Resenha: Os 13 Porquês, de Jay Asher

sexta-feira, julho 05, 2013

A resenha de hoje não é sobre um livro de ficção científica, mas é um livro que alerta para um sério problema dentro das escolas e na vida dos adolescentes: o bullying. Não só isso, conta também sobre as angústias de alguém que foi levada até o limite e precisou dar um fim à uma situação que parecia sem saída.



O livro
Clay Jensen chega da escola e encontra uma caixa de sapatos com 7 fitas K7 dentro. A caixa está endereçada em seu nome e ele não vê outra opção além de ouvi-las. Com um velho walkman de um amigo, ele descobre que quem narra os acontecimentos nas fitas é Hannah Baker, sua paixão da escola e que cometeu suicídio duas semanas antes, deixando uma vizinhança perplexa. E é com muita surpresa que ele descobre que existem 13 motivos naquelas fitas para que ela cometesse um ato tão radical.


Tudo nessa situação é novo para Clay. O modo "arcaico" com o qual Hannah resolveu deixar suas memórias é um desafio em si. O fato de cada um dos envolvidos receber, ouvir e ter que passar para a pessoa seguinte na ordem correta que ela estabeleceu e a presença de um mapa, onde Hannah sinalizou cada um dos eventos traumáticos que acabaram com sua alegria de viver. O fato de ter desejado se aproximar mais dela e quando o fez, foi tarde demais. Ele chora, se irrita, se magoa e fica indignado ao descobrir por tudo o que ela passou, sabendo que não tem como ajudá-la.

O leitor é obrigado a acompanhar Clay pelos locais que ela indica, obrigado a sentir a frustração dele, pensando se alguma coisa que fez foi um dos motivos para ela querer terminar com sua vida. Ter que mentir para a mãe, dizendo que as fitas são sobre um assunto da escola, quando na verdade ele sofre a cada minuto da gravação de Hannah, tentando imaginar qual seria sua parcela de culpa.

Ficção e realidade
É muito estranho ler e acompanhar a narração de Hannah, sabendo que ela morreu e que tudo aquilo é póstumo. É triste também pensar que muitos adolescentes sofrem com os boatos espalhados por colegas mal intencionados e que sofrem em silêncio, por não terem com quem contar. A escola tem se mostrado, não é de hoje, um ambiente hostil para muitos jovens com problemas de auto-estima e muitos são vítimas de preconceito por terem tais problemas.


Encontrei muito preconceito pelas resenhas que li, chamando Hannah Baker de fraca, que ela poderia ter evitado uma série de situações que a levaram a cometer tal ato extremado. Isso mostra o preconceito que ainda existe contra suicidas ou contra pessoas que desistiram de viver e que precisam de ajuda. Nossas meninas são ensinadas a evitar situações, mas por que os rapazes não são ensinados a respeitar as moças? Isso teria evitado vários problemas para Hannah.

Pontos positivos
Assunto pertinente
Escrita fluída e concisa
Um alerta sobre suicídio
Pontos negativos

Algumas cenas mal descritas com perda de ritmo


Título: Os 13 Porquês
Título original: Thirteen Reasons Why
Organização: Jay Asher
N.º de páginas: 244
Ano: 2009
Editora: Ática
Onde comprar? Amazon


Avaliação do MS?
Tirando algumas cenas chatinhas, o livro segue numa boa narrativa, sem perder muito o ritmo. É triste acompanhar a sina de Hannah, sabendo que ela tirou a própria vida depois de gravar as fitas. O livro é principalmente sobre não julgar sem saber de todos os porquês. Muito bom, recomendo a leitura, por isso quatro monstrinhos.


Até mais!

Sybylla

Fã do futuro e da ficção científica. Geógrafa, professora, blogueira, escritora de FC. Capitã da Frota Estelar. Esperando para voltar para o meu planeta. Leia mais.





Leia esses também...

0 comentários

ANTES DE COMENTAR:

Comentários anônimos, incompreensíveis ou com ofensas serão excluídos.
O mesmo vale para comentários:
- ofensivos e com ameaças;
- preconceituosos;
- misóginos;
- homo/lesbo/bi/transfóbicos;
- com palavrões e palavras de baixo calão;
- reaças.
A área de comentários não é a casa da mãe Joana, então tenha respeito, especialmente se for discordar do coleguinha. A autora não se responsabiliza por opiniões emitidas nos comentários. Essas opiniões não refletem necessariamente as da autoria do blog.

Viajantes

Curta no Facebook

❤️


"A ficção científica é um substituto para todos os lugares que eu nunca vou alcançar nessa vida."

James W. Harris