Resenha: Aurora nas sombras, de Fabien Vehlmann & Kerascoët

Sabe quando você tem uma historinha fofa, mas bizarra? É a melhor definição de Aurora nas sombras, graphic novel da Darkside. É o tipo de narrativa que, cada vez que você lê, encontra novos significados e começa a compreender a profundidade da jornada de Aurora, a protagonista, e os outros personagens deste quadrinho sombrio vencedor do Prêmio Eisner de 2015.



Parceria Momentum Saga e
editora DarkSide


A graphic novel
Esse quadrinho é o que melhor descreve a alma das publicações da editora DarkSide. Começamos a jornada com Aurora, que está ansiosa por seu encontro com Hector. Os dois tomam chá, se paqueram timidamente, até que algo começa a acontecer. Algo começa a pingar na cabeça das pessoas, todos disparam a correr, sem entender o que está acontecendo. Aurora encontra um lugar para sair daquela estranha chuva vermelha e se vê em um mundo completamente estranho. Quando o quadro se abre é que a gente vê de onde esses pequeninos estão saindo: do corpo morto de uma garotinha.

Resenha: Aurora nas sombras, de Fabien Vehlmann & Kerascoët

A garota está estendida em um gramado, vestida com o que parece ser um uniforme de escola, sua mochila caída de lado com todo o material escolar, biscoitos para o lanche. Não sabemos nada dessa menininha morta, tentamos apenas juntar as peças pelo subtexto, pelas mensagens ocultas, mas acompanhamos a jornada de sobrevivência dos pequeninos no jardim onde o corpo estendido está, enquanto eles tentam se ajustar à essa nova realidade.

Aurora toma as rédeas da situação e tenta organizar o grupo de pequeninos neste lugar estranho, enquanto o corpo da menina começa a se decompor. Insetos, gatos, ratos, passarinhos, sapos, estão presentes e ameaçando o grupo assustado. Conforme o tempo passa, percebemos que fica cada vez mais difícil forjar alianças e contar com as pessoas. Podemos ver o reflexo das complexas emoções humanas no quadrinho. Para sobreviver alguns deles se submetem a situações horríveis, obedecem a déspotas, cedem ao medo e à perversão.

Existem situações perturbadoras na narrativa, como alguns dos pequeninos se alimentando do corpo em decomposição da garotinha, alguns deles se mutilando na tentativa de conseguir comida, alguns sendo enterrados vivos, canibalismo, violência. Os animais da floresta são vítimas frequentes dos pequeninos, que estão aos poucos cedendo ao lado mais selvagem, algo que nem eles sabiam que tinham.

Detalhe de Aurora nas sombras

Não se deixe enganar pela fofura do traço e das cores. Esta é uma história violenta, macabra, não devendo em nada para um livro de terror dos grandes mestres do gênero. Somos levados a questionar a sanidade de alguns dos pequeninos, mas isso seria questionar a nossa própria, certo? Eles não estão distantes de nós em situação de adversidade.

A edição da DarkSide tem aquele perfeccionismo diabólico que gostamos tanto. Capa macia com detalhes envernizados, lindas cores em papel encorpado. O traço fofo é um contraponto ao enredo tão severo de sobrevivência a qualquer custo. A tradução ficou na mão de Maria Clara Carneiro e está muito boa.


Ficção e realidade
É fácil fazer um paralelo com a humanidade, pois em situações adversas, até mesmo nós, humanos civilizados (?) cedemos e podemos cometer atos atrozes, selvagens, coisa que nem pensaríamos em um primeiro momento e depois ainda encontraremos justificativas perfeitas para isso. Quando vemos enredos distópicos e ficamos enojados com as ações de alguns personagens, estamos vendo na verdade do que nós seríamos capazes de fazer para sobreviver. Até onde iríamos? Seríamos capazes de matar? De mutilar e perseguir? A maioria de nós não pensa a respeito, pois vive nos confortos de uma cidade grande, mas a sombra da luta pela sobrevivência está sempre à espreita. Basta uma crise chegar.

Fabien Vehlmann & Kerascoët

Fabien Vehlmann é um autor francês de quadrinhos. Kerascoët é o pseudônimo da dupla de ilustradores franceses Marie Pommepuy e Sébastien Cosset. O casal mora em Paris e os dois são conhecidos por seus trabalhos conjuntos em vários quadrinhos e ilustrações para livros.


Pontos positivos
Cores
Bizarro
Construção de mundo
Pontos negativos
Muito curto
Pode ser nojentinho em algumas partes


Título: Aurora nas sombras
Título original: Jolie Ténèbres
Autores: Marie Pommepuy e Fabien Vehlmann
Ilustração: Kerascoët (Marie Pommepuy e Sébastien Cosset)
Tradutora: Maria Clara Carneiro
Editora: DarkSide
Ano: 2019
Páginas: 96
Onde comprar: Amazon


Avaliação do MS?
Um quadrinho fofo e bizarro, de morte e sobrevivência em cores e traços fofos. Juntar os dois foi simplesmente genial. Uma pena ser tão curto. Vai ter momentos em que você vai ser acometido pelo nojo intenso, já esteja avisada. Quatro aliens para a graphic novel e uma forte indicação para você ler também!

MUITO BOM!

Até mais! 💀

Já que você chegou aqui...

COMPARTILHE

2 COMENTÁRIOS

  1. Terminando de ler "Dracul" por sua recomendação. Adorando! Tenho tanta inveja de vc! Vc lê tantos livros legais !

    ResponderExcluir
  2. Oi Sybylla eu acabei de ler a graphic e senhor, que coisa maluca, bizarra e extremamente bom! Gostei muito da forma fantasiosa e creepie refletir muito na nossa realidade nos atos atrozes da nossa sociedade. Simplesmente incrível!
    Devo escrever a resenha em breve!
    Beijos!

    ResponderExcluir

ANTES DE COMENTAR:

Comentários anônimos, com Desconhecido ou Unknown no lugar do nome, em caixa alta, incompreensíveis ou com ofensas serão excluídos.

O mesmo vale para comentários:

- ofensivos e com ameaças;
- preconceituosos;
- misóginos;
- homo/lesbo/bi/transfóbicos;
- com palavrões e palavras de baixo calão;
- reaças.

A área de comentários não é a casa da mãe Joana, então tenha respeito, especialmente se for discordar do coleguinha. A autora não se responsabiliza por opiniões emitidas nos comentários. Essas opiniões não refletem necessariamente as da autoria do blog.