Voo final do Endevour

domingo, setembro 23, 2012

Poucas peças de engenharia foram capazes de inspirar uma geração como o ônibus espacial. Seu design é simbólico, evidenciando a vontade humana de ir ao espaço e voltar. Apesar das tragédias com o Challenger (1986) e com o Columbia (2003), os ônibus espaciais eram a promessa de uma chegada da humanidade ao espaço e sua permanência.





A manutenção era cara justamente por ser uma nave reutilizável, o que foi crucial na manutenção ou não do programa. Hoje, ele é peça de museu, junto com os outros ônibus espaciais Discovery e o Atlantis.

Em números

  • 88 toneladas;
  • decolou pela primeira vez em 1992;
  • 25 missões;
  • 4.671 órbitas ao redor do planeta em 299 dias;
  • 197.761.261 quilômetros percorridos no total.


As imagens abaixo foram tiradas por cidadãos americanos que assistiram ao último voo do Endevour e publicaram no Twitter.

Crianças correm para acompanhar o voo sobre a Califórnia.

Griffith Observatory, Los Angeles.

Downey, Califórnia.

Carson, Califórnia

Owly Images
Los Angeles, Califórnia

Chegando em Los Angeles.

Recepção na pista do aeroporto de Los Angeles.

Devo admitir que fiquei bastante triste com o fim do programa dos ônibus espaciais. Entendo que seja um programa caro, mas somente quem acompanhou com ansiedade as decolagens sabe o símbolo que esta nave representa. Poucas crianças que acompanharam estas missões não se imaginaram em uma caminhada espacial acoplada a um destes ônibus. Vamos torcer para a próxima geração de missões seja assim tão empolgante e icônica.

Até mais!



Todos os ônibus espaciais da NASA.

Sybylla

Fã do futuro e da ficção científica. Geógrafa, professora, blogueira, escritora de FC. Capitã da Frota Estelar. Esperando para voltar para o meu planeta. Leia mais.





Leia esses também...

0 comentários

Viajantes

Curta no Facebook

❤️


"A ficção científica é um substituto para todos os lugares que eu nunca vou alcançar nessa vida."

James W. Harris