A juventude esquecida do planeta

quinta-feira, janeiro 23, 2014

Existe uma época do passado do nosso planeta que permanece envolto nas brumas. Podemos apenas especular como ela era, podemos aprender com o que vemos pelo restante do universo para tentar adivinhar o que aconteceu aqui. Mas este período foi categorizado e dividido para caber nas nossas maníacas listas e classificações. O chamado Éon Caotiano é um período da história da Terra quando nem Terra ainda existia.





Quem estuda as ciências da Terra conhece bem a Tabela Estratigráfica Internacional e seus períodos, éons e épocas bem delimitados através do uso de marcadores químicos e de fósseis. Ela começa em um período mais ou menos definido de 4.5 bilhões de anos, no Hadeano e vem até os dias de hoje, no Holoceno. No entanto, para baixo do Hadeano, na tabela, não tem nada.

Parte final da tabela estratigráfica.

Nunca houve nada nesta parte, pois era o período de formação do planeta e muitos geólogos, estratígrafos, entre outros cientistas da área entendiam que a tabela é apenas para destacar as eras e períodos geológicos da Terra. E se ela não existia antes, não tinha porque dar nome aos bois para isso. Mas de uns anos para cá houve uma mudança na mentalidade. Perceberam que a história da Terra está intimamente ligada aos eventos que ocorreram no sistema solar e que, portanto, eram dignos de nota. Pouca gente sabe, mas a datação que marca o início da tabela, a idade de 4.6 bilhões de anos para a formação da Terra foi datada com base em meteoritos, já que nosso planeta não tem rochas tão antigas assim preservadas. A mais antiga, estima-se, tem 4.4 bilhões de anos, ou seja, ela se formou 200 milhões de anos depois da formação da Terra.

Foi assim que surgiu o Éon Caotiano, que vem antes do Hadeano. O próprio Hadeano passou por uma divisão, que na tabela também não existe. Os autores (Goldblatt, Zahnle, Sleep e Nisbet) nomearam de Caos e Hades com base na mitologia grega. Caos era considerado por Hesíodo como a mais antiga divindade do panteão grego, o primeiro deus a surgir no universo. Ele significa o espaço vazio primordial do universo. O significado de hoje de desordem e confusão foi atribuído depois, por Ovídio. Hades era o deus do submundo, do mundo inferior e dos mortos na Antiga Grécia. Assim nos conta Hesíodo sobre "quem dentre eles primeiro nasceu":

Sim, bem primeiro nasceu Caos, depois também
Gaia [Terra] de amplo seio, de todos sede irresvalável sempre,
dos imortais que têm a cabeça do Olimpo nevado,
e Tártaro nevoento no fundo do chão de amplas vias,
e Eros: o mais belo entre os Deuses imortais,
solta-membros, dos Deuses todos e dos homens todos
ele doma no peito o espírito e a prudente vontade.

(Teogônia 116-122)

A formação planetária começa com a separação da parte sólida, como a poeira, dos gases dentro da nebulosa, sendo seguida de um período de crescimento e aglutinação dos elementos, levando a colisões entre os protoplanetas. O último grande impacto, estima-se, teria sido entre Téia, um protoplaneta, contra a Prototerra (Télus), maior do que ela é hoje. O impacto foi forte o suficiente para a Prototerra liberar uma parte de si mesma que deu origem à Lua. O Caotiano abrange desde o início do colapso da nebulosa planetária até o choque de Téia. A partir daí, temos o Hadeano, um período conturbado para a história do planeta, com magmatismo intenso. Era um lugar hostil, de trevas - afinal o Sol era 30% menos luminoso na época - com intensa atividade vulcânica e gases tóxicos.

Caotiano e Hadeano, a nova divisão (desculpe pela tradução feito o meu nariz).

O Caotiano também organiza a história do nosso Sistema Solar, que era algo que faltava para abranger toda a geologia. Desta forma a expressão "todos somos feitos de poeira de estrelas" faz total sentido. Os autores tiveram o cuidado de dar alguns nomes relacionados com a mitologia grega para casar perfeitamente com a ciência.

Caotiano
Período Erebreano - Érebo, escuridão. Momento em que o Protosol não brilhava com intensidade

Período Hiperitiano - Hiperion era um Titã relacionado ao Sol, marca o momento em que o Sol começa a brilhar.

Período Titanomaqueano - Titanomaquia, a guerra entre os titãs, liderados por Cronos, e os Deuses Olímpicos, liderados por Zeus, que definiria o domínio do universo (e também um álbum dos Titãs). Momento em que há várias colisões entre protoplanetas.

Hadeano
Período Hefesteano - Hefésto, deus grego do fogo e ferreiro dos deuses. Período de um intenso efeito estufa.

Período Jacobiano - por causa das rochas das montanhas Jack Hills, na Austrália, de onde vem o material mais antigo já datado, zircões que se formaram há cerca de 4.4 bilhões de anos.

Período Canadiano - no Canadá temos um material datado em 4.28 bilhões de anos.

Período Procrusteano - de Procusto. Diz a lenda que ele tinha em sua casa uma cama de ferro onde convidava os visitantes a se deitar. Se a pessoa passasse do tamanho da cama, Procusto cortava o excesso. Se ficasse pequeno, ele esticava a pessoa. Seu reinado de terror acabou ao ser capturado por Teseu. Os autores deram esse nome, pois acredita-se que a crosta estava apta à suportar os primeiros blocos formadores de vida (uma cama ou camada).

Período Acasteano - de Gnaisse Acasta. Formação rochosa do Canadá que contém rochas do Hadeano.

Período Prometeano - momento do bombardeamento pesado, onde asteroides caíam em grande quantidade tanto na Terra quanto na Lua. Tem esse nome porque Zeus, irado com Prometeus por ter dado o fogo aos homens, bombardeia a Terra.

A divisão entre Hadeano e Arqueano é incerta. Por isso os autores deixaram o momento do Bombardeamento Pesado fechando o Prometeano, que dá início a um momento em que a Terra é, senão habitável, ao menos propícia para que os primeiros blocos formadores de vida surjam. Mas isso ainda permanecesse sem solução definitiva. Talvez nunca tenha.

Nebulosa planetária.

Para fechar tal post tão mitológico, deixo a fala final de Prometeu Acorrentado, de Ésquilo.

[...] As rochas da Terra: trovão, ecoando das profundezas,
ruge em resposta, relâmpagos de fogo torção e flash...
Céu e mar raiva de forma indiferenciada,
O cataclismo avança visivelmente sobre mim,
enviado por Zeus para me amedrontar.

Τα λέμε σύντομα!



The Eons of Chaos and Hades - Goldblatt, C. et al.

Sybylla

Fã do futuro e da ficção científica. Geógrafa, professora, blogueira, escritora de FC. Capitã da Frota Estelar. Esperando para voltar para o meu planeta. Leia mais.





Leia esses também...

0 comentários

ANTES DE COMENTAR:

Comentários anônimos, incompreensíveis ou com ofensas serão excluídos.
O mesmo vale para comentários:
- ofensivos e com ameaças;
- preconceituosos;
- misóginos;
- homo/lesbo/bi/transfóbicos;
- com palavrões e palavras de baixo calão;
- reaças.
A área de comentários não é a casa da mãe Joana, então tenha respeito, especialmente se for discordar do coleguinha. A autora não se responsabiliza por opiniões emitidas nos comentários. Essas opiniões não refletem necessariamente as da autoria do blog.

Viajantes

Curta no Facebook

❤️


"A ficção científica é um substituto para todos os lugares que eu nunca vou alcançar nessa vida."

James W. Harris