10 dicas para blogar mais e melhor!

segunda-feira, agosto 08, 2016

Em seis anos de blog eu li todo o tipo de dicas para blogar. Algumas funcionam, outras não. Algumas pessoas me perguntam como blogar por tanto tempo e não sei dizer, porque o que funciona para mim pode não funcionar para os outros. Mas uma coisa é essencial para manter a blogagem por tanto tempo, em meio a tantos outros blogs: perseverança. Blogar expõe suas ideias para o mundo, no entanto atrai alucinados, trolls, para-quedistas, que muitas vezes atrapalham nosso trabalho e pode prejudicar seu blog. Perseverar é preciso.




Reuni algumas dicas.

10. Conheça o seu público
O público do Saga é um público mais velho, entre 24 e 38 anos, a maioria mulheres, mas tenho vários leitores homens também. A maioria curte séries, livros, mas não curte tanto um conteúdo em vídeo, gosta mais de textos. Eles costumam usar Facebook e Twitter, não usam muito as redes mais recentes, como Snapchat. Pinterest também não é uma rede que eles usem muito. Tanto sei disso que a maior parte do tráfego do blog vem realmente destas duas redes, Facebook e Twitter. Se não sabe como conhecer seu público, coloque uma pesquisa no ar e chame o povo para responder.

9. Converse com o leitor
Sei que muita gente, ao blogar, escreve "vocês". Se escrever em um blog é um ato solitário, ler também é. Ao usar 'você', o tom do post se torna muito mais pessoal. Quem lê, geralmente, fará isso ao chegar no trabalho, enquanto se apronta para começar a trabalhar, ou lê no transporte público, pelo celular, ou ao chegar em casa, um pouco antes de dormir. Não é um grupo lendo ao mesmo tempo, então personalize sua fala, estabeleça um tom de conversa mesmo. Leia o post em voz alta e veja se a sonoridade dele agrada. Se não, reescreva.

8. Coisas boas vêm com tempo
Muita gente desanima do blog depois de uns meses, porque não consegue audiência. Sinto dizer que se você espera que seu blog exploda de visitas logo no primeiro mês, está blogando pelos motivos errados. Se o seu trabalho é bom, pertinente, bem escrito e relevante para as pessoas, acredite, ele será conhecido, mas se você começou agora, tenha em mente que o retorno pode demorar. Eu leve 5 anos para chegar a mais de 100 mil visualizações mensais, o que ainda é pouco perto de outros blogs na rede, mas me satisfaz imensamente.

7. Use imagens relevantes no texto
Se seu assunto é livro, coloque imagens de livrarias, bibliotecas ou faça uma sessão de fotos com seus livros preferidos. Um texto plano, reto, sem pausas acaba cansando o leitor e ele vai achar seu conteúdo chato, maçante. Uma imagem bem colocada - e não precisam ser várias - torna a leitura mais interessante e descansa o olhar do leitor. Gosto de pegar imagens para blogar do Pexels, onde elas são gratuitas para uso não-comercial. E o principal: não use imagens pequenas.

6. Edite suas imagens
Usar imagens não é o suficiente se elas não estiverem atraentes. Às vezes elas precisam de um retoque no brilho, no contraste, na cor ou você precisa adicionar alguma mensagem. Sei que muita gente usa o Photoshop para isso, mas ferramentas online dão conta do recado para coisas simples e ajudam muito no dia-a-dia. Por exemplo, a imagem que ilustra o post veio do Pexels, mas eu a editei no Canva. Nele você pode exportar em PDF, jpeg ou png, depois é só colocar no seu post. Use as atribuições 'title' e 'alt' nelas, especialmente 'alt', pois ajuda o Google na hora de indexar seu blog e ajuda deficientes visuais a ler sua imagem.

5. Você não precisa escrever textão
Meus posts costumam ser muito grandes, porém é uma característica minha e até da temática do Saga. Além disso, meus leitores consomem esses textos. Só que nem sempre você precisa de um textão para passar uma informação para o leitor. Não se sinta pressionado a escrever um post gigante, pois você corre o risco de encher linguiça e, acredite, o leitor vai perceber. Seu tema é quem vai direcionar sua escrita, não se pressione. Atente-se às normas do idioma. Erros, especialmente de digitação, são corriqueiros, mas a falta de domínio da escrita pode afastar leitores.

