Grandes mulheres da ficção científica

sexta-feira, setembro 09, 2011

Assisti recentemente (mentira, mais de um mês atrás) o programa que falava sobre os capitães da Frota Estelar. Bateu uma saudade das séries que até comecei a ver de novo A Nova Geração. Então pensei, de todos eles - Kirk, Picard, Sisko, Janeway, Archer - há apenas uma mulher. Comecei a puxar pela memória grandes mulheres que fazem parte deste universo tão rico e que dá uma importância maior à posição das mulheres e o resultado é a lista abaixo.





Vamos ver algumas delas que fizeram a diferença por onde passaram. São cientistas, militares, médicas, guerreiras, mas acima de tudo, quebram alguns ou todos os esterótipos de gênero. Lembrando que esta é uma lista pessoal e que portanto são opiniões minhas. São muitas as personagens de valor do universo SciFi, então é obvio que não estarão todas aqui, ou o post ficaria imenso. Se tiver algo a adicionar que eu tenha esquecido, não se acanhe e comente, ok? Mas leia as regras de comentários antes. Vamos lá:


Agente especial Dana Scully (Arquivo X)
(Por Gillian Anderson) Médica, cientista e agente do FBI, Dana vive dividida pelo amor ao parceiro e o amor ao trabalho. Tendo sido vítima de tramoias do governo, vendo coisas incríveis demais para acreditar, ela passa por situações adversas demais para um humano comum suportar. Por vezes egoísta, por vezes impulsiva, por vezes implacável. Uma das minhas personagens favoritas, inclusive na moda.


Titia Entity (Mad Max 3: Além da Cúpula do Trovão)
Aunt Entity por Tina Turner(Por Tina Turner) A vilã do filme, interpretada por ninguém menos que o ícone Tina Turner era a líder (ou achava que era) de Barter Town e admitia que antes do evento que transformou o mundo naquele deserto seco ela não era ninguém. Atlética, forte, líder, ela oferece um trabalho para Max, mas quando ele não cumpre, ela o manda para a Cúpula do Trovão.


Trinity (The Matrix)
Trinity
(Por Carrie-Anne Moss) Um filme que revolucionou o cinema e a ficção científica tinha que ter uma personagem forte como a Trinity. Geek, guerreira, apaixonada e sensível, idealista. Acredita que um mundo melhor pode existir se formos todos livres. Disposta a dar a vida pelo o que acredita e pelo homem que ama. Não vê dificuldades e as enfrenta como se não houvesse amanhã.


Tenente Ellen Ripley (Alien)
(Por Sigourney Weaver) Talvez a mais importante mulher da ficção científica. Leal e de firmes convicções, dificilmente se sentia acuada e agia quando necessário quando ninguém mais agia. Se não fosse por ela, a perigosa companhia Weyland-Yutani teria posto as mãos em uma criatura perigosa e letal. Sua capacidade de ir contra os poderosos a faz uma das mais idealistas da lista.


Agente especial Erica Evans (V)
(Por Elizabeth Mitchell) Agente do FBI, mãe e que não acredita que os visitantes são assim tão bonzinhos como eles querem fazer o mundo crer. Enquanto o mundo acredita que os aliens estão ali para ajudá-los e salvá-los, ela vai contra a maré para mostrar a verdadeira face deles. E isso custa caro para sua carreira e com seu relacionamento com seu filho.


Dra. Lindsey Brigman - O Segredo do Abismo
Lindsey Brigman
(Por Mary Elizabeth Mastrantonio) Conhecida por ser fria, rude e egoísta, Lidnsey é na verdade uma mulher apaixonada pelo trabalho e pela ciência. Foi preciso trabalhar duro para conseguir ser alguém um mundo competitivo e dominado por homens, o que gerou antipatia da parte dos colegas e problemas com seu marido. Uma ótima personagem e uma grande mulher de um grande filme pouco reconhecido em seu lançamento.


Alexa Woods (Alien vs. Predador)
(Por Sanaa Lathan) A técnica ambiental aceita um trabalho da Weyland Company para ir até Bouvetøya, na Antártica, sem saber que está entrando em um ninho de aliens deixados ali para serem caçados. E qual não é a surpresa da equipe quando os predadores realmente voltam para suas caçadas. No fim, é ela que tem a força e a agilidade necessárias para lutar ao lado dos predadores para combater os aliens. Que mulher.


Agente especial Olivia Dunham (Fringe)
(Por Anna Torv) Jovem, forte, impulsiva. A agente Dunham investiga um estranho fenômeno na companhia de dois indivíduos ainda mais estranhos, com suas próprias peculiaridades. Em um universo alternativo, Olivia tem um senso de humor ácido, picante, uma versão semelhante, por diferente da mesma mulher inteligente, impulsiva e esperta. Quem nunca se sentiu assim, dividida entre dois mundos?


