Um momento de reflexão pela ficção científica brasileira

segunda-feira, julho 29, 2013

Muita gente me pergunta porque eu ainda não falei de FC brasileira aqui no blog. É preconceito meu? Eu não leio FC brasileira? Tenho algumas coisas contra ela, mas posso dizer que o que eu tenho visto até agora é desanimador, mais do mesmo, estereotipado e por mais que muitos autores corajosos tenham conseguido pôr seus livros nas livrarias, muita gente sequer consegue ser lido.





Apesar de ser fã incondicional de FC e tentar ao máximo disseminar este gênero, eu só tenho me dedicado a escrever e ler a respeito nos últimos anos. Até então, eu não tinha conseguido ler muitos livros ou conhecer muitos autores do que o ABC clássico - Asimov, Bradbury e Clarke. Hoje, com a ajuda da internet, de blogueiros e dos leitores aqui do Saga, eu tenho um maior acesso e reconheço que não conheço tudo ainda. É impossível.

Mas quando se fala de FC brasileira, infelizmente, quem lê um livro, praticamente lê todos. Afinal de contas, a maioria reproduz o que vê lá fora. E são poucos os autores que se arriscam a escrever neste gênero. A maioria prefere a fantasia, que é mais seguro, vende mais, tem mais apelo com o público, em especial depois de O Senhor dos Anéis explodir nos cinemas. Não temos produções nacionais no cinema e na televisão, então praticamente tudo o que existe no território nacional de produção literária interna é pequeno e quase inexpressivo.


Ainda assim, eu venho tentado ler FC nacional para poder trazer aqui boas obras. E elas até existem, eu tive a oportunidade de resenhar alguns aqui que eram muito bons e prezo para que as resenhas sejam sempre de livros bons a ótimos e essenciais justamente para enriquecer este mercado e mostrar que boas obras são possíveis.

Claro, nem tudo são flores. Se forem ver o volume de resenhas que em geral faço, é fácil perceber que a maioria dos livros é de autores de fora e não de brasileiros. Por que? Simples. Tem muita produção nacional que é LIXO escrito, diagramado e publicado. Tem muita coisa ruim sendo colocada à venda como a melhor coisa do universo, inclusive de autores um pouco mais conhecidos do público fã e leitor de FC.

O que será que aconteceu? Desaprendemos como se faz um bom livro? Acho que não, já que temos ótimos autores em outras áreas, então por que a ficção científica brasileira continua com um ar amador e marginal? Só a falta de uma cultura de leitura não explica a defasagem que a FC demonstra diante da fantasia, por exemplo, onde os autores são tietados e bem conhecidos. Pergunte a um leitor destes autores se eles podem indicar um autor de FC brasileira. A maioria vai ficar com cara de ué.


Não temos grandes editoras brasileira se dedicando à FC. A menos que um livro fenômeno surja, ele é lançado aqui. Fora isso, a produção fica relegada às editoras menores, de nicho, que produzem uma tiragem pequena, pois sabe que produzir de tonelada não compensa. A maioria dos autores, a grande e vasta maioria é de homens, heteros, que são fãs do gênero há muito tempo. E eles produzem para homens, heteros, que são fãs do gênero há muito tempo. Tanto que eu deixei de participar de grupos de FC no Facebook porque muitos ali se dedicavam apenas a compartilhar fotos de cosplayers gostosas de Princesa Leia. É a isso que a FC brasileira se resume? Um monte de fãs punheteiros com suas camisetas de Star Wars?

Lembro que uma vez alguém fez um comentário do Saga em um blog e ele dizia mais ou menos assim: "o blog é escrito, pasmem, por uma mulher!" Ou seja, isso já mostra em que pé anda a nossa FC quando um blog voltado para o gênero é escrito por uma mulher e quando ele é descoberto.

Trocando em miúdos. Eu venho tentado ler obras de FC nacional sim. Alguns autores são ótimos, já teve autor que me procurou pedindo que eu lesse e resenhasse. Já teve autor me pedindo para comprar sua obra e resenhar, para ajudá-lo a ficar famoso... Vemos de tudo na FC nacional, menos sua popularização, sua profissionalização, a quebra de estereótipos e do clube do bolinha. Digo e repito com todas as letras: estou de saco cheio da FC nacional. Sem querer desrespeitar os autores que estão fazendo um ótimo trabalho, pois o recado é para a mediocridade que se acha grande coisa.

Até mais!

Sybylla

Fã do futuro e da ficção científica. Geógrafa, professora, blogueira, escritora de FC. Capitã da Frota Estelar. Esperando para voltar para o meu planeta. Leia mais.





Leia esses também...

0 comentários

Viajantes

Curta no Facebook

❤️


"A ficção científica é um substituto para todos os lugares que eu nunca vou alcançar nessa vida."

James W. Harris