O inimigo perfeito

quarta-feira, março 13, 2013

A ficção científica nos mostra muitos vilões poderosos, alguns até bizarros, outros carismáticos, quase como um mal necessário. Uns são de energia, de outras dimensões, outros são tão humanos quanto nós mesmos. A maioria deles é alienígena por causa dos enredos, mas fica a pergunta: existe algum que seja o inimigo perfeito?





Quando digo um inimigo perfeito, é aquele cujas fraquezas sejam impossíveis de se prever e combatê-los torna-se um problema para qualquer herói. Temos muitos exemplos de inimigos que fizeram uma farra na vida dos mocinhos e em muitos enredos o embate continuou, mesmo com o fim do filme ou da série. Mas quais seriam as principais características desta criatura vil e leviana?

Ele não é estático, é imprevisível
Um inimigo que se preze não pode deixar que seu oponente consiga seguir seus passos. Nem pode deixar isso claro sem um motivo específico. Ele deve levar os mocinhos a pensar, levá-los aonde quer para aí dar um golpe. Alguns filmes que mostravam bichos irracionais atacando, matando e dilacerando são apenas entretenimento barato perto das ardilosas armadilhas de Romulanos, Goa'uld e Cylons, cujas estratégias para enganar e massacrar os inimigos beiram o sadismo, em especial com os dois últimos.

Locutus e a rainha Borg - Jornada nas Estrelas

Não estou desconsiderando na parte dos bichos irracionais o alien de Ridley Scott. Até porque eles se adaptam ao organismo onde são gestados. Ao serem incubados em um ser humano, ele se torna um inimigo para lá de perigoso, pois adota nossas próprias características.


Não são todos alienígenas
Esse é um ensinamento que Battlestar Galactica nos mostrou com maestria. A série mostra que uma criação nossa, um robô (os cylons) para auxiliar na vida cotidiana do ser humano, ao adquirir consciência de sua própria condição de servidão tornou-se o algoz da humanidade, o que levou à destruição das Doze Colônias. Os humanos foram reduzidos de bilhões, para alguns milhares, que sofreram todo o tipo de vicissitudes enquanto buscavam água, comida e um novo lar, seguro dos algozes.

Quem é o cylon mesmo? Battlestar Galactica.

E o pior de tudo, os cylons conseguiram imitar a forma de seus criadores e infiltraram-se nas colônias sem levantarem suspeitas, descobrindo nossas fraquezas aos poucos até que nos tiveram nas mãos. Quer coisa mais aterradora que isso?


Fraquezas complicadas e pouco aparentes
Um inimigo que tenha fraquezas assim tão claras jamais seria aterrador. Ele tem que parecer ser inviolável justamente para que seus oponentes tenham medo e desistam de lutar. Um destacamento inteiro de fuzileiros pereceu diante dos aliens no segundo filme, pois este não é um inimigo simples. Ele consegue se camuflar nas paredes, ficando totalmente imóvel, não emite nenhuma onda captável no infravermelho, é gestado dentro de outro organismo, tem sangue ácido e uma carapaça orgânica muito resistente. Como passar por tudo isso?

aliens
Ela teve que morrer para parar com o avanço alien. Aliens, o Resgate.

Ripley, no horroroso quarto filme, é trazida de volta com a ajuda da clonagem. E um dos personagens pergunta como que ela conseguiu lutar contra aqueles bichos da outra vez. E ela responde: "Eu morri!". Ou seja, este não é um inimigo cujas fraquezas você pode explorar com facilidade. Foi preciso explodir uma nave, uma colônia, morrer e jogar uma nave contra a superfície terrestre para poder eliminar uma ameaça. É custoso demais assim, seja em equipamentos, seja em vidas humanas.

Em postagens futuras, pretendo avaliar alguns inimigos de várias franquias de ficção científica para tentar chegar ao tal inimigo perfeito. Acho um pouco difícil chegar a um consenso, pois em muitos enredos, os inimigos foram diminuídos ou modificados para que os mocinhos conseguissem derrotá-los. Mas certamente, temos muitos inimigos para avaliar. Deixe suas opiniões e seus vilões preferidos, relatando porque os acham aterradores. Acha que pode existir um inimigo perfeito?

Até mais!

Sybylla

Fã do futuro e da ficção científica. Geógrafa, professora, blogueira, escritora de FC. Capitã da Frota Estelar. Esperando para voltar para o meu planeta. Leia mais.





Leia esses também...

0 comentários

ANTES DE COMENTAR:

Comentários anônimos, incompreensíveis ou com ofensas serão excluídos.
O mesmo vale para comentários:
- ofensivos e com ameaças;
- preconceituosos;
- misóginos;
- homo/lesbo/bi/transfóbicos;
- com palavrões e palavras de baixo calão;
- reaças.
A área de comentários não é a casa da mãe Joana, então tenha respeito, especialmente se for discordar do coleguinha. A autora não se responsabiliza por opiniões emitidas nos comentários. Essas opiniões não refletem necessariamente as da autoria do blog.

Viajantes

Curta no Facebook

❤️


"A ficção científica é um substituto para todos os lugares que eu nunca vou alcançar nessa vida."

James W. Harris