Tenente Sarah Kerrigan (Starcraft)
(Vozes por Glynnis Talken Campbell e Tricia Helfer) Kerrigan se tornou a vilã de Starcraft, mas devemos lembrar que ela foi traída e abandonada pelos companheiros em batalha e ela acabou sendo assimilada pelos temíveis Zergs, que a transformaram em uma criatura vil e leviana, sentimentos que todos nós, em maior ou menor grau acaba por sentir. Antes, sempre se mostrou leal aos seus princípios e colegas, além de valente e corajosa.


Dr.ª Eleanor Ann Arroway (Contato)
Talvez uma das personagens com mais fé na ciência de toda a ficção científica, Ellie sacrificou a brilhante carreira na astrofísica, ignorando convites para universidades consagradas para continuar sua busca por homenzinhos verdes. Talvez o que ninguém esperava fosse que uma transmissão vinda de fora pudesse de fato chegar. Mas como provar que não era uma brincadeira de mal gosto de um rico excêntrico?


Imperatriz Furiosa (Mad Max Estrada da Fúria)
Imperatriz Furiosa
Furiosa não é uma mulher fraca e que depende dos outros para sobreviver. Sem um braço, mas uma motorista destemida e impetuosa, ela se lança em uma perigosa missão de resgate para tirar mulheres da opressão de um impiedoso e violento warlord, chamado Immortan Joe. É uma missão arriscada, na qual ela se joga de cabeça. Maravilhosa.


JORNADA NAS ESTRELAS
T'Pol (Enterprise)
(Por Jolene Blalock) A vulcana fria e racional da nave Enterprise foi também a primeira de seu povo a servir em uma nave humana. Inteligente e forte, ela é um ponto de equilíbrio para o capitão Archer, impulsivo e valente, sendo sua oficial de ciências. De início, sua função era observar a tripulação e o capitão, que acreditavam não ser o indicado para o comando.


Nyota Uhura (Jornada nas Estrelas)
(Por Nichelle Nichols) Negra e mulher em plena década de 60 e uma das grandes séries da televisão. Cientista, especialista em comunicações, deixava a ponte da Enterprise mais leve com seus comentários inteligentes. Sua capacidade de identificar quase qualquer tipo de frequência e de ser fluente em vários idiomas alienígenas a fazem essencial para a tripulação.


Doutora Beverly Crusher (Jornada nas Estrelas A Nova Geração)
(Por Gates McFadden) O único oficial da Enterprise que podia dar ordens ao capitão Picard e uma das minhas personagens femininas prediletas. Muito inteligente e discreta, uma cientista e médica incansável, sempre disposta a tudo para salvar seus pacientes. Fiel amiga do capitão quando ele precisava de um ombro e quando precisava de uma dura, ela era a mais sensível de todos os oficiais a bordo, muito dedicada ao trabalho.


Conselheira Deanna Troi (Jornada nas Estrelas A Nova Geração)
(Por Marina Sirtis) Meio humana, meio betazóide, ela é empata e telepata, podendo assim captar os sentimentos das pessoas, além de poder em menor grau ler mentes. Sua sensibilidade acima da média a fazia o braço direito de Picard em decisões difíceis, já que ela podia captar mentiras e conluios com facilidade. Despertava desejos em muitos homens, mas sua cabeça sempre foi para Will Riker.


Major Kira Nerys (Jornada nas Estrelas Deep Space 9)
(Por Nana Visitor) Tendo seu mundo, Bajor, sido conquistado pelos cardassianos, Kira entrou para a resistência e não mediu esforços para tirá-los de lá. Foi designada a contra gosto para trabalhar com a Frota Estelar na estão Deep Space 9, onde seu lado forte e turrão apareceu no trato com os oficiais da Frota. Sua vida era fazer os cardassianos pagarem pelo o que fizeram e garantir que seu povo permanecesse livre.


Tenente Jadzia Dax (Jornada nas Estrelas Deep Space 9)
(Por Terry Farrell) Uma das mais curiosas e simpáticas personagens do universo Star Trek, pois Jadzia é uma trill e vive com um simbionte em seu interior com quem divide sua consciência, seu corpo e suas experiências de muitos anos. Oficial de ciências da estação, sempre me pareceu muito simples, sensível e extremamente inteligente, além de impulsiva e baladeira.


Capitão Kathryn Janeway (Jornada nas Estrelas Voyager)
(Por Kate Mulgrew) Umas das minhas personagens femininas prediletas no universo de Jornada nas Estrelas, a capitã tem pulso firme e bate de frente quando suas convicções ou suas ordens são debatidas ou desobedecidas. Em alguns momentos eu a achava dura demais com as pessoas, mas então pensei que se ela fosse homem, ninguém questionaria suas atitudes.


Sete de Nove (Jornada nas Estrelas Voyager)
(Por Jeri Ryan) Sete foi assimilada pela beligerante espécie dos Borg em sua coletividade. Os Borgs são seres cibernéticos que assimilam raças que acreditam ser vantajosas, mas sua individualidade é praticamente apagada. Quando foi tirada da coletividade, Sete sentiu muitas dificuldades para exercer sua individualidade novamente, tendo problemas em entender piadas, sutilezas humanas e inclusive o amor.

