Resenha: História universal freak, de Joaquín Barañao

Esse é daqueles livros para curiosas de plantão, gente que curte informações, fatos e curiosidades, mas que venham em uma linguagem acessível e gostosa de se ler. Os textos são escritos de uma maneira que te faz querer continuar, ainda que as informações sejam aquelas que a gente já aprendeu na escola.



Parceria Momentum Saga e
editora planeta


O livro
O livro é descrito logo na capa como "um relato desde o Big Bang até o presente em 1300 curiosidades". E é mesmo. São pouco mais de 1300 curiosidades e fatos sobre a história mundial contados de uma forma divertida que vai agradar até aqueles que acham a disciplina de história chata. Começando com a origem de tudo, o livro passa milhares de anos de história para chegar à nossa sociedade atual, a revolução causada pela tecnologia e a internet na vida das pessoas.


Joaquín apostou em uma narrativa leve para tratar de assuntos complexos, algumas vezes simplificando-os, já que este é um livro básico e introdutório. Não espere longas explicações científicas sobre o Big Bang. A ideia aqui é dar um panorama para que você compreenda o básico, aquilo que as pessoas possam absorver sem muita complicação.

Mas ao mesmo tempo em que é básico, ele também é sobre a história do Ocidente, mais especificamente Europa e Estados Unidos. Talvez o livro devesse se chamar de História Ocidental Freak, pois o universal aí está só no nome. Adoraria ver o mesmo tipo de livro com o título História Africana Freak, ou História Asiática Freak. Eu teria curtido muito mais a leitura se fosse esses dois últimos e o próprio autor reconhece essa questão na introdução.

Mas onde o desequilíbrio é imperdoável é no enfoque ocidental. Só posso pedir desculpas por utilizar o termo ❝universal❞ para me referir a portentos como a milenar civilização chinesa, o Império de Gana ou a cultura de Nazca, por ter dado mais atenção para a Europa que para todo o resto.

Página 11

Os grandes eventos mundiais que estudamos na escola estão aqui, com suas datas e fatos importantes. O diferencial é mesmo a forma como eles são narrados. Até aquele que dormia na aula de história vai achar divertido como ele reconta algumas passagens, sem complicação, sem decoreba. Por isso esse é um ótimo livro escolar e até para disciplinas introdutórias da faculdade quando é preciso recordar algo para uma matéria. Ou um livro de consulta rápida para sempre se ter a mão.

A história da ciência também está documentada em seus aspectos gerais, bem como a transição de uma cultura nômade para uma que viria a construir grandes monumentos. Da forma como o mundo era visto para a forma como o vemos hoje muitos eventos e fatos ocorreram e às vezes a gente esquece que nada no mundo surge do nada, tudo é uma construção de longa data.

O livro é composto por doze capítulos, com introdução, epílogo e bibliografia no final. O papel é branco, simples, um pouco frágil, então tome cuidado quando for virar as páginas. Foi bem escrito e, sem dúvida, bem pesquisado, mas o autor pede que qualquer inconsistência - já que fontes podem se mostrar falhas e duvidosas a qualquer momento - seja informada pelo email do projeto que acabou levando ao livro.

Entre os capítulos há várias seções diferentes conforme os temas vão mudando. Há também mapas bem colocados quando é necessário mostrar algo referente à geografia ou cartografia dos lugares. A capa é a mesma da edição original em espanhol e cada letra do título tem uma personalidade ou ferramenta ou algo relacionado à história mundial. A tradução ficou na mão de Sandra Martha Dolinsky e está muito boa. Percebi porém que o nome do autor está escrito errado em algumas lojas online e até para encontrar o livro na busca isso pode atrapalhar.


Obra e realidade
A história humana é muito longa e complexa para caber em apenas um livro de 400 páginas, mas o autor conseguiu condensar alguns dos eventos mais importantes e ainda conseguiu informar com a mesma qualidade. Obviamente que não devemos parar apenas em um livro. Se quisermos informações mais detalhadas será preciso sair deste aqui e pegar obras especializadas.

Joaquín Barañao

Joaquín Barañao é um escritor chileno especializado em livros sobre história. Escreveu vários livros de história freak tanto da humanidade quanto da música e do cinema, estes ainda não lançados no Brasil.


Pontos positivos
História mundial
Bem escrito e pesquisado
Leitura flui super bem
Pontos negativos
História Ocidental
É bem básico
O nome do autor está errado em algumas lojas

Título: História universal freak
Título original em espanhol: Historia universal freak Vol. 1
Autor: Joaquín Barañao
Tradutora: Sandra Martha Dolinsky
Editora: Planeta
Ano: 2019
Páginas: 416
Onde comprar: na Amazon


Avaliação do MS?
Uma leitura muito gostosa, ainda que seja bem básica mesmo. Espero que o autor expanda sua visão de história universal em outros livros e que saia do Ocidente, narrando fatos e eventos da história de outros continentes com a mesma qualidade. Quatro aliens para o livro e uma forte recomendação para você ler também!

MUITO BOM!

Até mais! 🗿


Já que você chegou aqui...

COMPARTILHE

Seja o primeiro a comentar.

ANTES DE COMENTAR:

Comentários anônimos, com Desconhecido ou Unknown no lugar do nome, em caixa alta, incompreensíveis ou com ofensas serão excluídos.

O mesmo vale para comentários:

- ofensivos e com ameaças;
- preconceituosos;
- misóginos;
- homo/lesbo/bi/transfóbicos;
- com palavrões e palavras de baixo calão;
- reaças.

A área de comentários não é a casa da mãe Joana, então tenha respeito, especialmente se for discordar do coleguinha. A autora não se responsabiliza por opiniões emitidas nos comentários. Essas opiniões não refletem necessariamente as da autoria do blog.