Resenha: A Nuvem, de Neal Shusterman

Eu estava bem ansiosa para a continuação de O Ceifador, um livro com uma discussão muito legal sobre humanidade e mortalidade, mas não estava preparada para o final deste livro! Pohan, Neal, como posso esperar tranquilamente pelo terceiro livro depois do que você fez aqui??



Este livro foi uma cortesia da Ed. Seguinte


O livro
Primeiro mandamento: matar√°s. Como que voc√™ controla a curva de crescimento populacional em uma sociedade que √© imortal? Complicado, n√£o √© mesmo? √Č por isso que surgiram os Ceifadores, uma corpora√ß√£o cujo prop√≥sito √© manter o crescimento em n√≠veis manej√°veis, para impedir uma superpopula√ß√£o que o planeta n√£o pode aguentar. Mas a ordem dos Ceifadores foi duramente atingida com a morte de um dos seus mais influentes e mortais membros, que defendia que um ceifador deveria matar por prazer, o que vai contra todos os princ√≠pios da Ceifa. Um ceifador decente n√£o deveria gostar do que faz.


Citra se tornou Ceifadora, mas Rowan se tornou um andarilho das sombras, ceifando por conta pr√≥pria a vida daqueles ceifadores que v√£o contra os princ√≠pios da ordem. E ele se tornou uma amea√ßa s√©ria para todos aqueles que adoram um banho de sangue. Se no primeiro livro n√≥s tivemos um problema de desenvolvimento de alguns personagens, aqui Neal conseguiu arrumar boa parte dele. Especialmente a fala de profundidade da Nimbo-C√ļmulo, a intelig√™ncia artificial que a todos governa, exceto a Ceifa, que lhe √© invis√≠vel.

Um dos pontos que me desagradaram no primeiro livro foi a falta de mais informa√ß√Ķes justamente sobre a Nimbo-C√ļmulo. Neste livro o autor ampliou consideravelmente sua participa√ß√£o e ela se torna uma personagem passiva, tendo que agir de maneira subjetiva para interferir no terr√≠vel cen√°rio que ela vem testemunhando a respeito das atitudes de determinados ceifadores.

Se meu corpo √© a Terra, n√£o passo de um gr√£o de p√≥ na vastid√£o do espa√ßo. Me pergunto como seria se minha consci√™ncia um dia abarcasse a dist√Ęncia entre as estrelas.

P√°gina 79

Gostei muito de poder conhecer mais sobre a Nimbo-C√ļmulo porque ela simplesmente mant√©m um olhar sobre a sociedade, calculando proje√ß√Ķes e como ela pode dar a cada cidad√£o os meios para poder viver. Interessante notar que existe uma pequena porcentagem da popula√ß√£o que s√≥ encontra um sentido na vida atrav√©s da rebeldia. Ent√£o ela cria lugares espec√≠ficos onde as pessoas podem ser rebeldes sem machucar algu√©m ou destruir o patrim√īnio. √Č uma l√≥gica brilhante se voc√™ parar pra pensar.

Paralela √†s vidas de Citra e Rowan, vemos outros pontos de vista, como o ceifador Faraday que est√° em busca de um antigo segredo a respeito da Ceifa, Greyson, que acaba tendo na Nimbo-C√ļmulo uma figura parental e os aprendizes do nojento do ceifador Goddard que ainda v√£o aprontar neste segundo volume. A forma como Neal intercala as vis√Ķes e situa√ß√Ķes foi brilhante. N√£o h√° um momento em que voc√™ pense "nossa, que leitura arrastada", porque voc√™ n√£o tem tempo de pensar enquanto a mente se ocupa com todas as maquina√ß√Ķes das personagens.

Preserve essa sua consci√™ncia, Anast√°ssia. Nunca a deixe perecer. √Č a posse mais valiosa de um ceifador.