STARGATE
Coronel Samantha Carter (Stargate SG-1)
(Por Amanda Taping) Minha cientista predileta, Sam é inteligente, inventora, sabe sair bem de situações adversas, além de exímia combatente. Ela foi responsável por salvar a vida dos companheiros mais vezes que posso lembrar, quando suas habilidades técnicas eram exigidas em batalha. Sam praticamente não tem vida pessoal, dedicando-se ao trabalho por tempo quase integral.


Doutora Elizabeth Weir (Stargate Atlantis)
(Por Torri Higginson) Civil em meio a militares, a doutora Weir foi mal recebida no comando Stargate e sua capacidade de comandar a expedição Atlantis foi questionada muitas vezes. Multi tarefas, versada em diversos idiomas e especialista em diplomacia e negociações, ela precisou provar sua dureza e sua força por muitas vezes enquanto batia de frente com os militares da missão. Deu sua vida para proteger os outros.


Tenente Tamara Johansen (Stargate Universe)
(Por Alaina Huffman) Membro da equipe de Stargate, a paramédica se vê presa a uma nave distante milhões de anos-luz da Terra com outras 80 pessoas que sobreviveram a um ataque e que não tinham mais como voltar para casa. TJ é sensível, porém costuma ser fechada e distante das pessoas, especialmente após ter um relacionamento proibido com seu oficial superior.

BATTLESTAR GALACTICA
Presidente Laura Roslin (Battlestar Galactica)
(Por Mary McDonnell) Dificilmente durante a série ouve-se a presidente das Doze Colônias gritar. Com uma autoridade em uma época de caos, onde os humanos estão sendo exterminados, é sua tarefa garantir que a raça humana não seja extinta pelos Cylons. A secretária de educação se tornou presidente quando todo o gabinete executivo foi aniquilado e é sua responsabilidade assumir o mais difícil cargo que já ocupou. Inteligente e humana, dura e carinhosa.


Kara "Starbuck" Thrace (Battlestar Galactica)
(Por Katee Sackhoff) Existem poucas personagens femininas como a Starbuck. Na primeira versão da série é um homem. Mas a versão feminina não deve em nada ao primeiro. Farrista, adora um carteado, bebe muito e pilota caças de combate como ninguém. Sua infância atribulada não a enfraqueceu, mas a tornou incapaz de amar sem odiar ao mesmo tempo. Ela não dava valor à sua vida, portanto se arriscava em missões e mais missões, em busca de algo que ela nem sabia o que era.

BABYLON 5
Comandante Susan Ivanova (Babylon 5)
(Por Claudia Christian) Engraçada, reservada, workaholic, Susan teve uma infância difícil por sua mãe ser telepata e pela PsiCorp. viver infernizando a vida da família, até que a mãe não aguentou e se matou. Seu relacionamento com o pai era difícil, em especial depois da morte do irmão. Mas Susan é leal ao extremo às suas convicções e não se trai, nem trai aos outros. Mas nunca deu uma chance à sua vida pessoal, que sempre ficou em segundo plano.


Embaixadora Delenn (Babylon 5)
(Por Mira Furlan) Sempre gostei da sensibilidade da Delenn e na sua devoção por suas crenças e tradições. Mesmo quando se tornou um híbrido de Minbari com humanos, nunca deixou sua tradição milenar de lado e foi preciso levar seu planeta natal à guerra para provar que tinha razão e que deveriam segui-la. Dificilmente é possível ver Delenn nervosa ou gritando, sendo uma das mulheres mais fortes e ao mesmo tempo delicadas do universo SciFi.


Sei que deixei muitas de fora. Mas não queria fazer um post muito grande (maior do que já está!). É interessante sempre lembrar dos personagens que mais gostamos, por isso, coloque nos comentários alguma personagem que você gosta e que não está na lista, explicando o porque. Não assisti tudo o que existe de ficção científica, certamente existem personagens a adicionar.

Até mais!

Sybylla

Fã do futuro e da ficção científica. Geógrafa, professora, blogueira, escritora de FC. Capitã da Frota Estelar. Esperando para voltar para o meu planeta. Leia mais.





Leia esses também...

0 comentários

ANTES DE COMENTAR:

Comentários anônimos, incompreensíveis ou com ofensas serão excluídos.
O mesmo vale para comentários:
- ofensivos e com ameaças;
- preconceituosos;
- misóginos;
- homo/lesbo/bi/transfóbicos;
- com palavrões e palavras de baixo calão;
- reaças.
A área de comentários não é a casa da mãe Joana, então tenha respeito, especialmente se for discordar do coleguinha. A autora não se responsabiliza por opiniões emitidas nos comentários. Essas opiniões não refletem necessariamente as da autoria do blog.

Viajantes

Curta no Facebook

❤️


"A ficção científica é um substituto para todos os lugares que eu nunca vou alcançar nessa vida."

James W. Harris