Resenha: Meu Querido Abismo, de Raphael Gancz e Mariana Coan

Meu Querido Abismo deve ser uma das coisas mais lindinhas que li esse ano. Ainda que seja um livro do selo infantil da DarkSide, o Caveirinha, acho a proposta v√°lida para todos aqueles que trabalham com criatividade e volta e meia se perguntam se ainda vale √† pena martelar teclados, pintar ilustra√ß√Ķes e recitar poemas.




Parceria Momentum Saga e
editora DarkSide


O livro
Em formato paisagem, o livro √© inteirinho em preto e branco, simulando as condi√ß√Ķes de penumbra do oceano conforme avan√ßamos na leitura. Come√ßamos observando o mar de uma certa dist√Ęncia, mas ent√£o os autores nos convidam a mergulhar. Usando o oceano como uma forma de trabalhar a quest√£o da consci√™ncia e da mente, mergulhamos cada vez mais fundo nas ilustra√ß√Ķes e nos textos curtos e cheios de significados.

Resenha: Meu Querido Abismo, de Raphael Gancz e Mariana Coan


O pensamento começa no seco


Muito interessante o livro ser lançado pelo selo infantil, pois ele me fisgou desde o começo. Senti que estabeleci um diálogo com ele sobre a origem das ideias, da criatividade, deste imenso mar de referências que ficam no fundo de nossa mente e que, às vezes, parece inacessível, caótico, submerso. Mas as ideias estão lá. Ideias são imateriais, mas dependem da criatividade de uma pessoa para se desenvolver.

A quest√£o levantada pelos autores √© justamente sobre esse mergulho. Onde vamos parar se mergulharmos? Nos oceanos, quanto mais fundo voc√™ vai, mais a press√£o aumenta, a luz diminui, coisas estranhas come√ßam a surgir. Nossas mentes, como o fundo dos oceanos, est√° repleta de detritos, de peda√ßos e por√ß√Ķes inteiras de viv√™ncias, experi√™ncias e sensa√ß√Ķes armazenadas. A mistura disso tudo em uma mente criativa √© capaz de coisas poderosas.

Criatividade não é algo ligado apenas às artes. Sei que a maioria pensa assim, mas não é verdade. Quando os astronautas à bordo da Apollo 13 precisaram reinventar a missão a fim de sobreviver, todo o poder criativo de engenheiros e cientistas em terra começou a trabalhar em saídas para mantê-los vivos. Precisaram colocar um filtro de ar quadrado em um redondo e usaram apenas o que estava à bordo, salvando o ar dos três astronautas. Isso é o uso puro da criatividade.

Algumas pessoas n√£o entendem o poder da arte, nem para que temos aulas de educa√ß√£o art√≠stica nas escolas. Pois s√£o essas aulas que v√£o habilitar nossos c√©rebros em solu√ß√Ķes criativas para problemas complexos, que nos dar√£o a bagagem necess√°ria para enfrentar problemas e criar solu√ß√Ķes para eles. N√£o subestime a pintura a dedo do seu filho na escola, pois h√° um motivo.

De maneira l√ļdica e muito po√©tica, os autores nos levam pelas profundezas da mente\oceano com ilustra√ß√Ķes bel√≠ssimas em preto e branco de seres das profundezas. Quem ler este livro com a garotada encontrar√° v√°rios peixes estranhos e ex√≥ticos que raramente s√£o vistos na superf√≠cie. √Č um livro para degustar aos poucos com os pequenos e at√© mesmo se voc√™ j√° for uma crian√ßa grande de uns 40 anos.

Para realmente pensar...
você não pode ter medo de afundar


O livro vem em capa dura, no formato paisagem, todo em preto e branco com papel encorpado no miolo.


Obra e realidade
Uma vez minha m√£e me perguntou de onde eu tiro as ideias para os meus livros e at√© de alguns dos meus textos. E n√£o sei bem o que eu respondi, porque de fato eu n√£o sei. Eu bebo de tantas fontes diferentes, consumo tanto material diferente e leio sobre tantos assuntos que, em algum momento, essa mistureba vai acabar criando algo. A coisa mais incr√≠vel sobre a criatividade √© justamente o caldeir√£o de onde as ideias surgem. H√° tantas coisas incr√≠veis que podemos fazer, tantas solu√ß√Ķes que podemos criar que fico muito triste ao ver gente desdenhar do trabalho de artistas. Estamos cercadas pelos trabalhos incr√≠veis de milhares de pessoas e desdenhamos como se fosse algo in√ļtil.

Meu Querido Abismo, de Raphael Gancz e Mariana Coan


Raphael Gancz √© escritor, nascido no Rio de Janeiro. Publicou o livro de poesia ContraBandos, pela Edith, e a novela Selva, pel’A Oficina do Santo. Teve diversos poemas e contos publicados em antologias no Brasil e no exterior.

Mariana Coan √© ilustradora e artista visual. Entre as t√©cnicas que utiliza, est√£o o desenho, colagem e arte com papel. Colabora, desde 2006, com publica√ß√Ķes liter√°rias, anima√ß√Ķes e diversas revistas de circula√ß√£o nacional.


Pontos positivos
Traços
O tema
Bem escrito
Pontos negativos

Nenhum!

Título: Meu Querido Abismo
Texto: Raphael Gancz
Ilustradora: Mariana Coan
Editora: DarkSide (selo Caveirinha)
P√°ginas: 88
Ano de lançamento: 2020
Onde comprar: na Amazon ou na loja da DarkSide com um brinde exclusivo!


Avaliação do MS?
Que livro mais lindo! Ahh, como eu queria ter tido livros assim quando era criança. Os autores trataram do assunto com muita senbilidade, com muita doçura e o livro é uma ótima adição à biblioteca da molecadinha. Adultos também vão curtir não apenas pela arte, mas pela profundidade do tema tratado, que é super pertinente. Cinco aliens para o livro e uma forte recomendação para você ler também!



At√© mais! ūüź°


Já que você chegou aqui...

COMPARTILHE

Seja o primeiro a comentar.

ANTES DE COMENTAR:

Coment√°rios an√īnimos, com Desconhecido ou Unknown no lugar do nome, em caixa alta, incompreens√≠veis ou com ofensas ser√£o exclu√≠dos.

O mesmo vale para coment√°rios:

- ofensivos e com ameaças;
- preconceituosos;
- misóginos;
- homo/lesbo/bi/transfóbicos;
- com palavr√Ķes e palavras de baixo cal√£o;
- reaças.

A √°rea de coment√°rios n√£o √© a casa da m√£e Joana, ent√£o tenha respeito, especialmente se for discordar do coleguinha. A autora n√£o se responsabiliza por opini√Ķes emitidas nos coment√°rios. Essas opini√Ķes n√£o refletem necessariamente as da autoria do blog.