10 razões para não colonizar o espaço

quarta-feira, agosto 24, 2011

Semana passada saiu a postagem 10 razões para colonizar o espaço. Eu mostrei alguns simples motivos que levariam o homem à explorar e ocupar o espaço, transformando-o em sua residência, quem sabe definitiva em um futuro que ainda acho longe demais por diversas limitações que temos com relação a investimentos e tecnologia. Porém, nem tudo são flores. Existem também os motivos para não fazermos isso.





10. Prioridades - Existem muitos problemas na Terra precisando de urgente solução - pobreza, fome, genocídios - e ocupar e explorar o espaço parece supérfluo diante da magnitude dos desafios por aqui.


9. Resistência - O ser humano é resistente. Por mais que uma mega catástrofe natural ocorra, somos muitos, com saúde cada vez melhor e longevidade maior, portanto não vejo o nosso extermínio pelos próximos séculos que justifique nossa ocupação lá fora.


8. Robótica - Como o ser humano é muito curioso, ele gosta de explorar e desbravar novos lugares. Mas se podemos usar a tecnologia para realizar esta exploração, por que arriscar a mandar um ser humano, gastando combustível, suprimentos e ar se é possível enviar um robô ou uma nave não tripulada? Mais seguro, não?


7. Ausência de Terras - Se quisermos estabelecer residência no espaço, o ideal mesmo seria encontrar um planeta igual ou semelhante à Terra, com capacidade de manter a vida como conhecemos. Como nada disso ainda foi descoberto, fica complicado.


6. Alimentação - Manter alimentos no espaço será uma batalha complicada. Como criar gado, por exemplo? Teremos que depender de suprimentos da Terra por muito tempo até sermos autossuficientes, e isso limitará a população no espaço.


5. Conquista - Apesar de termos mapeado o planeta, chegado em lugares nunca antes visitados, a Terra é ainda um lugar grande, com locais que podem ser desenvolvidos e ocupados. Viver fora daqui será muito difícil.


4. Ciência e tecnologia - Não adianta apenas querer ir ao espaço. É preciso ter capacidade técnica e operacional para ir até lá. Nossa ciência é constantemente podada por cortes em orçamentos governamentais que serviriam para criar avanços nesta área.


3. Economia - Explorar o espaço é algo que necessita de muito dinheiro, cuja economia mundial pode não dispor. Nações como EUA que capitanearam as missões espaciais por muito tempo estão em crise e cancelando e/ou reduzindo seus programas espaciais. Seria preciso estimular e manter uma economia estável por muito tempo para gerar fundos suficientes para isso.


2. Custo - Colocar objetos e pessoas em órbita é um procedimento caro e complicado. Poucas nações têm essa capacidade técnica e científica. Crises na economia sempre podam os recursos das áreas de pesquisa e desenvolvimento.


1. Risco - O espaço é um ambiente hostil ao ser humano. Carregado de radiação, sem atmosfera, incapaz de sustentar vida. Muito diferente da nossa querida Terra, quente, aconchegante, com suprimentos. Vamos fazer o que lá fora?


E você, acha que vale à pena, que o espaço é a fronteira final?

Até mais!

Sybylla

Fã do futuro e da ficção científica. Geógrafa, professora, blogueira, escritora de FC. Capitã da Frota Estelar. Esperando para voltar para o meu planeta. Leia mais.





Leia esses também...

0 comentários

Viajantes

Curta no Facebook

❤️


"A ficção científica é um substituto para todos os lugares que eu nunca vou alcançar nessa vida."

James W. Harris