Resenha: Intruso de Iain Reid

Esse livro vai enganar você até bem perto do final. Comecei lendo achando que era uma coisa, depois você já não sabe mais no que está pensando e chega no final pensando como assim??. Apesar do que a capa diz sobre "ler com as luzes acesas", não acho que seja um livro de terror, mas de um suspense psicológico que vai te fazer pensar em mil cenários diferentes para o mistério.



Parceria Momentum Saga e
editora Rocco


O livro
Júnior e Henrietta moram praticamente isolados em uma fazenda. É isso o que você sabe sobre os personagens por um bom tempo. Admito que no começo eu tive problemas com o enredo, pois é só isso o que temos, além de um terceiro personagem, Terrance. Júnior está olhando pela janela quando vê os faróis de um carro se aproximando. Pergunta para a esposa, Hen, se ela espera visitas, mas os dois não sabem quem está chegando pela estrada. Você já percebe algo estranho pela forma como os diálogos são construídos. E isso é muito importante para o que acontece no final.

Resenha: Intruso de Iain Reid

A harmonia familiar é perturbada pela chegada de Terrence. Ele representa uma empresa chamada OuterMore, que sorteou o nome de Júnior para uma empreitada ousada. A gente já sente a mudança brusca na rotina do casal com a chegada desse homem de cabelo comprido, dizendo que representa uma grande empresa. Os dois ficam desconfiados, ouvindo passivamente o que ele tem a dizer. Júnior foi sorteado pela empresa para participar da Instalação, uma viagem no espaço em que ele terá que morar lá por dois anos.

Sem muitas informações além disso, Terrance vai embora deixando o casal para digerir a informação. Júnior fica pensando como poderá viver longe de Hen, ao mesmo tempo que nota uma grande mudança no comportamento da esposa. Ela trancou a porta do quarto e pediu para dormir sozinha por vários dias. Mal trocou uma palavra com ele naqueles dias depois da visita do homem da OuterMore e mal conseguia ficar em sua presença. Ao longo do tempo, as coisas se ajustam, passando-se dois anos desde a visita de Terrence. Porém a marca foi deixada. A vida dos dois foi alterada, de uma forma ou de outra.

A visita do homem acabou abalando Júnior mais do que queria admitir e ele não parou mais de pensar na tal viagem. Faria mesmo isso? Como deixar tudo para trás por dois anos. E sua vida com Hen? Tudo bem que ele não lembra mais de sua vida antes da presença da esposa, mas sua vida é a esposa. Como ficará sem ela? Eis então que um dia, Terrence volta e diz que precisará ficar alguns dias para colher informações relevantes para a missão. E de novo, a harmonia do casal é abalada. Devo dizer que achei que o autor cairia no clichê de criar algum tipo de triângulo amoroso no livro. Não é que não tenha relacionamentos acontecendo no livro, apenas não é o que a gente estava esperando. E que bom!

Conforme o enredo se desenrola e Terrence entra cada vez mais na vida do casal, as coisas vão se mostrando e começamos a conhecer melhor o universo do livro. É um mundo com tecnologia avançada, como carros que se dirigem sozinhos e viagens espaciais, mesmo que o cenário do livro seja bem provinciano, em uma fazenda. Mas o que interessa mesmo é a dinâmica dessas três pessoas e descobrir quem é de fato o intruso da história. Foi uma maneira bem interessante de trabalhar com o psicológico dos personagens e volta e meia eu achava que seria incapaz de compreender o que estava acontecendo. Até que a gente chega perto do final e a coisa se mostra para nós. Ainda que eu tenha suspeitado do que estava acontecendo, o autor conseguiu me espantar no final.

O desespero nunca se satisfaz sozinho. O desespero não quer ficar só. O desespero quer companhia. Mas eu não me desespero. Agora não. Não se estiver seguindo em frente.

Página 54

É um livro muito rápido de ler. Quando eu menos esperei, virei e a página e o livro acabou. E é só nesse momento que as peças se encaixam e você pensa gente, agora eu entendi o que aconteceu no começo!. Está bem traduzido por Maira Parula e não encontrei grandes problemas de revisão ou tradução no livro. A lombada, porém, tende a deformar caso a gente abra o livro com força, então preste atenção para não deformar.


Ficção e realidade
Como você reagiria se te avisassem que você ganhou uma viagem para o espaço e que vai morar lá por dois anos? É uma pergunta complicada, certo? Existem muitas coisas envolvidas, muito o que se deixar para trás, muitos riscos a assumir. Iain optou por falar do custo emocional de quem fica, daqueles que terão que continuar sua vida, enquanto algum ente querido está participando de uma missão. E no caso de Hen, ela acabou ficando com toda a carga emocional da empreitada e isso teve um alto custo para ela. Aliás, senti um certo tom de crítica a respeito, em especial à carga emocional imposta às mulheres, que precisam resolver tudo sozinha. É o caso de Hen. Quanto a Júnior, bem, aí vai ser spoiler se eu disser!

Iain Reid

Iain Reid é um escritor canadense, ganhador do RBC Taylor Emerging Writer Award em 2015.


Pontos positivos
Suspense
Terrance
Bem escrito
Pontos negativos

Pode ser lento, em especial no começo


Título: Intruso
Título original em inglês: Foe
Autor: Iain Reid
Tradutora: Maira Parula
Editora: Fábrica231 (Editora Rocco)
Ano: 2019
Páginas: 288
Onde comprar: na Amazon!


Avaliação do MS?
Não achei que o livro fosse me fisgar como fisgou. Comecei sem muita pretensão, mas de repente estava virando as páginas, sem conseguir parar, querendo logo chegar ao final para descobrir o que estava acontecendo. Achei um livro bem inteligente na forma de lidar com conceitos simples. Quatro aliens para o livro e uma forte recomendação para você ler também!


Até mais!


Já que você chegou aqui...

COMPARTILHE

Seja o primeiro a comentar.

ANTES DE COMENTAR:

Comentários anônimos, com Desconhecido ou Unknown no lugar do nome, em caixa alta, incompreensíveis ou com ofensas serão excluídos.

O mesmo vale para comentários:

- ofensivos e com ameaças;
- preconceituosos;
- misóginos;
- homo/lesbo/bi/transfóbicos;
- com palavrões e palavras de baixo calão;
- reaças.

A área de comentários não é a casa da mãe Joana, então tenha respeito, especialmente se for discordar do coleguinha. A autora não se responsabiliza por opiniões emitidas nos comentários. Essas opiniões não refletem necessariamente as da autoria do blog.