Séries de ficção científica canceladas

quarta-feira, novembro 02, 2011

Nem tudo são flores no universo do show business. Existem séries de FC que por alguma razão não deram certo. Horário de exibição ou dia inadequados, baixo investimento, desentendimento entre atores e produção, concorrência. Escolhi algumas séries que duraram menos de dois anos e que foram canceladas por algum dos motivos acima.





Firefly
(De setembro/2002 a agosto/2003)
Quinhentos anos no futuro, cowboys especiais pioneiros tentam lutar contra o status quo, carregando contrabando, visitando lugares interessantes, volta e meia se debatendo contra mal feitores. A atriz brasileira Morena Bacarin era do elenco. Apesar de muito bem feita, com ótimos atores e cenários, a série teve uma baixa audiência e após apenas onze episódios, a FOX cancelou a série. Uma pena.


Stargate Universe
(De outubro/2009 a maio/2011)
Uma série com o nome Stargate tinha tudo para dar certo, visto o grande sucesso de Stargate SG-1 e Stargate Atlantis. Porém, como ela fugia do padrão Stargate - desta vez o foco seria mais nos personagens e não no Stargate e nos aliens - e a audiência foi baixa, ela foi cancelada no final da segunda temporada. Tinha bons atores, mas não agradou aos fãs.


Inimigo Invisível/The Burning Zone
(De setembro/96 a maio/97)
A trama girava em torno de uma equipe de cientistas que era despachada para regiões do mundo que tiveram surtos de doenças desconhecidas e potencialmente perigosas. Problemas ocorreram logo no décimo episódio, quando dois atores saíram da trama (um deles Jeffrey Dean Morgan, o pai dos irmãos Winchester de Sobrenatural), e a série foi cancelada algum tempo depois.


Um Homem sem Passado/Nowhere Man
(De agosto/95 a maio/96)
Thomas Veil, interpretado por Bruce Greenwood, é um jornalista e fotógrafo que quando volta para casa, vê sua vida inteira apagada. Sua esposa não o conhece, seu melhor amigo é morto e ele se vê perseguido por algo relacionado a uma foto tirada no Peru onde aparecem quatro soldados americanos. Era mistério demais na série, que teve baixa audiência apesar de ter sido elogiada pela crítica e foi cancelada após alguns episódios.


Crusade
(De 9 de junho/1999 a 1 de setembro/1999)
Se Babylon 5 fez sucesso, esperava-se que seu spinoff também fizesse. Uma praga alienígena infectou o planeta Terra e em cinco anos toda a população estará morta. Cabe à nave Excalibur sair em busca de uma cura por lugares desconhecidos do espaço. A série sofreu duros golpes do canal TNT que mudou a trama no meio da primeira e única temporada. A audiência despencou com a mudança de horários e foi enfim, cancelada.


Missão Alien/Alien Nation
(De setembro/89 a maio/90)
Uma nave alienígena com defeito pousa na Terra e seus habitantes são inseridos na sociedade. Os conflitos com humanos logo começam. A série foi baseada nos filmes de mesmo nome, mas apesar da audiência que deu à FOX na época, o retorno com os anunciantes foi muito baixo, não compensando o investimento. Além disso, os atores dos filmes não eram os mesmos da série e isso desagradou alguns fãs.


Os Pistoleiros Solitários/The Lone Gunmen
(De 4 de março a junho/2011)
O spinoff de Arquivo X, ao contrário do mesmo, não mexia com o sobrenatural, mas com enredos mais plausíveis, como terrorismo interno e conspirações do governo. Os três atores originais estavam presentes, mas mesmo com a crítica elogiando, a audiência da FOX despencou, assim como os anunciantes. O resultado foi o cancelamento após treze episódios, além da repercussão negativa que um episódio teve, onde mostrava uma conspiração do governo norte-americano em lançar um avião com passageiros sobre o World Trade Center.


Dark Angel
(De outubro/2000 a maio/2002)
Produzida por ninguém menos que James Cameron, a série fala de uma Seattle distópica, onde Max Guevara, uma moça geneticamente modificada, super rápida e super forte, escapa de uma instalação militar e passa a viver nas ruas. Apesar do sucesso inicial e das críticas favoráveis, o canal FOX fez mudanças no horário de exibição da série, o que fez a audiência despencar logo em seguida, culminando com o seu cancelamento.


John Doe
(De setembro/2002 a agosto/2003)
Ele acorda em uma ilha, sem saber seu nome, no entanto ele sabe responder qualquer pergunta feita. Do código original do DOS até todas as obras de Picasso, com nomes e datas. Mas é incapaz de saber quem é, o que lhe aconteceu e qual o seu passado. A série era boa, intrigante, mas o excesso de mistério e o horário ruim, fizeram a FOX cancelar a série logo no final da primeira e única temporada.


Caprica
(De janeiro/2010 a novembro/2010)
O spinoff de Battlestar Galactica, que se passa no planeta Caprica teve uma única temporada com 18 episódios, que conta a vida das doze colônias 58 anos antes da guerra com os Cylons, robôs criados para auxiliar os humanos que se voltam contra seus criadores. Era uma série mais centrada nas relações entre os indivíduos, mais pesada e com pegada jovem. Não agradou muito e foi cancelada logo em seguida.


Alcatraz
(De 16 de janeiro/2012 a 26 de março/2012)
A prisão em Alcatraz foi fechada e todos os prisioneiros transferidos, pelo menos era isso que todo mundo achava que sabia. Mas na verdade, os prisioneiros desapareceram do dia para a noite e retornam nos dias atuais cometendo uma série de crimes. Três agente precisam descobrir porque. Mesmo que em sua estreia a série tenha tido ótimos elogios, a audiência despencou no decorrer dos episódios e ela foi prematuramente cancelada.

A gente sabe que o público tem gostos variados. E sei também que existem muitas outras séries que naufragaram. Optei por essas pois foram mais famosas ou tiveram um apelo maior entre o público.

Até mais!

Sybylla

Fã do futuro e da ficção científica. Geógrafa, professora, blogueira, escritora de FC. Capitã da Frota Estelar. Esperando para voltar para o meu planeta. Leia mais.





Leia esses também...

0 comentários

Viajantes

Curta no Facebook

❤️


"A ficção científica é um substituto para todos os lugares que eu nunca vou alcançar nessa vida."

James W. Harris