Resenha: Wonder Women, de Sam Maggs

quarta-feira, outubro 11, 2017

Junto do livro As Cientistas e Histórias de Ninar Para Garotas Rebeldes, esse é daqueles livros que eu queria ter quando era criança. Se soubesse desses nomes desde criança, se soubesse que mulheres poderiam ser e fazer o que quisessem, eu talvez tivesse tido mais coragem de gritar quando me diziam que não me era permitido fazer determinada coisa por ser uma menina.



O livro

(...) uma coisa de que nos esquecemos com frequência é que a representatividade importa em toda parte, não apenas na ficção, como também no dia a dia das nossas vidas no mundo real. É deprimente que, embora estejamos caminhando a passos largos na mídia, isso ainda não poder ser dito em relação aos escritórios e às salas de aula.

Página 9

Sam Maggs nos traz um livro que já abre uma grande questão: é claro que existiram grandes mulheres, pioneiras, inventoras, cientistas, mas onde estão os nomes delas? Por que não estudamos sobre a trajetória delas na escola e nas faculdades? Mesmo com todo o preconceito e misoginia, mesmo com todos os obstáculos impostos pelas administrações compostas totalmente por homens em escolas, universidades, instituições públicas, muitas grandes mulheres quebraram barreiras para seguirem suas paixões. Mas seus nomes sempre somem da história.

Wonder Women, de Sam Maggs

Um dos motivos para isso é o chamado Efeito Matilda, que é quando os feitos de uma mulher são diminuídos ou relegados a homens. Alguns deles ganharam prêmios sobre o trabalho de uma mulher que eles fizeram questão de ocultar. E ainda temos muito a caminhar para mudar esse cenário.

São livros como o de Sam Maggs que acabam por mostrar as injustiças com tantas mulheres que estiveram na vanguarda de suas sociedades e que lutaram para terem seus nomes reconhecidos. São 25 biografias de mulheres nas áreas da medicina, ciência, aventura e inovação. Com lindas ilustrações e frases bem humoradas, Sam trata de um assunto super sério com uma grande leveza, mesmo em momentos sombrios da história, como a Segunda Guerra Mundial, que interrompeu as pesquisas de Emmy Noether, a maior matemática de todos os tempos e de Lise Meitner, física nuclear, responsável pela descoberta da fissão nuclear.

Intercalados com os perfis temos entrevistas com cientistas e mulheres de destaque em suas áreas de atuação, além de mini biografias de outras grandes mulheres em suas respectivas áreas de atuação. No final, temos uma bibliografia selecionada de cada uma das 25 mulheres e sites de todas as áreas tratadas no livro. Ele é pequeno, com apenas 240 páginas, mas recheado de conteúdo girl power que precisamos e queremos.

Encontrei porém erros de revisão e tradução pelo livro. Sexismo no lugar de machismo, Virgínia do Oeste ao invés de Virgínia Ocidental, palavras com letras faltando ou falta de acentuação.

Obra e realidade
Star Trek e O Mundo de Beakman foram cruciais na minha formação, pois me fizeram gostar de ciência e de ficção científica. Eu tive o privilégio de também estudar em um colégio onde tive aulas de laboratório, experimentação e liberdade de pensamento. Não tive aulas com nomes de grandes cientistas sendo mencionados, mas nunca ninguém nos disse que por sermos meninas não poderíamos fazer o que quiséssemos.

Ilustrações de Sophia Foster

(...) se você for aprender alguma coisa com este livro, é que praticamente nenhum dos sucessos das mulheres já deixou de ser atribuído a um homem.

Página 23

É por isso que livros como este e tantos outros que estão chegando em nossas livrarias serão cruciais para a vida de muitas meninas curiosas, inteligentes e determinadas, que terão um futuro brilhante porque nunca ouviram dos outros babaquices como "você não pode porque é menina". Nós podemos, faremos e brilharemos, aguarde!

Pontos positivos
Bem pesquisado e escrito
Tem ilustrações
Girl power!
Pontos negativos

Erros de revisão e tradução

Título: Wonder Women: 25 Mulheres Inovadoras, Inventoras e Pioneiras que fizeram a diferença
Título original: Wonder Women: 25 Innovators, Inventors, and Trailblazers Who Changed History
Autora: Sam Maggs
Tradutora: Ana Duarte
Ilustrações: Sophia Foster
Editora: Primavera Editorial
Páginas: 240
Ano de lançamento: 2017
Onde comprar: Amazon

Avaliação do MS?
Não tem como você deixar de ler este livro. Pequeno, de poucas páginas, lindamente ilustrado, ele é rico em conteúdo. Sam fez uma bela pesquisa e pescou os momentos mais importantes da vida de muitas mulheres incríveis, que mudaram seu mundo e o mundo de outras pessoas. Estes nomes e de tantas outras grandes mulheres não podem mais ficar relegados ao esquecimento, ao ostracismo. Os estereótipos precisam ser quebrados e nossas meninas precisam dessa inspiração mais do que nunca. Leitura obrigatória!

Até mais!

Já que você chegou aqui...

Sybylla

Fã do futuro e da ficção científica. Geógrafa, professora, blogueira, escritora de FC. Capitã da Frota Estelar. Esperando para voltar para o meu planeta. Leia mais.





Leia esses também...

0 comentários

ANTES DE COMENTAR:

Comentários anônimos, incompreensíveis ou com ofensas serão excluídos.
O mesmo vale para comentários:
- ofensivos e com ameaças;
- preconceituosos;
- misóginos;
- homo/lesbo/bi/transfóbicos;
- com palavrões e palavras de baixo calão;
- reaças.
A área de comentários não é a casa da mãe Joana, então tenha respeito, especialmente se for discordar do coleguinha. A autora não se responsabiliza por opiniões emitidas nos comentários. Essas opiniões não refletem necessariamente as da autoria do blog.

Curta no Facebook

Viajantes