Ficção científica obrigatória - cinema

sexta-feira, setembro 23, 2011

Já me perguntaram se eu poderia recomendar algum filme, alguma série, ou mesmo livros para quem quer se familiarizar com a ficção científica. Difícil dizer, pois meu gosto é um, o dos críticos de cinema é outro, das revistas, dos meus amigos são outros. Este é um gênero pouco compreendido pelo público em geral, pois ciência no Brasil parece coisa ou de nerd ou de "desocupado".


Resolvi preparar algumas listagens sobre o tema para tentar clarear as ideias de alguns que ainda tenham dúvidas. A primeira é sobre filmes que acredito que possam fazer a pessoa se interessar mais por FC sem se embananar muito ou complicar a cabeça. A segunda será sobre sobre livros, a terceira será sobre séries de televisão. Depois teremos uma de jogos clássicos e desenhos animados. Terão nomes muito conhecidos aí, mas com uma explicação ao lado, sempre. Lembrando que são opiniões minhas, não vai mudar a história da FC ou do cinema, são apenas indicações. A lista não está em ordem de preferência, fui lembrando e fui escrevendo. Clique nas imagens para ampliar. Vamos lá.




Jornada nas Estrelas, o Filme (1979)
- O mundo de Jornada nas Estrelas é utópico, um gênero comum da FC. Crime, pobreza, desigualdades sociais não existem neste universo. Muita presença alienígena.
Um estranho e gigantesco fenômeno alienígena se aproxima da Terra. Destroi tudo no seu caminho e nada parece impedi-lo. A Frota Estelar manda então a Enterprise, a lendária nave do capitão Kirk para enfrentar o fenômeno. Mas nada pode preparar sua tripulação para os eventos que se seguirão, pois um velho e esquecido conhecido dos humanos retorna para casa. Primeiro filme da lendária série de TV, não precisa ter assistido aos episódios para entender o enredo.

Arquivo X, o Filme (1998)
- A série de sucesso da televisão lida com os fenômenos sem explicação e com as abduções alienígenas. Conspirações governamentais e contatos com alienígenas também são muito comuns na FC.
Dois agentes do FBI vão para Dallas onde há a suspeita de uma bomba em um prédio federal. A partir daí, os agentes acreditam que tudo não passou de uma farsa do próprio governo para eliminar provas da presença de alienígenas em nosso planeta e de experiências com seres humanos. Primeiro filme da famosa série de FC, não é necessário ter assistido a todos os episódios para entender o enredo.

Matrix (1999)
- A realidade virtual não é ficção científica faz tempo, mas o modo como Matrix apresenta é muito interessante. Os universos distópicos são muito comuns na FC, mas não com o grau que este filme traz, inspirado na obra de William Gibson, Neuromancer, com uma mega inteligência artificial utilizando seres humanos como baterias.
Você saberia distinguir um mundo virtual do real? E se estivermos agora mesmo vivendo em um mundo virtual e não temos consciência nenhuma disso? Preferiria saber a verdade por trás da fantasia ou viveria a fantasia, cego ao que tem ao seu redor? Estes e outros questionamentos fazem deste filme um marco para a FC. Um mundo distópico, onde a raça humana se destruiu ao aperfeiçoar uma inteligência artificial.

Blade Runner (1982)
- O universo caótico do futuro, superpopuloso, sujo, controlado por mega corporações é bem o estilo cyberpunk. Androides em conflito com humanos e querendo ser humanos é muito interessante, uma crítica social ótima.
Os humanos se superam e criam um ser que é mais forte, mais inteligente e mais ágil que o ser humano. Conhecidos como replicantes, estes seres são utilizados na exploração espacial e na colonização humana. Porém, uma rebelião liderada por um deles em uma colônia os transforma em ilegais na Terra. É aí que entram os policiais de elite, com ordens de caçar e remover os androides. O clássico do gênero reinventou toda uma geração.

E.T., O Extraterrestre (1982)
- Alienígenas visitando a Terra é outro elemento comum em muitas obras de FC. O interessante aqui é a interação do menino com o ET e toda a mobilização do governo para estudar o visitante.
Um ser de outro planeta fica preso na Terra quando sua nave vai embora. Ele então busca refúgio e acaba na casa de um garoto que tenta manter sua presença em segredo com a ajuda dos irmãos, mas logo percebe-se que ele e a criatura possuem uma forte ligação. O filme que mais marcou minha infância, perdi a conta de quantas vezes assisti.

2001 Uma odisseia no espaço (1968)
- Um dos grandes clássicos do gênero, temos aqui vários itens comuns na FC. A inteligência artificial que entra em parafuso, a influência de alienígenas na evolução humana, viagens espaciais com alto grau de realismo. Um prato cheio para quem quer vários universos em um só. 
Baseado no livro de Arthur C. Clark, um dos maiores escritores de FC. Alienígenas interferiram na Terra na pré-história através de um misterioso monolito negro. Em 2001, uma equipe é enviada para investigar um misterioso monolito com a nave Discovery, pilotada pela inteligência artificial de HAL 9000, que elimina um a um seus tripulantes ao assumir o controle.

