Dia do Orgulho Nerd

sexta-feira, maio 25, 2012

Hoje, 25 de maio, é comemorando o Dia do Orgulho Nerd, fenômeno que se espalhou pela internet e hoje é comemorando em vários cantos do mundo. O principal motivo é que em 25 de maio de 1977 estreava o filme emblemático Star Wars Uma nova esperança, que marcou toda uma geração de adoradores de ficção científica e batalhas espaciais. Mas ser nerd não é apenas gostar de ficção científica, envolve praticamente um modo de vida inteiro.

Mito do óculos nerd
Mito do óculos nerd




Há pouco tempo atrás, outro grande nerd e colega de profissão, Luciano, escreveu assim em seu blog Nerdweek:

Estamos vivendo o momento da explosão da bolha, onde nem todos conseguem manter a originalidade ou manter o tema Nerd, Geek e Gamer, sempre copiando adaptando ou fazendo coisas meio sem sal (e muitas vezes sem sentido), ainda mais que com a moda nerd, usar um óculos quadrado falar que gosta de zumbi e ter um smartphone já faz a pessoa se considerar um Nerd super conectado no super mundo descolado cheio de bites, então como manter a originalidade, não cair no clichê e ao mesmo tempo não pagar de “True nerd”? Definir o que é ser nerd, o que é ser geek, uma missão aparentemente impossível, mas pode ser simplificada da maneira mais simples possível, eliminando os esteriótipos.

Eu sempre digo que os estereótipos não são errados, mas apenas incompletos. O problema é que hoje qualquer um com um óculos, que assista The Big Bang Theory se autoproclama nerd e acha que pode entrar nos círculos, falando sobre games e memes como se fosse um grande entendido. Pouca gente lembra que nerd era uma ofensa muito comum dada aos alunos que eram afoitos à lição de casa, a jogos, filmes de ficção científica e que era uma vergonha ser como eles.


Então como houve essa invasão de sites, blogs e páginas geeks/nerds/gamers, que lotam a internet com a pretensa proposta de propagar a cultura nerd? Quando eu entro em alguns desses blogs, não os vejo abordar os temas que normalmente seriam de domínio nerd, como o nerd era normalmente conhecido no passado, como a física de Jornada nas Estrelas e coisas assim. Os assuntos são os mesmos, os trailers de filmes são os mesmos, os jogos são os mesmos.

Leia também:

Nerd, geek e mulher

Não há nada errado em gostar destas coisas, pois eu mesma sou consumidora voraz desta mídia. Mas me incomoda muito ver preconceito, misoginia, ofensas e conteúdo raso em blogs que se assumem como nerds/geeks/gamers, achando que está fazendo um grande serviço à humanidade. Isso não é ser nerd, isso é só ser um otário, e um otário plagiador que copia de blogs de fora, traduz e bota na sua página como seu.


Uma vez me disseram que eu não parecia ser nerd. E perguntei por que não? E a resposta foi que eu não uso óculos, uso maquiagem, meu cabelo está sempre escovado e bem arrumado e estava bem vestida naquela ocasião (ela nunca me viu de camisola pela casa). Oh wait... Como assim? Quer dizer que o exterior é o que define ser nerd? Ou é o seu modo de ser, seus gostos, em especial o gosto pelo conhecimento? Acho que só aí entendi que o que as pessoas definem como nerd é o estereótipo, a casca, se a pessoa está usando óculos, camiseta de Star Wars e falando em um smartphone para se manter sempre plugado.

Portanto, neste dia do orgulho nerd o principal é fazer uma reflexão e pensar se todo nerd é de fato um ou se é apenas mais que caiu na modinha. Nem todo mundo que curte ficção científica e games é considerado nerd, já que ser um é um modo de vida, uma escolha, muitas vezes acidental.

Pegue o selo e divulgue!


Sybylla

Fã do futuro e da ficção científica. Geógrafa, professora, blogueira, escritora de FC. Capitã da Frota Estelar. Esperando para voltar para o meu planeta. Leia mais.





Leia esses também...

0 comentários

Viajantes

Curta no Facebook

❤️


"A ficção científica é um substituto para todos os lugares que eu nunca vou alcançar nessa vida."

James W. Harris