A beleza imperfeita

segunda-feira, maio 07, 2012

Beleza imperfeita
A beleza é uma preocupação constante em praticamente todos os segmentos da sociedade. É possível ver a busca desenfreada por ela nas academias, nas clínicas, nas revistas, nas atitudes humanas, nos pensamentos, na comida, na natureza. Seu conceito variou muito ao longo da história humana, mas ele está vinculado ao olhar, à observação e sobretudo ao que era considerado belo para a sociedade em um determinado momento.




O que antes poderia ser considerado ficção científica vem acontecendo com certa frequência atualmente. O silicone, o botox, as lipoaspirações eliminando gordura rapidamente, as cirurgias de transplante de rosto, de mão... A medicina não para de impressionar com as conquistas tecnológicas que estão melhorando a vida das pessoas, trazendo de volta a auto-estima e uma melhor aceitação de seu próprio corpo.

Mas eu vejo algumas conquistas ou objetivos, em especial das mulheres, prisioneiras do seu corpo e vítimas do desejo dos outros, com bastante cautela. Acho que cada um é cada um, se uma cirurgia de aumento de seios vai fazer a mulher feliz, é uma prerrogativa dela e sobretudo um direito ao seu corpo. Minha cautela é sobre os excessos, sobre o que os outros esperam dos nossos corpos, de como cada um deve ser e se apresentar.

Quem disse que tem que ser magra pra ser formosa? - Roberto Carlos

Nunca fui magra, exceto na infância. Sou cheinha e maior que a média, tendo hoje estabelecido meu peso e não encano muito com ele. Já me senti bastante constrangida por causa disso, com medo de ir à lojas para comprar roupas quando era mais nova e com vergonha de usar algo mais marcado por conta de piadinhas de mau gosto e olhares enviesados. Ser gordo acaba sendo um defeito, uma mácula no seu caráter, e a pessoa acima do peso vira até ponto de referência.

Beleza é subjetivo. Beleza sempre vai depender do observador e uma série de características que a pessoa acha que são belas e isso é ótimo. Nosso mundo e nossa sociedade são diversos, existe beleza para quem souber olhar e para todos os gostos, porém o que vejo constantemente é uma padronização que não é nem um pouco benéfica. Mulheres, em especial as adolescentes e mulheres jovens, buscam um ideal que aquele xampu, aquela roupa, aquele creme para o rosto prometem fornecer, mas vivem frustradas ao não verem os resultados prometidos.

Gordinha? 

Porém, qual é o truque malvado por baixo de toda essa parafernália cosmética que enche olhos e ouvidos cada vez mais, prometendo mudanças radicais? Eles nada valerão se a pessoa tiver uma visão de si que a deprecia, que a enxerga ao avesso, que busca um estilo que não pode ser alcançado. Não podemos esquecer que essas belas mulheres das capas de revista não só ganham para ser constantemente magras, belas e possuem tempo e dinheiro para bancar tudo isso, como também se valem de recursos de edição de imagem, que deixam todas belas, magras e perfeitas.

Perfeição... Taí. Essa palavra perigosa transforma as pessoas em vítimas de uma coisa que não deveria existir. O que dizer de Marylin Monroe, uma das mulheres mais belas do mundo - na minha opinião - um mito, que para os padrões estranhos de hoje seria gordinha? Não é mais fácil ver a beleza que existe em cada um como um conjunto? Uma boa pessoa, que ajuda o próximo, que coloca um pote de água para os cachorros da rua, que ajuda um deficiente a atravessar a rua, que se forma na faculdade depois de tantas dificuldades, não é igualmente bela, mesmo que não atenda aos "ideais" obtusos de beleza que as revistas propagam?

O ditado sempre disse que beleza está nos olhos de quem vê. Ao mesmo tempo que eu posso ser bonita para uns, para outros eu não sou. Eu vou me incomodar com isso? Por que? O que as pessoas que dizem que sou feia, ou que apontam para qualquer pessoa e dizem feia, gorda, magra, negra, sabem de verdade sobre os outros? A beleza aflora das pessoas apenas quando as conhecemos de verdade, quando enxergamos suas qualidades e aceitamos seus defeitos, é aí que podemos encaixar a palavra "perfeição". Fora isso, qualquer pessoa que ofenda a outra com tais palavras - feia, magra, gorda, alta, baixa, negra, velha - tem apenas uma mentalidade infantil e não conseguiu deixar esse comportamento na sala da 5ª série.

Por que tem que ser liso? 
Celebre o belo que está por toda a parte, não só nos corpos, mas nas ideias, na natureza, na arquitetura, nas artes. E em nós mesmos.

Até mais!

Sybylla

Fã do futuro e da ficção científica. Geógrafa, professora, blogueira, escritora de FC. Capitã da Frota Estelar. Esperando para voltar para o meu planeta. Leia mais.





Leia esses também...

0 comentários

Viajantes

Curta no Facebook

❤️


"A ficção científica é um substituto para todos os lugares que eu nunca vou alcançar nessa vida."

James W. Harris