Pular para conteúdo Pular para navegação

A difícil vida de blogueiro

Quem tem blog há algum tempo sabe: é muito difícil manter um. Muita gente tem uma concepção errônea sobre o que é e qual a importância de um blog e isso leva a uma série de desenganos, decepções e pré-julgamentos. Fazer o que muito sem noção faz, copiar e colar conteúdos, é simples. Quero ver produzir conteúdo e ter a coragem de publicá-lo. Poucos sabem fazer isso, poucos se dispõem à isso.

Siga a Sybylla no Twitter - @Sybylla_



Eu comecei a blogar por acidente. Nunca tinha parado para pensar em ter um blog e fui fazer uma experiência, pois um aluno e eu montamos um para a escola. Resolvi ver como era a ferramenta, gostei, mas fiquei muito tempo sem postar nada.

O início de um blog sempre gera frustrações. A gente quer visitas, comentários, interatividade e acaba vidrado nas estatísticas. Assim como todo blogueiro que começa aos trancos e barrancos, eu apanhei muito dos templates, códigos e gadgets.

Mas nada me irrita mais que trolls e paraquedistas que acham que o blogueiro está blogando porque não tem mais o que fazer da vida, vive de brisa e acha que o blogueiro não sabe nada do que está escrevendo. Quem bloga faz isso por diversos motivos, mas o meu é porque eu gosto de escrever, compartilhar conhecimento e conhecer gente nova. Gosto de me sentir útil, de poder falar com gente diferente e que goste ou simpatize com os temas aqui abordados. Mas aí começam a chover comentários como esse:

Só podia ser opinião de mulherzinha...

Ou esse:

Que perda de tempo! Quem tem blog não tinha que dar opinião pessoal, não! Babaquice!

Ou esse:

E o que me interessa essa porra????
Blog de merda!!

O blogueiro de verdade, e não aqueles que apenas mantêm um blog, pesquisa, refina sua escrita, busca imagens de qualidade e escreve algo que estará disponível para quem quiser ler, afinal, a internet é um espaço democrático. Tem gente que pode dizer: "Ah, mas você publica um conteúdo, tem que arcar com as consequências dele!". Mas isso não quer dizer que a falta de educação seja algo que deva vir junto da responsabilidade. É através do formulário de comentários que o público interage e é por aí que os trolls entram para fazer o sangue do blogueiro subir. Sempre digo, se não tem o que dizer, não diga. Faz bem para o blogueiro, faz bem o leitor.

Foi como o José Márcio, do blog Os Invicioneiros, em sua postagem "O povo brasileiro e sua mania insaciável de produzir comentários idiotas" disse uma vez:

Ocorre que algumas pessoas possuem uma mania idiota de querer aparecer às custas do trabalho alheio. Muitos desses travestidos pelo anonimato, descarregam toda sua ira contra algum autor de posts ou artigos, não apresentando sequer uma razão ou argumentação plausível para tal intento.

Como que um blogueiro pode escrever sem dar uma opinião? Como um blogueiro pode deixar um texto sem nenhum resquício de sua própria personalidade? A arte de se fazer entender é muito mais complexa que as pessoas pensam. E os blogs por sua liberdade, por ser uma ferramenta justamente de opinião, devem ter um conteúdo que mostre o que o autor ou autores pensam, sabem, sentem e o que querem expôr e discutir. Alguém que diz que blogueiro não pode ter opinião está colocando uma mordaça em toda uma vanguarda blogueira que tem o que dizer.

Gosto de opiniões. Gosto de conversar e conhecer pontos de vista, discutir, quero comentários construtivos, com críticas ou não, mas tudo de maneira civilizada, sem agressão, sem maldade. Dá vontade de parar de blogar? De jeito nenhum! Eu tenho o que dizer, eu tenho muito sobre o que escrever ainda, mas certamente que trolls existem e incomodam. Não importa quantas visitas eu receba, importa a qualidade delas.

E você, o que acha da blogosfera?

Até mais!

Leia também, do blog Os Invicioneiros, A arte do bom comentário.

Por que escrevo?
Porque sou pouca e mínima,
embora vária.
Porque não me basto.
Escrevo para compensar a falta,
porque não quero
ser só raiz e haste
e preciso do outro
para dar sombra e fruto.
(Olga Savary)
Editar o post
Comentários
Momentum Saga © 2010-2014 | Designed by Marta Preuss | Modified by Sybylla | Proudly powered by Blogger