O maior opressor da humanidade

quarta-feira, fevereiro 15, 2012

O título é dramático, eu sei. Mas acho que nada pode descrever melhor. Vivemos um momento perturbador da história da humanidade, aquele momento em que percebemos que estamos sujeitos ao meio ambiente muito mais do que pensávamos. A percepção de que mudanças climáticas estão ocorrendo está lentamente mudando a mente das pessoas e é assim que estamos percebendo que nosso maior opressor é o clima.



As mudanças climáticas são bastante comuns no planeta. Durante o passado geológico tivemos períodos cíclicos de aquecimento e resfriamento, que transformaram as paisagens terrestres e causaram extinção de espécies. A própria civilização humana não teria florescido se não tivesse chegado ao fim a última era glacial, o que esquentou o planeta, fez as capas de gelo recuarem e os níveis dos oceanos subirem.

Terra
A humanidade sempre foi muito dependente do clima e do que acontece com ele. O período quente que se seguiu com o fim da era do gelo levou ao desenvolvimento da agricultura no Crescente Féril, que por sua vez fez grandes civilizações florescerem, mas a seca intensa foi um dos fatores que levou ao declínio do império maia.

Meio ambiente é definido pelo bem estar. O bem estar dos seres vivos depende de uma série de fatores: temperatura, umidade, radiação solar, água, disponibilidade de alimento, capacidade de auto-sustentação do ambiente. Se o meio ambiente entrar em desequilíbrio, o bem estar das populações está ameaçado. Quer ameaça maior que nevascas severas, secas intensas e chuva em demasia?

Cada verão que chega, vemos as mesmas cenas de enchentes, gente sem ter onde morar, deslizamentos de terra e mortes. O clima nos oprime mais que qualquer ditador pelo fato de estar em uma escala a qual não temos plena capacidade de lidar. Os eventos são intensos, muito grandes e muitas vezes a previsão não salva vidas. Basta ver a demora do governo norte-americano em ajudar as vítimas do Katrina, um dos mais fortes e letais furacões que já assolaram a costa sul dos Estados Unidos.

Fonte: Nações Unidas
(clique para ampliar)
O Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados prevê que as mudanças climáticas irão não apenas gerar um número gritante de refugiados como também criarão empresas e oportunistas que se beneficiarão destas mudanças para comercializar aquilo que deveria ser direito básico: um meio ambiente estável e equilibrado, acesso à água limpa e comida. A humanidade vai pagar um alto custo para se preparar para todas as mudanças que estão ocorrendo e que determinarão nosso modo de vida no futuro. Resta apenas pressionar o governo para estar de prontidão e fazer a parte de cada um, que já está de bom tamanho.

E você, o que pensa sobre as mudanças climáticas? Até mais!

Sybylla

Fã do futuro e da ficção científica. Geógrafa, professora, blogueira, escritora de FC. Capitã da Frota Estelar. Esperando para voltar para o meu planeta. Leia mais.





Leia esses também...

0 comentários

ANTES DE COMENTAR:

Comentários anônimos, incompreensíveis ou com ofensas serão excluídos.
O mesmo vale para comentários:
- ofensivos e com ameaças;
- preconceituosos;
- misóginos;
- homo/lesbo/bi/transfóbicos;
- com palavrões e palavras de baixo calão;
- reaças.
A área de comentários não é a casa da mãe Joana, então tenha respeito, especialmente se for discordar do coleguinha. A autora não se responsabiliza por opiniões emitidas nos comentários. Essas opiniões não refletem necessariamente as da autoria do blog.

Viajantes

Curta no Facebook

❤️


"A ficção científica é um substituto para todos os lugares que eu nunca vou alcançar nessa vida."

James W. Harris