Resenha: Dinos do Brasil, de Luiz Eduardo Anelli e Felipe Alves Elias

Luiz Eduardo Anelli, de quem fui aluna, recebeu recentemente o Prêmio Jabuti de melhor livro da categoria Infantil e Juvenil, junto de Rodolfo Nogueira, por seu livro mais recente, "O Brasil dos dinossauros". Não só é uma vitória para a ciência brasileira como para a divulgação científica e para a paleoarte nacionais. Estamos tão habituados a ver dinossauros de fora em grandes e espetaculosas produções cinematográficas que ignoramos o passado rico que nosso país tem. Em Dinos do Brasil, Anelli e Felipe nos trazem os principais dinossauros encontrados em nossas terras!



O livro
Com uma linguagem acessível para crianças e adolescentes, é um livro que indico também para adultos curiosos e que queiram conhecer mais sobre os dinossauros brasileiros. Todas as ilustrações são coloridas e cada dino vem com informações sobre seu local de descobrimento, idade e tamanho. Ele é dividido por regiões, então conhecemos dinossauros paulistas, gaúchos, cearenses, mineiros, com curiosidades sobre seu nome, alimentação e uma extrapolação de sua aparência.

Resenha: Dinos do Brasil, de Luiz Eduardo Anelli e Felipe Alves Elias

Anelli também explica de maneira bem simples como que a gente descobre o tamanho e a aparência de um dino com tão poucos ossos. Logo no começo temos uma tabela estratigráfica simplificada que mostra a longa evolução da vida complexa na Terra e ele reforça que dinossauros não desapareceram; eles ainda estão andando e voando por aí. São as Aves!

O livro mostra o mundo como ele era na época dos dinossauros, com o mega continente Pangea e os continentes sendo identificados, o megaoceano Pantalassa e o mar de Tétis. Há também uma explicação sobre o trabalho do paleontólogo - cujo caminho no Brasil é pela pós-graduação, pois não existe curso de graduação - e como um fóssil se forma. Todas as ilustrações de Felipe são lindas e educativas, algo que se pode usar em sala de aula tranquilamente.

guaibassauro

Dinossauros como o sacissauro, guaibassauro, santanarraptor, amazonsauro, estão todos descritos e seu tamanho comparado ao de um ser humano. E os nomes são explicados, por isso não estranhe os nomes esquisitos. Muitos estão homenageando os locais onde foram encontrados, outros o nome de quem descobriu. São 23 dinossauros brasileiros descritos e ilustrados.

A edição da Peirópolis tem papel nobre, ilustrações bem coloridas e impressas, mas tem erros de digitação e diagramação que passaram despercebidas na revisão. São palavras juntas, onde não se bateu o espaço, ou teclas batidas duas vezes e ninguém reparou. Adorei o conteúdo inteiro, mas achei desnecessária a menção à Arca de Noé no começo, pois além de se tratar de um mito bíblico, também não tem como mensurar sua idade, diferente do que a gente faz com dinossauros. É um dado confuso e inútil, que nem devia estar lá.

Obra e realidade
O público brasileiro conhece dinossauros, basicamente, pelo o que assistiu nos filmes da franquia Jurassic Park. E o primeiro filme já é datado no sentido científico, pois muitas descobertas foram feitas desde então. Os filmes continuam mostrando dinos como lagartões sanguinários, mas temos que lembrar que os filmes são uma obra de ficção e ainda que fosse possível trazer os animais extintos, eles são uma quimera, como explica o Dr. Grant no terceiro filme.

É aqui que entra a importância de livros sobre os dinossauros brasileiros. Anelli tem vários livros de divulgação científica, mostrando a riqueza da nossa paleontologia e geologia. Uma das teorias vigentes atualmente é que o nosso território seria um centro de origem e dispersão de dinossauros, que então ganhariam a Pangeia. Fala se isso não é demais? Fala se a garotada não ficaria animada com uma informação dessas?

Luiz Eduardo Anelli e Felipe Alves Elias

Anelli é paleontólogo do Instituto de Geociências da USP e escritor, especialista em bivalves do Carbonífero e dinossauros por ocasião. É divulgador científico e um apaixonado pela ciência, tendo idealizado e montado a exposição Dinos na Oca. Felipe é biólogo e mestre em geologia, com ênfase em paleontologia e paleoartista desde 2004.

Pontos positivos
Ilustrações e arte
Dinossauros brasileiros
Colorido
Pontos negativos

Mênção à Arca de Noé

Título: Dinos do Brasil
Autor: Luiz Eduardo Anelli
Ilustração: Felipe Alves Elias
Editora: Peirópolis
Páginas: 80
Ano de lançamento: 2011
Onde comprar: Amazon

Avaliação do MS?
As aulas do professor Anelli eram algumas das minhas preferidas lá no IGc. Não só ele sabe muito do que está falando como também tem a didática necessária para passar informações de maneira direta. Seu trabalho, aliado ao do Felipe gerou um livro fabuloso, acessível, muito rico e perfeito para você presentar qualquer pessoa curiosa.

Leitura essencial! 🦕

Grawrrn! 🦖

Já que você chegou aqui...

COMPARTILHE

Seja o primeiro a comentar.

ANTES DE COMENTAR:

Comentários anônimos, com Desconhecido ou Unknown no lugar do nome, em caixa alta, incompreensíveis ou com ofensas serão excluídos.
O mesmo vale para comentários:
- ofensivos e com ameaças;
- preconceituosos;
- misóginos;
- homo/lesbo/bi/transfóbicos;
- com palavrões e palavras de baixo calão;
- reaças.
A área de comentários não é a casa da mãe Joana, então tenha respeito, especialmente se for discordar do coleguinha. A autora não se responsabiliza por opiniões emitidas nos comentários. Essas opiniões não refletem necessariamente as da autoria do blog.