4. Não se compare a outros blogs

Seu trabalho é seu trabalho. Sim, você pode se inspirar em outros blogs e outros trabalhos, pode pegar as dicas aqui e aplicar, mas não se sinta menor ou pare de blogar só porque o blog X tem mais visualizações que você. Sua estrada é unicamente sua e só você pode segui-la. O estresse não vale à pena e quando você para de se preocupar com isso e aplica sua identidade ao seu trabalho, o blog vai crescer, acredite.

3. Saiba utilizar as ferramentas de sua plataforma

Blogger, Tumblr ou Wordpress, não interessa. Todas elas te dão opções de personalização e SEO para otimizar suas postagens e seu blog. Aprendi a customizar o HTML do Blogger na unha, dia após dia e quando comecei a aplicar o SEO corretamente, minhas visualizações aumentaram. Comecei a ter três vezes mais visualizações e o tempo de permanência do visitante no blog aumentou. Por exemplo, qual é a palavra chave do seu texto? É 'livros'? Coloque livros nas tags, na descrição da pesquisa e no título do texto.

2. Desligue-se do mundo ao escrever

Quando sento para escrever um texto, fecho as abas das redes sociais. Se preciso do Google eu abro uma aba, mas fora isso, corto o contato com o mundo lá fora. Se não o fizer, o texto não sai legal. Antes de escrever, escolho a imagem ou imagens, edito, faço o que preciso ser feito nela, introduzo no blog e escrevo. É um ritual, mas funciona. Encontre o que funciona para você, mas se desligar das redes sociais vai te ajudar muito a manter o ritmo. Depois de escrever, ponha os links necessários, visualize a postagem e programe o texto. Não gosto de escrever e logo em seguida postar, preciso deixar programado, voltar e dar uma revisada. E também tenha em mente que você não tem que postar todo santo dia. Nem todo leitor tem tempo de ler sete posts semanais.

1. Seu blog, suas regras

Você não tem que permitir todo e qualquer comentário apenas para ter um alto número de comentaristas na barra lateral. Você não tem que ouvir desaforos por expôr sua opinião. Aliás, não escreva textos com "na minha opinião, esse livro é muito bom". É teu blog! É óbvio que é sua opinião que conta ali. Se o leitor não respeita sua opinião, é sinal de que ele não respeita seu trabalho e vai encher sua caixa de comentários de bobagem. Lembre-se: comentar em um blog é um privilégio que você estende ao leitor, não é um direito universal. Interação com os leitores é muito importante, mas sua paz de espírito também é.

Espero que essas dicas te ajudem.

Até mais!

Já que você chegou aqui...

Sybylla

Fã do futuro e da ficção científica. Geógrafa, professora, blogueira, escritora de FC. Capitã da Frota Estelar. Esperando para voltar para o meu planeta. Leia mais.





Leia esses também...

3 comentários

  1. Adorei o post mas fiquei com umas dúvidas. Tenho um blog no WordPress sobre sustentabilidade. Mas não entendi essa informação que você deu: Use as atribuições 'title' e 'alt' nelas, especialmente 'alt', pois ajuda o Google na hora de indexar seu blog e ajuda deficientes visuais a ler sua imagem. Como eu faço isso?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "alt" e "title" são atribuições de imagem. Não sei como estão no Wordpress, mas estão lá, pois todo sistema de blogagem tem. Você verá, provavelmente como "descrição". Dê uma buscada no Google por essas atribuições pra Wordpress que você vai achar.

      Excluir
  2. Excelente post, Sybylla, principalmente em relação aos itens 8 e 9, que refletem muito o que já passei e passo até hoje com o Desbravando Livros. Ter um blog é só um motivo a mais para adquirir amigos literários e melhorar a nossa experiência como leitores. Vida longa! o/

    http://desbravandolivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

ANTES DE COMENTAR:

Comentários anônimos, incompreensíveis ou com ofensas serão excluídos.
O mesmo vale para comentários:
- ofensivos e com ameaças;
- preconceituosos;
- misóginos;
- homo/lesbo/bi/transfóbicos;
- com palavrões e palavras de baixo calão;
- reaças.
A área de comentários não é a casa da mãe Joana, então tenha respeito, especialmente se for discordar do coleguinha. A autora não se responsabiliza por opiniões emitidas nos comentários. Essas opiniões não refletem necessariamente as da autoria do blog.

Viajantes

Curta no Facebook

❤️


"A ficção científica é um substituto para todos os lugares que eu nunca vou alcançar nessa vida."

James W. Harris