10 coisas que você não sabia sobre Twister

Dos filmes estilo catástrofe dos anos 1990, Twister é um dos meus favoritos. Uma equipe de cientistas corre atrás de tornados no meio oeste dos Estados Unidos na tentativa de entender como eles se formam e como podem ajudar a evitar desastres e perdas de vidas. Vários atores de renome e ganhadores de prêmios trabalharam neste filme.




10 coisas que você não sabia sobre Twister


Dirigido por Jan de Bont, com roteiro de Michael Crichton e Anne-Marie Martin, Twister teve um orçamento variando entre 88–92 milhões de dólares e arrecadou nas bilheterias cerca de 496 milhões. Apesar de ter recebido indicações por seus efeitos visuais no Oscar da Academia, ele também recebeu várias indicações ao Framboesa de Ouro.


10. O roteiro
Rolou um processinho de plágio sobre o roteiro de Twister. Assinado por Michael Crichton e sua esposa Anne-Marie Martin, toda a equipe de produção, incluindo Spielberg (dono da Amblin Entertainment), a Warner Bros. e a Universal Studios foram processadas pelo roteirista Stephen Kessler. Crichton testemunhou na corte que Twister foi inspirado em um roteiro da série Nova, da PBS, onde caçadores de tornados correm pelo estado de Oklahoma e no enredo do filme Jejum de Amor (1940). Kessler acabou perdendo o processo. Joss Whedon também trabalhou no roteiro, mas não recebeu créditos no final.


9. Philip Seymour Hoffman
Philip interpreta Dusty, um dos caçadores de tornados do filme. Em uma entrevista à revista Esquire, ele admitiu que só trabalhou em Twister porque estava se mudando de Los Angeles para Nova York e precisava da grana para pagar a mudança.


8. Wakita
Wakita, população de 326 habitantes, é uma das locações do filme, onde mora a tia de Jo (Helen Hunt), Meg. A cidadezinha foi escolhida porque ainda havia escombros de uma grande tempestade de granizo que caiu sobre a cidade em 1993. A maioria dos habitantes trabalhou como extras no filme, ganhando 100 dólares ao dia. Na cidade fica um museu em homenagem ao filme, onde ficam uma réplica da Dorothy I (equipamento criado para estudar tornados no filme), mais uma máquina de pinball do longa, um presente de Bill Paxton.


7. Boeing 707
Os ventos de um tornado são muito fortes. Para gerar os ventos necessários para o longa, só as máquinas de vento comuns não dariam conta. Dessa forma, Jan de Bont pediu a ajuda da Boeing, que designou um avião 707, cujas turbinas gerariam o vento exigido para algumas cenas. Apesar de usarem protetores de ouvido nas filmagens, a equipe aprendeu da maneira mais difícil de que precisava usar óculos de proteção também.


6. Oklahoma
As filmagens no estado de Oklahoma sofreram atraso depois do ataque à bomba no prédio federal em Oklahoma City em 19 de abril de 1995. Muitos membros da equipe de filmagem ajudaram a recolher destroços do prédio.


5. Tom Hanks
O papel do protagonista, Bill Harding, inicialmente, era de Tom Hanks, que chegou a ensaiar cenas e até escolheu o guarda-roupa do personagem. Hanks acabou abandonando o projeto antes das filmagens começarem. Kurt Russell e Michael Keaton foram sondados para o papel principal, mas James Cameron indicou seu amigo de longa data e com quem trabalhou várias vezes (O Exterminador do Futuro, Aliens, Titanic), Bill Paxton. Bont topou na hora.


4. Granizo
Jan de Bont lamentou de gravar uma cena no filme. A cena de quando a equipe pega uma chuva de granizo na estrada foi muito difícil de fazer, pois a produção do longa não encontrava gelo suficiente em Oklahoma para as filmagens e chegou a trazer de estados vizinhos. No fim, para que o granizo aparecesse melhor na tela, leite foi misturado à água e depois congelado.


3. Produção
O longa foi uma co-produção entre os estúdios Universal e Warner Bros. É por isso que na cena do drive-in vemos dois filmes em exibição naquela noite: um é Psicose (1960) da Universal e o outro é O Iluminado (1980), da Warner Bros.


2. Sons do tornado
Para compor o barulho do tornado em tela o som de vários animais foi usado como leões, tigres e... camelos. Barulhos da turbina do Boeing também foram aproveitadas na edição.


1. Benthic Petroleum
A empresa Benthic Petroleum é um easter egg que você encontra em três filmes diferentes: em Twister há um caminhão tanque com o logo da empresa na lateral. No filme O Segredo do Abismo, é a empresa que opera a plataforma submersa onde grande parte do filme acontece e em O Exterminador do Futuro, é a empresa que aparece nas bombas de gasolinas do posto.




WE HAVE COWS! 🐄


Já que você chegou aqui...

COMPARTILHE

2 COMENTÁRIOS

  1. Você já leu, "Tempo Fechado" do Bruce Sterling? É praticamente a mesma história só que no futuro, inclusive o livro tem a cena da vaca voando, e o livro é mais antigo que o filme.

    ResponderExcluir
  2. Toda vez que o tempo fica nublado e começa a ventar, eu lembro daquele momento em que todos estão descansando perto do drive in e começa a se formar uma tempestade, momentos antes do tornado chegar. Me lembro que achava muito interessante o conceito daquele dispositivo para estudar o tornado, Dorothy, medindo diversos parâmetros por toda a estrutura dele de forma a formar um modelo de como funciona o fenômeno e tentar estabelecer critérios de alerta para salvar vidas.

    ResponderExcluir

ANTES DE COMENTAR:

Comentários anônimos, com Desconhecido ou Unknown no lugar do nome, em caixa alta, incompreensíveis ou com ofensas serão excluídos.

O mesmo vale para comentários:

- ofensivos e com ameaças;
- preconceituosos;
- misóginos;
- homo/lesbo/bi/transfóbicos;
- com palavrões e palavras de baixo calão;
- reaças.

A área de comentários não é a casa da mãe Joana, então tenha respeito, especialmente se for discordar do coleguinha. A autora não se responsabiliza por opiniões emitidas nos comentários. Essas opiniões não refletem necessariamente as da autoria do blog.