Resenha: Os Escolhidos (2013)

sexta-feira, agosto 16, 2013

O ano de 2013 tem produzido boas ficções científicas. Nem tudo é maravilhoso, mas no geral dá para se divertir ou ter medo, como é o caso de Os Escolhidos. Ele aborda a velha questão das abduções alienígenas, da falta de compreensão da parte da raça humana, que se vê como um mero experimento na mão de algo que está fora da nossa compreensão.



O filme
Lacy e Daniel Barrett são pessoas comuns, com problemas comuns, vivendo no subúrbio de uma grande cidade. Ele, arquiteto, ela corretora de imóveis. Ambos estão sem grana e Daniel procura emprego. A família precisou apertar os cintos, cortando várias despesas extras, como o alarme da casa. Seus dois filhos, Sam e Jesse são fãs de ficção científica e conversam todas as noites via walkie talkie.


Uma noite, Lacy acorda e sai pela casa, vendo se está tudo trancado, se as crianças estão dormindo. Quando chega na cozinha, toda a comida da geladeira foi aberta e está revirada pelo chão. A porta que leva ao quintal está aberta. Assustada, ela não compreende o que está acontecendo, mas acredita que algum bicho entrou e consumiu o que tinha lá dentro. Na noite seguinte, Lacy acorda mais uma vez. E percorre a casa para verificar portas e janelas. Quando chega na cozinha, toda a comida da casa está empilhada, do chão ao teto, como uma brincadeira de algum malabarista sádico.

A polícia não pode fazer nada, porque não vê crime ali. Recomenda que o sistema de alarme seja religado para prevenir novas invasões. E naquela mesma noite, o alarme dispara, acordando todo mundo de supetão. Mas não há invasor algum. A companhia de segurança diz que foi um defeito no sistema, já que todos os sensores da casa foram acionados ao mesmo tempo. Enquanto isso, Lacy olha para a estante da sala de estar: todas as fotos da família desapareceram.

O filho mais novo, Sam, disse que o Sandman vem falar com ele de madrugada. Faz desenhos dele, apresenta machucados, grita e uma noite, desaparece da cama quando Lacy acende a luz. Ela jura que viu alguém ao lado da cama de Sam, mas com a luz acesa, o quarto está vazio. Sam está na rua, de cueca e ninguém sabe como ele saiu, já que o alarme não foi disparado. Começa então uma sucessão de eventos estranhos com a família inteira. Sangramentos nasais, perda de memória, alergias, marcas na pele, machucados e invasões na casa.

Lacy.

O filme é produzido pelos mesmos produtores de Atividade Paranormal. Os sustos são frequentes, o clima pesado de que há algo errado, aquela tensão, a câmera que acompanha o rosto dos personagens, mostrando o ambiente de fundo. Mas ele tem problemas, como um final abre a brecha para uma continuação e por ser mais um filme que fala de alienígenas sádicos realizando experimentos com seres humanos que, obviamente, não entende o que se passa. Ele é mais um filme de suspense e terror do que ficção científica em si.

Como eu sou muito impressionável, eu cheguei a sonhar com a merda do "Sandman" parado na beira da minha cama. Sério. Então, se você sofre do mesmo problema, assista Os Escolhidos de dia, com sol, com vários amigos em volta, rindo e se divertindo.

Ficção e realidade
O movimento ufológico e os abduzidos acreditam firmemente nessas histórias de presença alienígena e sequestros e que isso acontece com qualquer um. Já outros dizem que existe algum tipo de razão para a escolha dos visitantes. A questão aqui, que é a mesma que me fez sonhar com o alien, é que a mente humana e altamente suscetível às sugestões. Ela é maleável e nos engana com frequência, o tempo todo.


Uma pessoa pode realmente acreditar que uma visita noturna aconteceu, quando pode ser apenas paralisia do sono. E essa lembrança, essa sensação pode ser devastadora para uma pessoa, porque parece real. Enquanto não existirem provas mais contundentes de alguma coisa acontecendo de fato, para mim tudo pode ser explicado por alucinações e paralisia do sono.

Pontos positivos
Terror e alienígenas
Bons efeitos visuais
Grande clima de suspense
Pontos negativos
Final em aberto
Clichês mal usados
Tema batido

Título: Os Escolhidos
Título original: Dark Skies
Lançamento: 2013
Direção: Scott Stewart
Onde assistir: locadoras, Netflix

Avaliação do MS?
O filme tem suspense, tem aliens, tem uma família comum que por acaso é escolhida por aliens trolladores que querem dar sustinhos na família. Se quiser ver no cinema, dá tempo ainda, mas eu esperaria ir para o DVD ou chegar na TV a cabo, pois ele não é lá um grande filme que mudará o gênero. Três aliens para ele.

Sybylla

Fã do futuro e da ficção científica. Geógrafa, professora, blogueira, escritora de FC. Capitã da Frota Estelar. Esperando para voltar para o meu planeta. Leia mais.





Leia esses também...

0 comentários

ANTES DE COMENTAR:

Comentários anônimos, incompreensíveis ou com ofensas serão excluídos.
O mesmo vale para comentários:
- ofensivos e com ameaças;
- preconceituosos;
- misóginos;
- homo/lesbo/bi/transfóbicos;
- com palavrões e palavras de baixo calão;
- reaças.
A área de comentários não é a casa da mãe Joana, então tenha respeito, especialmente se for discordar do coleguinha. A autora não se responsabiliza por opiniões emitidas nos comentários. Essas opiniões não refletem necessariamente as da autoria do blog.

Viajantes

Curta no Facebook

❤️


"A ficção científica é um substituto para todos os lugares que eu nunca vou alcançar nessa vida."

James W. Harris