a comentar.

ANTES DE COMENTAR:

Comentários anônimos, com Desconhecido ou Unknown no lugar do nome, em caixa alta, incompreensíveis ou com ofensas serão excluídos.

O mesmo vale para comentários:

- ofensivos e com ameaças;
- preconceituosos;
- misóginos;
- homo/lesbo/bi/transfóbicos;
- com palavrões e palavras de baixo calão;
- reaças.

A área de comentários não é a casa da mãe Joana, então tenha respeito, especialmente se for discordar do coleguinha. A autora não se responsabiliza por opiniões emitidas nos comentários. Essas opiniões não refletem necessariamente as da autoria do blog.