Resenha: Meninas Incríveis, de Ana Paula Sefton

Este é mais um daqueles livros que se estivesse disponível na minha infância teria sido uma inspiração, talvez até mudado muita coisa. Tal como muitas mulheres da minha geração, cresci ouvindo que muitas coisas que eu queria fazer não eram "coisa de menina". Brinquedos que eu queria não eram "pra menina". Este livro veio pra te mostrar que tudo está ao nosso alcance!



Este livro foi uma cortesia da editora Pólen


O livro
O livro surgiu a partir de uma ação nas redes sociais do canal Meninas Incríveis. A ideia era que meninas enviassem suas histórias incríveis, falando de superação, de autoestima, de garra e de conquistas. Cada história escolhida foi lindamente ilustrada e envolve várias atividades como desafios, projetos, invenções, o dia a dia, esportes. Com idades indo de 4 a 23 anos, temos histórias inspiradoras para meninas de todas as idades.

Resenha: Meninas Incríveis, de Ana Paula Sefton

Me identifiquei horrores com a maioria delas. Ouvi tantas vezes na infância que várias coisas que eu gostava "não eram de menina" que abandonei sonhos e ideias. Por exemplo, quando eu tinha 9 anos, meu colégio passou a oferecer aulas de taekwondo e eu fiquei super animada para querer fazer. Minha mãe barrou a ideia na hora. "Não é coisa de menina!", ouvi várias vezes enquanto pedia pra ser matriculada.

Pais e mães nem sempre pensam na dimensão de suas falas e ações. Sem pensar nem saber, é possível marcar a vida de alguém para sempre com uma frase como essa. Quantos meninos já ouviram a frase "chorar não é coisa de homem"? Para as mulheres, a versão é "não é coisa de menina" e isso machuca e marca profundamente porque o fato de eu ser mulher não deveria me impedir de querer ser e fazer qualquer coisa. Hoje eu vejo o quanto minha mãe estava enganada e o quanto eu perdi por nunca ter feito taekwondo.

O livro conta histórias fofas de meninas que meteram as caras e trocaram o balé pela capoeira ou que, depois de ouvir uma música sobre empoderamento feminino, criou um projeto em sua escola para levar o assunto aos colegas. E a adolescente que se tornou campeã de xadrez, mesmo com a falta de apoio e a chacota que ouvia por causa disso.


Na página do Facebook do projeto existem muitas outras histórias inspiradoras para você ler, acompanhadas de lindas ilustrações especiais criadas para aquela garota. Depois de ler esses relatos, fica cada vez mais evidente que não existe isso de "tal coisa não é pra menina!". O mundo está aí e não vamos mais parar.

O livro é fofíssimo, muito bem diagramado e ilustrado por Aline Casassa, Carolina Azambuja, Daniel Wu e Felipe Tognoli. Papel encorpado no miolo, com capa comum que tem a infeliz tendência a deformar. No final tem um espaço para se colar uma foto sua e narrar a sua história incrível!

E quando acontece de algum menino dizer algo como ❝meninas não podem❞, eu vou lá e faço.


Obra e realidade
O mais legal desse livro é que, para cada unidade vendida, uma unidade é doada para escolas, organizações e também para outras meninas. Nem todo mundo tem acesso à internet para acompanhar histórias inspiradoras no Facebook, então o livro é distribuído de maneira a espalhar cada vez mais a palavra de empoderamento e ação.

Parte dos lucros da venda também é revertida para ações que visem empoderar mais e mais meninas, inspirando-as a sempre serem melhores, elas mesmas e a mudar o mundo. Espero que cada vez mais meninas e mulheres possam realizar seus sonhos e percebam que ser mulher, ser uma menina, não é um impedimento para nada neste mundo.

Ana Paula Sefton

Ana Paula Sefton é pedagoga, doutora em educação pela USP. É mentora e curadora da Rede Meninas Incríveis.


Pontos positivos
Histórias
Ilustrado
Bem escrito
Pontos negativos

Acaba rápido!


Título: Meninas Incríveis
Autora: Ana Paula Sefton
Ilustradores: Aline Casassa, Carolina Azambuja, Daniel Wu e Felipe Tognoli
Editora: Pólen
Ano: 2019
Páginas: 48
Onde comprar: na Amazon e na loja da Pólen!


Avaliação do MS?
Fiquei emocionada em vários relatos, pois me vi naquelas meninas. Saber que há toda uma geração de garotas que vão crescer sem serem impedidas de realizar seus sonhos, que não crescerão com vergonha por serem meninas, me enche de esperança. Esperança por um mundo mais justo e igualitário. Espero que este livro te inspire também. Cinco aliens para o livro e uma forte recomendação para você ler também!


Até mais! 🦸‍♀️


Já que você chegou aqui...

COMPARTILHE

Seja o primeiro a comentar.

ANTES DE COMENTAR:

Comentários anônimos, com Desconhecido ou Unknown no lugar do nome, em caixa alta, incompreensíveis ou com ofensas serão excluídos.

O mesmo vale para comentários:

- ofensivos e com ameaças;
- preconceituosos;
- misóginos;
- homo/lesbo/bi/transfóbicos;
- com palavrões e palavras de baixo calão;
- reaças.

A área de comentários não é a casa da mãe Joana, então tenha respeito, especialmente se for discordar do coleguinha. A autora não se responsabiliza por opiniões emitidas nos comentários. Essas opiniões não refletem necessariamente as da autoria do blog.