Resenha: Garota Exemplar, de Gillian Flynn

sábado, fevereiro 15, 2014

Pense em um livro que começa eletrizante, com mistérios, com um culpado óbvio, um casamento com problemas, uma esposa solitária em uma cidade estranha e um marido acima de qualquer suspeitas. Agora imagine que no meio do livro acontece uma reviravolta chocante, onde você se pergunta "uau, como isso pode acontecer" e depois o livro termina e você se pergunta porque leu aquela merda. Este é Garota Exemplar.




O livro
Amy é filha única. Filha de um casal de escritores conhecidos no país todo por suas obras infantis "Amy Exemplar". Seria um tipo de Coleção Vagalume, todo mundo conhece, todo mundo leu. Ela conhece um príncipe encantando em Nova York, Nick, um homem maravilhoso, jornalista e os dois acabam se casando. Mas a recessão ataca todo mundo no país, os dois perdem o emprego e ao mesmo tempo a mãe de Nick descobre um câncer. Ele resolve voltar para casa a fim de ajudar a irmã a cuidar da mãe doente, arrastando Amy junto.


No dia do aniversário de 5 anos de casamento, Nick chega em casa e não encontra a esposa. A sala está revirada, o ferro de passar roupas ligado, as portas abertas. Amy desapareceu. Logo, pelas páginas do diário de Amy, vemos o quanto ela está infeliz com a situação. Morando em uma cidade provinciana, também atacada pela recessão, vivendo um ritmo que ela desconhecia em Nova York. Ela faz de tudo para agradar ao marido, aos vizinhos, à família do marido, aos próprios pais. Seu diário é um resumo de uma vida infeliz. Logo, a suspeita por seu sequestro recai sobre o marido que se comporta de maneira estranhamente suspeita.

O caso se torna nacional, vai parar em todas as redes. Nick se torna odiado em rede nacional conforme a polícia vai desvendando segredos e chegando perto da verdade. Nick parece, de fato, totalmente culpado e você começa a odiá-lo com todas as forças. Aí, chega um momento no meio do livro que tudo vira do avesso e você pensa, "MAS HEIN???". Sim, é uma surpresa boa, pois Gillian o leva a formar uma opinião e depois a esmigalha em mil pedacinhos, levando o leitor para outro rumo completamente diferente. Ninguém é o que parece nessa história, em especial o casal.


Mas, maaaaaaaas, nem tudo são flores. Você lê, perde o fôlego, se irrita, vai por caminhos errados, e de repente chega a um final blégh! Melhor palavra para descrever o final: blégh! Você para e pensa "quer dizer então que vai terminar assim??". Juro, se eu estivesse lendo o livro físico e não o ebook, teria arremessado Garota Exemplar pela janela por conta desse final besta. A autora, sem dúvida alguma, escreve bem. Temos personagens odiosamente reais, com defeitos, com virtudes, com mentes diabólicas e capazes de fazer coisas impensáveis. Justamente por todo este enredo grandioso e personagens cativantes que o livro merecia um final melhor. Não é o que aconteceu aqui.


Ficção e realidade
Sei que muitos casamentos e relacionamentos são abalados por crises econômicas, por recessões, por dificuldades financeiras. Se o casal realmente se ama, quer permanecer junto, eles podem sair dessa juntos. Mas fica claro em Garota Exemplar que um lado desistiu de tentar e precisou, à força, fingir que poderia levar aquilo a diante pelo bem de todos. Outra coisa irritante, são os clichês femininos presentes em todas as páginas. São tantos, mas tantos, que eu lia por cima alguma descrição babaca de uma personagem, enquanto os homens eram sempre fortes, decididos, meio nervosos, mas ~certamente~ mais virtuosos no livro do que qualquer outra mulher por ali.


Pontos positivos
Personagens bem construídos
Thriller psicológico
Suspense
Pontos negativos

Final completamente sem noção
Clichês femininos

Título: Garota Exemplar
título original: Gone Girl
Autor: Gillian Flynn
Editora: Intrínseca
Páginas: 448
Onde comprar: Grandes livrarias


Avaliação do MS?

Uma pena que um thriller incrível, com todos os detalhes psicológicos doentios entre duas pessoas que se amavam e passaram a ter problemas no relacionamento, tenha tido um final que, para mim, estragou todo o livro. Acho que por isso que sou chata com tudo o que escrevo, pois enquanto o final não estiver suficientemente bom, eu não divulgo, não dou para ninguém ler. Acho que Gillian não sabia como terminar e deixou daquele jeito escroto mesmo. Três aliens para o livro.


Até mais!

Sybylla

Fã do futuro e da ficção científica. Geógrafa, professora, blogueira, escritora de FC. Capitã da Frota Estelar. Esperando para voltar para o meu planeta. Leia mais.





Leia esses também...

0 comentários

Viajantes

Curta no Facebook

❤️


"A ficção científica é um substituto para todos os lugares que eu nunca vou alcançar nessa vida."

James W. Harris