Dez filmes que saem da mesmice

domingo, setembro 30, 2012

claqueteVenho falado já há algum tempo que a ficção científica está empacada na mesmice. Os lançamentos do cinema hoje em dia seguem sempre a mesma fórmula viciosa. Acho que para um gênero tão rico existem muitas coisas para serem exploradas e ficar só nisso enche o saco. Por isso criei uma listinha com dez filmes que não apresentam nenhuma das características:

  • invasão alienígena
  • viagem no tempo
  • super-heróis

Só lembrando que a lista é pessoal. São escolhas minhas e não a lista definitiva no universo conhecido.



Gigantes de AçoGigantes de Aço (Real Steel -2011)
No futuro, o boxe não é mais lutado por pessoas e sim por robôs que se arrebentam no ringue. Um ex-lutador de boxe se vê às avessas com seus robôs detonados quando seu filho encontra o Atom num depósito, semi-enterrado e resolve colocá-lo para lutar. Muito bem feito, cenas divertidas e uma relação de pai e filho pouco convencional que no final acaba dando certo. E claro, o carismático Atom, duro na queda e muito simpático.


Cherry 2000Cherry 2000 (1987)
Mesmo que ele tenha uma pitada de distopia no enredo, o mais importante dele é a relação de humanos com os robôs. O filme é de 1987, mas lembra muito o filme Os Substitutos. Um homem contrata uma mercenária para recuperar um robô feminino do modelo Cherry 2000, mesmo modelo que estragou após uma transa mal sucedida na cozinha e eles passam por vários perigos até conseguir chegar no único depósito que ainda têm a bendita.


A IlhaA Ilha (The Island - 2004)
No futuro, a clonagem permite que as pessoas criem seus próprios clones para o caso de uma necessidade médica, como um transplante. O que as pessoas não sabem, é que para estes clones serem viáveis, eles precisam viver como pessoas normais e os clones são iludidos com o papo sobre um mundo contaminado do lado de fora. Os mais afortunados, são sorteados para a ilha, livre da infecção, ou pensam que são afortunados.


A Outra TerraA Outra Terra (The Another Earth - 2011)
A descoberta de um outro planeta Terra muda radicalmente a vida das pessoas e de uma jovem e promissora universitária que vai para a prisão após um grave acidente de carro que matou duas pessoas. Numa tentativa de se redimir, ela procura o sobrevivente, e estabelece uma relação delicada com ele, enquanto a perspectiva de uma viagem para a outra Terra assombra os personagens. Um dos meus filmes de FC prediletos.


Simone 2002Simone (2002)
Um produtor de cinema fracassado, às avessas com projetos que nunca dão certo, volta aos refletores com Simone, atriz, cantora, carismática voluntária humanitária que conquista o mundo todo com sua simplicidade. O que ninguém sabe é que Simone não é uma atriz de verdade, ela é uma simulação de computador, um holograma. O produtor não imaginou que ela faria tanto sucesso e vai se rebolar para ninguém descobrir seu segredo.


A OrigemA Origem (Inception - 2010)
Um dos melhores lançamentos do cinema. A tecnologia possibilitou a manipulação da mente humana e até implantar ideias, vontades, manipular sonhos no cérebro das pessoas pelos mais diversos propósitos. Espionagem industrial é um deles, mas até onde se pode ir sem prejudicar a pessoa? A mente humana pode pregar peças nas pessoas que acabam sem a perspectiva sobre o que é real e o que não é.


Tron LegacyTron, O Legado (Tron Legacy (2010)
O pai de Sam desaparece por anos até que uma mensagem de texto o manda para o antigo fliperama, onde o pai vinha conduzindo experiências no mundo digital com Tron. O que Sam não sabe é que a mensagem não é de seu pai e ele corre um sério risco de ficar preso em um mundo onde programas são destruídos ou mandados para a arena onde lutam uns contra os outros. Muito bem feito, uma aventura contagiante.


Os SubstitutosOs Substitutos (Surrogates - 2009)
Em busca da perfeição, da praticidade, da segurança, as pessoas trocam a convivência social pelo uso de robôs substitutos controlados diretamente pela mente das pessoas. Até os movimentos mais finos são perfeitamente executados. O problema é quando um vírus começa a matar os usuários dos robôs e dois agentes de FBI começam a investigar as ações do que eles consideram reacionários contra os substitutos.


Esfera (Sphere - 1998)
Uma equipe de cientistas de áreas variadas é chamada às pressas e enviada para o meio do oceano numa missão secreta, onde não são informados sobre o que se trata. Eles são então mandados para o fundo, numa estação que está investigando uma formação misteriosa de corais que esconde uma nave, enterrada no fundo oceânico por mais de 200 anos. Muitas surpresas no filme, apesar de parecer um enredo meio confuso de início.


Eu Sou o Número Quatro (I Am Number Four - 2011)
Eu sou o número quatroNove alienígenas fogem do planeta Lorien e buscam refúgio na Terra, vivendo entre os humanos como pessoas normais. Eles tentam se esconder dos Mogadorians, que precisam eliminar um a um, na sequência por causa dos poderes de cada um. Três já morreram e eles partem em busca do número quatro, escondido entre adolescentes. O legal aqui é a relação dele com os outros jovens. Um filme bacana, que diverte e que tem ação. Baseado no livro de mesmo nome.



CargoMenção honrosa - Cargo 2009
Ele só não entrou na lista porque é uma distopia, já que as pessoas não vivem mais na Terra e sim em estações espaciais em órbita, enquanto tentam uma vaga em Rea, um planeta idílico, terraformado, um paraíso na Terra. Somente poucas pessoas conseguem a licença para morarem em Rea, mas na nave Kassandra, algo está muito errado quando eles descobrem pessoas em hibernação profunda no lugar da carga. Filme muito legal também, com suspense o tempo todo.


Se animou? Estoure umas pipocas neste domingo e aproveite o filme. Até mais!

Sybylla

Fã do futuro e da ficção científica. Geógrafa, professora, blogueira, escritora de FC. Capitã da Frota Estelar. Esperando para voltar para o meu planeta. Leia mais.





Leia esses também...

0 comentários

ANTES DE COMENTAR:

Comentários anônimos, incompreensíveis ou com ofensas serão excluídos.
O mesmo vale para comentários:
- ofensivos e com ameaças;
- preconceituosos;
- misóginos;
- homo/lesbo/bi/transfóbicos;
- com palavrões e palavras de baixo calão;
- reaças.
A área de comentários não é a casa da mãe Joana, então tenha respeito, especialmente se for discordar do coleguinha. A autora não se responsabiliza por opiniões emitidas nos comentários. Essas opiniões não refletem necessariamente as da autoria do blog.

Viajantes

Curta no Facebook

❤️


"A ficção científica é um substituto para todos os lugares que eu nunca vou alcançar nessa vida."

James W. Harris