A fácil vida de plagiador

segunda-feira, outubro 10, 2011

plagiadorHá poucos dias atrás eu fiz uma postagem sobre a vida de blogueiro, relatando algumas das dificuldades que tanto eu quanto qualquer outro blogueiro comprometido com o seu espaço acabam passando eventualmente. Quem me acompanha há mais tempo no Twitter e as pessoas mais próximas também sabem que fui plagiada em uma postagem que falava sobre a Anomalia Magnética do Atlântico Sul. A postagem de hoje tem a ver com ela.





Eu descobri que tinha sido plagiada, pois a pessoa que copiou o artigo era meu seguidor no Twitter. Sempre entro no perfil dos meus seguidores, em geral eles têm conteúdos ótimos. Qual não foi a minha surpresa quando me deparei com toda a minha postagem ali escrita, sem nenhuma referência à minha autoria, inclusive com as imagens utilizadas, tudo no blog do sujeito. Deixei um recado para ele no comentário sobre a minha Licença de Uso e que eu não autorizava a cópia do material, deixando inclusive o link para o material original. Eis que no dia seguinte aparece no rodapé da postagem o link da licença e da postagem original. Se ele tivesse se dado ao trabalho de ler minha página de licença ou até mesmo o recado que consta no final de cada postagem deste blog, ele saberia que eu não autorizo a cópia. Se quisesse citar, fazer uma referência, ok, mas ele em nenhum momento fez isso.

direito autoral

Entrei então em contato através do formulário de contatos e ao não ver resultado nenhum da parte do plagiador, pedi ajuda ao pessoal do Twitter, que deixou uma leva de comentários sobre o plágio na tal postagem. Eu ainda o alertei de que o Google poderia puni-lo, inclusive excluindo o blog das pesquisas, pois ele tem condições de fazer essa verificação por seus algoritmos. Após mostrar a ameaça do Google e de uma ação legal, pois a lei de Direitos Autorais estava ao meu lado, ele retirou a postagem do ar, copiando de outro lugar e deixando um recado bem mal educado do qual eu lembro apenas que fui chamada de mesquinha por não querer partilhar meu conhecimento.

Fui então esta semana passada olhar meu formulário de contato do blog para saber porque não recebia avisos de novos contatos e olha o que eu achei por lá, do referido plagiador.

Boa noite; lamento muito que tenha gente como você fazendo divulgação de informações sobre Astronomia. Digo lamento porque sua atitude parece mais com um/a dono/a de empresa do que com um/a cientista ou aficionado. Nosso blog somente visa repassar informação para que o GROSSO DA POPULAÇÃO ADQUIRA CONHECIMENTO, não nos preocupamos com quem e dono ou autor/a da informação. O Brasil não precisa disso, precisamos sim de gente BONDOSA que de MANEIRA DESINTERESSADA QUIEIRA DOAR SEUS CONHECIMENTOS PARA QUE OUTROS/AS POSSAM ADQUIRI-LOS. Sou Radioamador, sou estrangeiro que vive no Brasil já faz mais de 20 anos e ainda tento colaborar com o Brasil mais infelizmente em muitas oportunidades nos deparamos com gente como você, não sei se e homem ou mulher, que tentam imprimir uma direção errada a seus conhecimentos. Sento pena pela sua atitude e lhe digo que fique a vontade para PROCESSAR OU RECLAMAR NO FORO QUE FOR A AUTORIA DE SEUS ARTIGOS. Como poderá comprovar temos retirado seu artigo e NÃO MAIS PUBLICAREMOS INFORMAÇÃO VINDA DE SEU BLOG. Porque? Porque estamos acostumados a tratar com pessoas que se doam, com voluntários, com pessoas de sentimentos humanitários e não COM COMERCIANTES DA INFORMAÇÃO. Você, homem ou mulher não sei, deveria colocar preço a seus artigos, quem sabe as pessoas não possam pagar o que pede!

Não corrigi nem os erros de Português e de digitação propositalmente, mas o grifo acima é meu. O que dizer de alguém que não se importa com a propriedade intelectual das pessoas? O que dizer de alguém que acha que o Brasil não precisa de propriedade intelectual? Se ele copiasse do Bill Gates, já que ele, em seu blog, não se preocupa em saber quem é o dono original, acha que Bill Gates gostaria e ficaria quieto? Você gostaria de ter seu trabalho copiado por alguém que obviamente não tem condições de produzir o seu próprio, pois se tivesse seu blog seria inteiramente original? O blog do referido é tão bom que nem no ar se encontra mais.

ignorância

Voltando à incoerência do sujeito, ele diz que o blog tinha como função única de repassar informação para o grosso da população. Até onde eu saiba o meu blog é público, qualquer pessoa que fizer uma pesquisa no Google poderá encontrá-lo e acessar às informações aqui contidas, pois eu pesquiso (e muito) e escrevo meus artigos, sempre citando a fonte original. Eu não faço Ctrl+C/Ctrl+V e coloco na minha página como se eu tivesse feito tudo sozinha. O grosso da população brasileira sequer tem internet, às vezes nem televisão, sendo que o único meio de se receber conhecimento é através da escola e dos livros didáticos. Então ele não está fazendo serviço nenhum, ao contrário, está mostrando o tipo de mau caratismo que existe na internet. Ainda se disse um humanitário, por copiar as coisas dos outros sem se dar ao trabalho de clicar em alguns links do blog que ele copiou para sanar todas as suas dúvidas "primordiais": de que sou mulher, que não permito cópia, que tenho contato com ciência diariamente e que meu blog já é uma forma de difundir conhecimento. Ele sequer se deu ao trabalho.

Por isso o título da postagem é esse. É fácil viver assim, de cópias, parasitando em blogs e websites e depois encher a boca de razão para dizer que eu não partilho minhas ideias. Se eu não quisesse partilhar nada, teria um blog? Colocaria minha cara a tapa cada vez que uma informação vai para o ar? Perderia meu tempo pesquisando, digitando, formatando e escolhendo imagens, para colocar um texto de qualidade para qualquer um que se acha um benfeitor para a comunidade apertar algumas teclas e copiar tudo? Não, com certeza não.

amo blogar
A demonstração acima é só para mostrar o risco que todo blogueiro corre com gente desse tipo usando a internet e se dizendo blogueiro e coisa e tal. Conheço e tenho contato com grandes blogueiros, grandes mesmo pela qualidade do que produzem e pela disposição em ajudar (veja alguns em Lido e Recomendado), mas espero manter distância de gente que parasita e suga informação dos outros e ainda reclama ao ver a fonte secar.

Portanto denuncie os plagiadores. Plágio é crime, não deixe ninguém passar por cima de seus direitos e de sua obra.

Até mais!

Sybylla

Fã do futuro e da ficção científica. Geógrafa, professora, blogueira, escritora de FC. Capitã da Frota Estelar. Esperando para voltar para o meu planeta. Leia mais.





Leia esses também...

0 comentários

Viajantes

Curta no Facebook

❤️


"A ficção científica é um substituto para todos os lugares que eu nunca vou alcançar nessa vida."

James W. Harris