10 coisas que você não sabia sobre Esfera

quarta-feira, maio 10, 2017

Esfera é um dos meus filmes de ficção científica preferidos. Baseado no livro de Michael Crichton, ele fala sobre uma esfera misteriosa encontrada em uma nave no fundo do mar. O propósito dessa esfera, quem a construiu, são desconhecidos. Apenas sabemos o imenso efeito que ela causa nos tripulantes da missão.




Dirigido e produzido por Barry Levinson, com ajuda do próprio Michael Crichton na produção e adaptação do roteiro, o filme trata de assuntos como solidão, confiança e companheirismo, sobre ciência e sobre como nosso cérebro e nossa mente podem ser usado contra nós.

10. Livro
Michael Crichton lançou Esfera em 12 de maio de 1987, enquanto o filme foi lançado em 13 de fevereiro de 1998. Vários pontos do enredo foram modificados para o longa, que também foi severamente editado quando foi lançado e depois para o DVD. Enquanto a recepção com o livro foi geralmente favorável, a do filme foi bem pior. No Rotten Tomatos ele não conseguiu chegar nem a 15% de aprovação do público.

9. Samuel L. Jackson
O ator se comprometia com as gravações de Esfera durante a semana, mas aos sábados e domingos ele estava com Quentin Tarantino filmando Jackie Brown. Esta era a segunda vez em que o ator trabalhava com Crichton (Jurassic Park).

8. Debaixo d'água
Esfera foi filmado em tanques especialmente construídos para o longa porque a Warner Bros. não queria repetir o fiasco de Waterworld, de Kevin Costner, onde grande parte dos custos astronômicos foi por conta das filmagens em mar aberto. Outras cenas foram gravadas em um pier desativado em Vallejo, Califórnia.

7. Água-viva
O ataque das águas-vivas do lado de fora do habitat foi feito com uma combinação de bonecos, computação gráfica e águas-vivas de verdade filmadas em um aquário. Essas cenas foram então aceleradas em cinco vezes para dar à elas um ar mais agressivo e ameaçador.

6. Giotto
O personagem de Liev Schreiber comenta que o Papa Bento testou as habilidades do pintor e arquiteto Giotto, que acabou por desenhar uma esfera perfeita, à mão livre, provando seu valor como artista. Na verdade, quem testou Giotto foi o Papa Bonifácio VIII.

5. Improvisação
Os atores tiveram total liberdade de improvisar cenas e diálogos. Algumas conversas entre os personagens de Sharon Stone, Dustin Hoffman, Liev Schreiber e Samuel L. Jackson, como quando eles estabelecem contato com "Jerry" foram completamente feitas fora do roteiro original, mantido apenas o objetivo da cena.

4. Cromada
No livro, Crichton descreve a esfera como uma bola de aparência gromada e rugosa. O filme planejava fazer exatamente como consta no livro, mas quando fizeram os testes com a esfera cromada, perceberam que ela mal aparecia nas imagens das câmeras. O jeito foi clarear a esfera para aquele tom dourado e brilhante.

3. Erro
Enquanto a equipe de especialistas desce para o habitat no fundo do oceano, o personagem de Samuel L. Jackson diz que a música que estão ouvindo é "Mozart, concerto K447", mas na verdade era o K412.

2. Dustin Hoffman
O ator não gostou nadica da forma como o filme foi lançado. Ele acreditava que o longa não estava pronto para ir aos cinemas e que muito mais coisa tinha que ser discutida antes de ir para as telas. Para ele, o filme ficou incompleto.

1. Fracasso
O longa custou em torno de 70 a 80 milhões de dólares para ser feito, mas teve uma arrecadação nos Estados Unidos de apenas 37 milhões. Fora de casa foi ainda pior, apenas 14 milhões.


Ele está disponível para ver na Netflix!

Até mais!

Já que você chegou aqui...

Sybylla

Fã do futuro e da ficção científica. Geógrafa, professora, blogueira, escritora de FC. Capitã da Frota Estelar. Esperando para voltar para o meu planeta. Leia mais.





Leia esses também...

0 comentários

ANTES DE COMENTAR:

Comentários anônimos, incompreensíveis ou com ofensas serão excluídos.
O mesmo vale para comentários:
- ofensivos e com ameaças;
- preconceituosos;
- misóginos;
- homo/lesbo/bi/transfóbicos;
- com palavrões e palavras de baixo calão;
- reaças.
A área de comentários não é a casa da mãe Joana, então tenha respeito, especialmente se for discordar do coleguinha. A autora não se responsabiliza por opiniões emitidas nos comentários. Essas opiniões não refletem necessariamente as da autoria do blog.

Curta no Facebook

Viajantes