P√°gina 191

E claro, temos este final que me deixou descaralhada da cabe√ßa. Como o primeiro livro √© bastante introdutor em uma s√©rie de conceitos deste mundo imortal, o segundo volume √© mais √°gil e a Nimbo-C√ļmulo acaba sendo uma protagonista bem mais atuante do que antes, nos dando uma vis√£o bem ampla de sua atividade e sua psicologia. Sim, ela √© bem emp√°tica com a humanidade e h√° v√°rias passagens de como ela est√° preocupada com o nosso futuro.

Este livro está bem diagramado, mas tem alguns problemas sofríveis de revisão, cacofonias horríveis e erros de tradução aqui e ali. Acabei rabiscando algumas páginas para os meus olhos não sangrarem. Não chega a atrapalhar a leitura em si, mas incomoda pelo amadorismo de deixar isso passar em um livro que tem dois revisores. Além disso, este volume ficou maior em altura ao livro anterior e aos que se incomodam com isso vai ficar horrível na estante.

Ficção e realidade
O livro tem uma l√≥gica inquietante: em uma sociedade imortal, como que voc√™ impede a explos√£o populacional? E quem voc√™ escolheria para ser o carrasco da humanidade? Voc√™ seria uma boa ceifadora? Teria coragem de escolher algu√©m aleatoriamente e matar no meio da rua? Ali√°s, por que algu√©m gostaria de ser imortal? Nossa sociedade se baseia no fato de que a vida um dia ter√° um fim. √Č por isso que escrevemos livros, compomos m√ļsicas, constru√≠mos fam√≠lias e la√ßos de amizade, porque a vida √© curta e devemos aproveit√°-la ao m√°ximo. Se voc√™ vai viver para sempre, n√£o precisa ter pressa. Como ficaria a sociedade dessa forma? Complicado, n√£o √©?

Neal Shusterman

Para uma sociedade imortal, todo o nosso sentido de existência, trabalho, relacionamentos, teriam que passar uma severa mudança. Se nossa longevidade dobrasse dos 70 anos em média para 140 já teríamos que mudar uma série de leis, de códigos de conduta, de moralismos e pensamentos, já que os 70 seriam a nova "meia idade". Estamos prontas para este tipo de mudança?

Pontos positivos
Nimbo-C√ļmulo
Ceifadora Anast√°ssia
Dilemas éticos e morais
Pontos negativos

Alguns personagens rasos
Maior que o primeiro

Título: A Nuvem
Título original em inglês: Thunderhead
Saga Scythe
1. O Ceifador
2. A Nuvem
3. The Toll (previs√£o 2019)
Autor: Neal Shusterman
Tradutor: Guilherme Miranda
Editora: Seguinte
P√°ginas: 495
Ano de lançamento: 2018
Onde comprar: Amazon

Avaliação do MS?
Enquanto lia, eu pensava que jamais daria uma boa ceifadora. Jamais teria a frieza necessária do ceifador Faraday ou da ceifadora Anastássia para matar uma pessoa e depois contatar a família. Este, porém, é um requisito para os aprendizes, não gostar do que faz, ou você corre o risco de ser um assassino frio, com gosto pela morte. A linha, no entanto, é muito fina para alguns dos ceifadores que gostam de umo banho de sangue. Com um final bombástico, o livro vai te fazer pensar sobre a moralidade da morte, querendo ou não. Quatro aliens para o livro e uma forte recomendação para você ler também.


At√© mais! ūüíÄ

Já que você chegou aqui...

COMPARTILHE

1 Coment√°rio

ANTES DE COMENTAR:

Coment√°rios an√īnimos, com Desconhecido ou Unknown no lugar do nome, em caixa alta, incompreens√≠veis ou com ofensas ser√£o exclu√≠dos.
O mesmo vale para coment√°rios:
- ofensivos e com ameaças;
- preconceituosos;
- misóginos;
- homo/lesbo/bi/transfóbicos;
- com palavr√Ķes e palavras de baixo cal√£o;
- reaças.
A √°rea de coment√°rios n√£o √© a casa da m√£e Joana, ent√£o tenha respeito, especialmente se for discordar do coleguinha. A autora n√£o se responsabiliza por opini√Ķes emitidas nos coment√°rios. Essas opini√Ķes n√£o refletem necessariamente as da autoria do blog.