5 formas de acabar com a civilização

quinta-feira, junho 05, 2014

Longe de mim querer que a civilização e o planeta sejam destruídos. Nem passou pela minha cabeça (?). Afinal, eu vivo aqui. E você também. Eu gosto do nosso planeta. Mas já que estou falando de fim da civilização já há algumas semanas, pensei quer seria legal... ok, legal não é, porém achei que seria interessante trazer cinco formas infalíveis de detonar a civilização. Vai que, né?





5. Levante das máquinas
Ok. Não temos robôs como o Andrew, de O Homem Bicentenário, nos servindo em casa, nem robôs exterminadores por aí, mas é algo a se pensar quando falamos de fim da civilização. Um levante das máquinas seria algo terrível, pois imagine a eficiência de máquinas construindo outras máquinas, sabendo de todos os nossos pontos fracos e sabendo como pensamos. A Skynet foi extremamente eficiente em derrubar nossa civilização e vimos que em Matrix eles precisam viver abaixo da superfície do planeta para poderem sobreviver. E sei que muita gente não gostou do final da trilogia Matrix, mas o final me pareceu lógico: um acordo entre as partes para ninguém se aniquilar.


4. Supervulcão
No post sobre clima e suas consequências sobre a civilização, Sam e eu falamos sobre os riscos de um supervulcão explodir. Ele poderia lançar cinzas na atmosfera suficientes para reduzir a temperatura do planeta e causar um inverno rigoroso que poderia durar anos. Isso bloquearia a luz solar também para as plantas, que morreriam e não haveria alimento para os animais e, consequentemente, faltaria comida para nós também. Um evento desses é um tanto raro de acontecer - se considerarmos a escala de tempo humana - mas não é impossível.


3. Guerra nuclear
A Guerra Fria acabou já faz um tempo, mas seu legado permanece em alguns locais do mundo, com ogivas nucleares armadas e prontas para detonar. Volta e meia nos jornais vemos alguma notícia, mas na real mesmo a população pareceu esquecer do risco que essas armas trazem para a segurança mundial. Vamos supor que países que abrigam terroristas e que possuam a capacidade de produzir armas nucleares - ou comprem uma no mercado negro - resolvam atacar, digamos, Estados Unidos. Já imaginou a retaliação disso? Pois é. E o problema da guerra nuclear seria tornar inabitável várias regiões do mundo por séculos, milênios, o que reduziria e muito as chances de sobrevivência da raça humana que restar.


2. Pandemia
O principal problema aqui é com doenças letais, que possam percorrer o mundo muito rápido, matando pessoas com igual rapidez, piorando se for transmitido pelo ar. Peste negra, varíola, gripe espanhola, SARS, MERS, são tantos nomes potencialmente assustadores que acho difícil que a civilização se recuperasse caso um patógeno mortal se espalhasse pela Terra. Temos vários enredos que trabalharam com isso na ficção científica, mas eles sempre acham a cura. Em alguns casos em algumas horas! Imagine um Ebola que seja transmitido pelo ar e aí você vai conseguir perceber a dimensão do problema. Armas virais - T-vírus, alguém? - também poderiam causar o mesmo pânico que levaria nossa civilização ao fim.


1. Asteroide
Esse aqui seria letal mesmo, pois causaria estragos imediatos, para os quais seria difícil se preparar e de quebra ainda modificaria o clima do planeta por muito tempo, podendo matar animais e vegetais, causar tsunamis imensos - e sabemos que a maior parte da população mundial vive nas áreas costeiras - poderia causar vulcanismos intensos, ou seja, seria a desgraceira-mor para detonar com nosso mundinho. Vimos alguns casos na ficção científica também, com algumas variações, mas em todos os casos a população se salvou com poucos problemas. Mas na real mesmo... esse poderia ser um evento que nos levaria à extinção.

Mas não desanime! Nenhuma dessas coisas aconteceu (ainda), então comente e compartilhe o post (enquanto ainda há tempo).

Até mais!

Sybylla

Fã do futuro e da ficção científica. Geógrafa, professora, blogueira, escritora de FC. Capitã da Frota Estelar. Esperando para voltar para o meu planeta. Leia mais.





Leia esses também...

0 comentários

ANTES DE COMENTAR:

Comentários anônimos, incompreensíveis ou com ofensas serão excluídos.
O mesmo vale para comentários:
- ofensivos e com ameaças;
- preconceituosos;
- misóginos;
- homo/lesbo/bi/transfóbicos;
- com palavrões e palavras de baixo calão;
- reaças.
A área de comentários não é a casa da mãe Joana, então tenha respeito, especialmente se for discordar do coleguinha. A autora não se responsabiliza por opiniões emitidas nos comentários. Essas opiniões não refletem necessariamente as da autoria do blog.

Viajantes

Curta no Facebook

❤️


"A ficção científica é um substituto para todos os lugares que eu nunca vou alcançar nessa vida."

James W. Harris