10 razões para colonizar o espaço

quarta-feira, agosto 17, 2011

Tudo indica que a civilização humana tende a dominar o espaço. Talvez não agora, nem nos próximos cem anos, pois nossa tecnologia ainda nos impede de percorrer grandes distâncias e a economia instável das nações impede cooperação científica suficiente para a empreitada. A ficção científica já há muito tempo vem mostrando colônias fora da Terra e do nosso sistema solar, em geral em planetas extremamente semelhantes ao nosso, com população nativa igual à nossa, com um apetite sexual acima da média. Mas analisando o que temos aqui e o desafio de viver lá fora, quais são as razões para colonizarmos o espaço?




10. Fim da civilização - Esse parece ser o motivo mais óbvio, pois se alguma coisa acontecer à nossa sociedade, precisaremos recriá-la e mantê-la em outro lugar. Se algo que a história humana pode provar é a resistência e teimosia do ser humano.


9. Catástrofes e doenças - Se a situação ambiental na Terra se tornar insustentável devido à poluição por exemplo ou com doenças, problemas de infraestrutura e desastres, a necessidade de ir para fora aumentará.


8. Economia - Não sabemos como são os minérios extraterrestres, nem de que tamanho ficará nossa tabela periódica conforme avançarmos pelo espaço, mas com certeza um motivo econômico forte o suficiente, como um planeta repleto de diamantes ou de água, despertará a cobiça dos colonizadores.


7. Aumento populacional - Esse motivo já foi explorado por filmes como Pandorum, em que uma nave foi enviada para outro sistema solar a fim de estabelecer uma colônia fora da Terra, que estava em uma situação insustentável para manter a vida. Crescimento populacional deve ter um limite e isso não é ficção científica.


6. Escassez de alimentos - Esse vem a reboque do aumento populacional, já explicava Malthus. A produção de alimentos deve acompanhar o crescimento da população. Se um não acompanha o ritmo, vemos situações lamentáveis como na Somália. Mas aqui tem um problema: gerar comida no espaço será muito diferente de gerar comida na Terra.


5. Falta de espaço - Outro motivo que vem junto com o aumento populacional. O planeta é grande, mas nem todas as suas terras são cultiváveis ou ocupáveis. Veja a Antártica, por exemplo. Um continente imenso, com gelo, frio e poucas condições de habitação.


4. Ciência e tecnologia - As missões espaciais e a observação do céu são grandes geradoras de conhecimento técnico-científico e os obstáculos gerados pela necessidade de ocupar o espaço certamente gerarão consideráveis avanços. A questão é se esses avançados serão estendidos a todos os seres humanos.


3. Desastre iminente - Se a Terra for destruída por um cometa ou meteoro, por exemplo e não houver nada que se possa fazer a respeito em tempo hábil para evitar o fim, sair daqui pode ser a única solução.


2. Conquista - O ato da conquista é um marco civilizatório. Quantas vezes não ouvimos os relatos de povos do passado que conquistaram e foram conquistados por esta ou aquela civilização. É a lei do mais forte imperando e mesmo que lá fora não exista mais nada além de fungos e bactérias, com certeza a sensação de ser o primeiro a chegar num planeta tende a superar todas as dificuldades.


1. Curiosidade - O ser humano é um explorador curioso e nossa história prova esse fato várias vezes. Sempre fico imaginando o que se passava na cabeça do ser humano primitivo quando ele olhava para o horizonte e via o mar desaparecer na curvatura. Isso ocorre ainda hoje com maior intensidade cada vez que falamos de espaço. Ao invés de olharmos para o horizonte, olhamos para cima. Mesmo sabendo de todas as dificuldades que a empreitada gerará, a humanidade vai querer trilhar esse caminho.


E você, o que acha? Vale a pena? Até mais!

Sybylla

Fã do futuro e da ficção científica. Geógrafa, professora, blogueira, escritora de FC. Capitã da Frota Estelar. Esperando para voltar para o meu planeta. Leia mais.





Leia esses também...

0 comentários

ANTES DE COMENTAR:

Comentários anônimos, incompreensíveis ou com ofensas serão excluídos.
O mesmo vale para comentários:
- ofensivos e com ameaças;
- preconceituosos;
- misóginos;
- homo/lesbo/bi/transfóbicos;
- com palavrões e palavras de baixo calão;
- reaças.
A área de comentários não é a casa da mãe Joana, então tenha respeito, especialmente se for discordar do coleguinha. A autora não se responsabiliza por opiniões emitidas nos comentários. Essas opiniões não refletem necessariamente as da autoria do blog.

Viajantes

Curta no Facebook

❤️


"A ficção científica é um substituto para todos os lugares que eu nunca vou alcançar nessa vida."

James W. Harris