Resenha: Star Wars - Herdeiro do Império, de Timothy Zahn

sábado, fevereiro 28, 2015

Conhecida como a herdeira original da trilogia de Star Wars, a Trilogia Thrawn, o primeiro volume, Herdeiro do Império, foi relançado pela editora Aleph depois de anos longe das prateleiras. Timothy teve autorização de George Lucas para escrever estes livros e muita gente ficou decepcionada em saber que este universo não estaria presente nos novos filmes de Star Wars. O jeito é aguardar para ver!





O livro
Cinco anos depois da destruição do Império na Batalha de Yavin, uma nova luta se agiganta diante de Leia, Luke e Han Solo: a de reorganizar a Nova República, cessar os confrontos com os remanescentes do império e reerguer Coruscant, o Templo Jedi e outros planetas da imensa nação galáctica. Leia está grávida e se desgasta entre os outros líderes da Nova República, que vivem em discussão constante.


Personagens vistos na trilogia original estão de volta, como Lando Calrissian e Mom Mothma. No entanto, nem tudo são flores. Contrário ao novo sistema, um grão-almirante do Império, chamado Thrawn, espera restabelecer o antigo regime. Comandando o Destróier Estelar Quimera e inconformado com a queda do imperador, ele espera derrubar a Aliança Rebelde, os Jedi e seu novo governo. Mundos afastados ainda são um desafio para o novo governo, como Kashyyyk, que ainda não se acertou quanto à liderança e quanto aos problemas com contrabandistas e simpatizantes imperiais.

O livro apresenta novos seres, novos personagens intrigantes, retoma a tensão que existia nos filmes, os grandes cenários espaciais e marca uma das grandes estórias dentro do universo expandido de Star Wars que, infelizmente, não será reaproveitado pela Disney nesta nova trilogia. Thrawn é um personagem incrível, pois ele antecipa tudo, consegue tirar vantagem de tudo, está sempre um passo à frente de todos. Han Solo está um pouco mais velho, mais cuidadoso e Luke tem se dedicado a se aprofundar nos estudos da Força. Foi interessante ver o que houve com todos eles depois da destruição do Império.


No entanto, apesar de ter gostado do enredo em geral, tem coisas que não passam despercebidas. Com relação ao enredo, me incomodou o fato de Leia Organa ter o Solo de Han no final do nome. Quer dizer, há muito, muito tempo atrás, numa galáxia distante, essa prática ainda corria solta. Com relação à tradução, o livro peca e peca muito. Algumas frases são toscas, com uma estrutura parca e amadora e cheguei a encontrar algo parecido com um "nóis vai" pelo meio. Levei mais de um mês para terminar o livro, pois aquilo foi tirando a graça da leitura e acabei deixando-o de lado.

Ainda assim, gostaria de ler todos os livros da trilogia, para saber como tudo acaba.


Ficção e realidade
Não sei o que a Disney vai fazer com a trilogia que anunciou e cujo filme estreia ainda em 2015. Mas este livro é um início muito interessante para a última parte do imenso enredo de George Lucas. Temos todos os elementos que nos encantam na saga de Star Wars, além de personagens e ambientes que parecem ter sido parte do enredo desde sempre. Timothy disse que levou um susto quando recebeu autorização de George Lucas para escrever os livros, mas acredito que ele deu conta do recado ao criar Thrawn e todo o embate, tanto político quanto militar, que encontramos aqui.



Pontos positivos
Star Wars
Universo expandido
Thrawn

Pontos negativos
Problemas na tradução
Capítulos arrastados
Baixa representatividade feminina


Título: Star Wars - Herdeiro do Império
Título original: Heir to the Empire
Série: Trilogia Thrawn - Volume 1
Autor: Timothy Zahn
Editora: Aleph
Ano de lançamento: 2014
Páginas: 472
Onde comprar: Amazon


Avaliação do MS?
Não fosse pelos problemas sérios da narrativa traduzida, o livro teria uma classificação maior. É uma pena, mas ainda assim indico o livro para todos os fãs de Star Wars e para os curiosos para saber o que houve com nossos personagens favoritos. Thrawn é um inimigo no mesmo nível de Darth Vader, tão sagaz e inteligente quanto ele. Portanto, mesmo com apenas três aliens, o livro vale à pena.


Até mais!

Sybylla

Fã do futuro e da ficção científica. Geógrafa, professora, blogueira, escritora de FC. Capitã da Frota Estelar. Esperando para voltar para o meu planeta. Leia mais.





Leia esses também...

0 comentários

Viajantes

Curta no Facebook

❤️


"A ficção científica é um substituto para todos os lugares que eu nunca vou alcançar nessa vida."

James W. Harris