Laranja Mecânica (1971)
- O ambiente é uma Londres do futuro, mas o ponto forte do livro e do filme é a relação humana, a sociedade e sua falsa moral, os costumes e a tentativa de regeneração de seus párias. Ótima crítica social. 
Obra prima de Stanley Kubrick, uma Londres distópica do futuro, onde um jovem lidera uma gangue de delinqüentes, drogados, violentos e estupradores. Preso, ele é mandado para uma forçada reabilitação. Quando volta para a sociedade, regenerado na prisão, passa a sofrer com aqueles que antes eram suas vítimas. Uma visão caótica da sociedade, uma crítica bastante contundente do cenário que temos hoje.

Alien, O Oitavo Passageiro (1979)
- Com um estilo puxado para o cyberpunk, o filme é uma referência quando assunto é terror no espaço. Ambiente fechado, sem saídas, sem socorro, contra um alienígena diferente de tudo o que já fora imaginado antes. 
Uma criatura perigosa, sanguinária, que é gestada no interior de um ser humano aterroriza uma nave no espaço profundo que volta para a Terra e precisa parar em um planeta desconhecido para investigar um misterioso sinal alienígena. É um clima claustrofóbico e aterrorizante, pois não tem como escapar da criatura, não tem como pedir socorro estando tão longe de casa.

Contatos Imediatos de Terceiro Grau (1977)
- Outro filme do gênero das abduções alienígenas e influência do governo acobertando tudo, ele explora o contato com uma raça que vinha sequestrando pessoas há décadas e assim tentando estabelecer uma comunicação com eles. 
Diversas pessoas começam a ter mudanças de comportamento inexplicáveis e rumam em direção a um determinado local nos Estados Unidos onde uma operação militar secreta ocorre. Eles escondem o fato de que estão preparando toda a região para um encontro com alienígenas. Quem não se lembra daquela música que virou um símbolo para filmes dos gênero?

Distrito 9 (2009)
- Este é sem dúvida um dos melhores filmes de FC pelo modo como ele apresenta os aliens, que são as vítimas, vivem em favelas, sofrem preconceito. É um dos estilos de FC que despontam para as novas produções, pois tem uma crítica social muito contundente e real. 
Uma imensa nave alienígena paira sobre a cidade de Joanesburgo na África do Sul há 20 anos. Alienígenas aos milhares se veem presos na Terra, pois a nave está avariada e não pode ir a lugar algum. Eles então são confinados no Distrito 9, uma imensa favela com tráfico, prostituição e pobreza, onde os aliens são maltratados pelo governo. Uma ótima crítica social sobre o nosso tempo e como tratamos aqueles que são diferentes.

A Origem (2010)
- Um tipo de FC muito interessante. Entrar nos sonhos das pessoas, roubar segredos, plantar ideias. No filme a tecnologia que torna isso possível nem é tão importante, mas sim a construção do inconsciente e sua fragilidade. 
Como seria poder entrar nos sonhos das pessoas e poder roubar seus segredos e inclusive plantar ideias nele? Um ladrão de sonhos entra na mente de um poderoso empresário japonês em uma mal sucedida espionagem industrial. Perseguido pelos fantasmas da sua própria mente, ele precisa encontrar um jeito de voltar para casa e aceita um difícil trabalho: inserir uma ideia na mente de um rapaz multimilionário e assim trazer à ruína a empresa de seu pai. Um dos melhores filmes de FC já feitos.

Star Wars
- Os filmes que marcaram toda uma geração e que revolucionaram a indústria do cinema e da FC lidam com aspectos comuns na sociedade: autoritarismo, genocídio, vanguarda tecnológica, o bem contra o mal. Forte presença de alienígenas e tecnologia espacial ainda inalcançável.
Aqui temos um dilema. Os mais fundamentalistas, aqueles que repudiam os três novos filmes que explicam o que houve antes de Darth Vader ser Darth Vader e antes de existir o império galáctico, que repudiam qualquer crítica aos filmes, diriam para assistir os três originais, cujo primeiro foi lançado em 1977. Alguns se recusam a assistir as versões mais novas, remasterizadas com cenas modificadas e até a versão Blu-ray. Outros mais modernos dirão para assistir pela ordem cronológica, a partir do Episódio 1, A Ameaça Fantasma, para entender o cenário geral. Em minha humilde opinião, se você não liga para essa chatice, assista pela ordem cronológica que assim é mais fácil entender todo o ambiente. Em A Ameaça Fantasma (1999) conheça a origem humilde do temido Darth Vader. Em Uma Nova Esperança (1977) veja a luta de Luke Skywalker que se envolve numa guerra intergaláctica ao interceptar uma mensagem da princesa Leia à Obi Wan Kenobi.

Não custa nada repetir, esta listagem é pessoal. Você pode gostar de tudo, pode discordar de tudo, o que importa é que para gostar de ficção científica existem alguns filmes de referência. Para mim, acredito que estes mostram todas as vertentes do universo da FC, divertem e foram e são grandes sucessos até hoje.

Até mais!

Sybylla

Fã do futuro e da ficção científica. Geógrafa, professora, blogueira, escritora de FC. Capitã da Frota Estelar. Esperando para voltar para o meu planeta. Leia mais.





Leia esses também...

0 comentários

Viajantes

Curta no Facebook

❤️


"A ficção científica é um substituto para todos os lugares que eu nunca vou alcançar nessa vida."

James W. Harris