10 coisas que você não sabia sobre O Planeta Proibido

O Planeta Proibido (1956) é um dos grandes marcos para o cinema de ficção científica, tendo inspirado muitas produções que viriam nos anos seguintes. Não só é um dos mais importantes filmes dos anos 1950 como também é tido como o precursor do cinema de ficção científica contemporâneo. O enredo fala sobre a nave estelar C-57D, que no século XXIII chega ao distante planeta Altair IV na esperança de determinar o que aconteceu com uma expedição enviada da Terra 20 anos antes.




Com um orçamento de quase 2 milhões de dólares, ele faturou apenas 2.700.000, mas foi um grande sucesso de crítica. Foi dirigido por Fred M. Wilcox e foi indicado para o Oscar da Academia por Melhores Efeitos Visuais, em 1957. Em 2013 ele entrou para a lista da Biblioteca do Congresso dos Estados Unidos de filmes com significância cultural, histórica ou estética.

10. Orçamento
O Planeta Proibido foi um dos primeiros filmes de ficção científica a receber um grande orçamento. FC não era um gênero levado a sério pela maioria dos estúdios e pelo público em geral, então estes filmes recebiam verbas de filmes B, o que geralmente levava a resultados decepcionantes. Como ele foi um sucesso de crítica, isso convenceu a indústria de que filmes bem feitos de FC podiam ser um sucesso.

9. Máquina de lavar
O robô Robby foi criado por Robert Kinoshita, que não foi devidamente creditado no filme. Ele passou cinco semanas fazendo rascunhos de um robô para o filme e por ser especialista em criar máquinas de lavar roupa, o robô acabou ganhando aquele estilo, com braços e pernas que parecem tubos de drenagem de uma máquina de lavar e uma cabeça com botões coloridos lembrando botões.

8. O Mágico de Oz
O filme foi gravado sobre os cenários e palcos criados para O Mágico de Oz (1939), rodado cerca de 17 anos antes. O jardim visto no filme é o mesmo do País dos Munchkins.

7. Já chegou o disco voador
O modelo para a nave da Terra em forma de disco foi mantida pela equipe de efeitos da MGM e depois reutilizada em diversas produções do estúdio nos anos seguintes como Além da Imaginação, de 1959 a 1962. O robô Robby, os uniformes da tripulação, os transportes, também foram reaproveitados pela mesma produção em 1959. A Máquina do Tempo (1960) reaproveitou os uniformes; a tecnologia de campos de força foi utilizada em Atlântida, Continente Desaparecido (1961) e em A Volta ao Mundo Sob o Mar (1966).

6. Leilão
Em novembro de 2017, a roupa do robô Robby, bem como o seu transporte original do filme, foram leiloados pelo impressionante valor de US$ 5.375.000.

5. A Tempestade
O roteiro foi vagamente inspirado na peça de Shakespeare A Tempestade, uma história de vingança e conspirações, envolvendo magia e traição. Ainda inspirado nesta peça surgiu o musical Return to the Forbidden Planet (1989), escrita por Bob Carlton. O musical virou um livro de mesmo nome em 1985 e o filme de 1956 também foi novelizado um pouco antes do filme estrear, por Philip MacDonald, escritor britânico.

4. Star Trek
O distante planeta Altair IV, para onde a nave C-57D se dirige, é um dos planetas da Federação de Planetas Unidos, segundo Deep Space Nine (1993). O diretor do filme chegou a consultar alguns cientistas antes de decidir que o planeta teria atmosfera verde. Em Os Estranhos, de Stephen King, também aparece um planeta Altair IV.

3. Gene Roddenberry
O criador de Star Trek era um grande fã de O Planeta Proibido e isso o inspirou a criar as intrépidas viagens da Enterprise. Tanto que o ator Warren Stevens, que interpreta o tenente "Doc" Ostrow aparece no episódio By Any Other Name (1968) (2ª temporada, episódio 22). Há até uma história de que o número de registro da Enterprise, 1701, vem do relógio da nave C57D, que marcava a hora de 17:01 quando ela entra em órbita de Altair IV.

2. Minissaia
A atriz Anne Francis foi a primeira a usar uma minissaia em um filme de Hollywood, o que escandalizou a audiência ultra conservadora dos Estados Unidos. O filme chegou a ser banido na Espanha, que só autorizou o uso da peça de vestuário em 1967.

1. Pioneirismo
O Planeta Proibido foi pioneiro em vários aspectos. Foi o primeiro filme de FC a mostrar seres humanos viajando em uma nave com capacidade de voo acima da velocidade da luz e construída na Terra. Também foi o primeiro a se passar integralmente em outro planeta no espaço interestelar, bem longe daqui. O robô Robby também foi um dos primeiros a demonstrar personalidade e participa do filme como um personagem coadjuvante. Além disso, também foi o primeiro filme da história a ter uma trilha sonora eletrônica, composta por Bebe e Louis Barron.


Até mais, terráquea!

Já que você chegou aqui...

COMPARTILHE

1 Comentário

ANTES DE COMENTAR:

Comentários anônimos, com Desconhecido ou Unknown no lugar do nome, em caixa alta, incompreensíveis ou com ofensas serão excluídos.
O mesmo vale para comentários:
- ofensivos e com ameaças;
- preconceituosos;
- misóginos;
- homo/lesbo/bi/transfóbicos;
- com palavrões e palavras de baixo calão;
- reaças.
A área de comentários não é a casa da mãe Joana, então tenha respeito, especialmente se for discordar do coleguinha. A autora não se responsabiliza por opiniões emitidas nos comentários. Essas opiniões não refletem necessariamente as da autoria do blog.