Os humanos estão chegando!

sexta-feira, maio 27, 2011

Se um portal de notícias alienígena visse nossas sondas, os aliens poderiam até ficar alarmados se fossem primitivos como nós, mas certamente poderiam ficar aliviados por não termos tecnologia para chegar até eles. A ideia da postagem é mostrar nossos principais objetos no espaço e a que distância eles estão. Que objetos são esses? São as sondas desbravadoras enviadas para inspecionar nossa vizinhança e que agora partem numa jornada que não sabemos exatamente para onde pode levá-las.



Nas imagens abaixo nós podemos ver a:

  • Voyager 1
  • Voyager 2
  • Pioner 10
  • Pioner 11
  • New Horizons

As imagens foram compostas pensando-se na posição relativa das sondas em comparação com a Voyager 1, que foi lançada primeiro. A primeira mostra a posição delas se olhássemos o horizonte do sistema solar.



E esta mostra a posição delas se olhássemos o sistema solar do topo. Lançada em 1977, a Voyager 1 está agora a 17,5 bilhões de quiômetros do nosso Sol, sendo portanto o objeto mais distante até o momento, viajando a 17km/s. A Pioner 10 encontra-se do lado oposto ao da Voayger 1, cerca de 15,5 bilhões de quilômetros de distância.

Muito além da órbita de Plutão estão a Voyager 2 e a Pioner 11, 14,2 bilhões e 12,4 bilhões de quilômetros respectivamente. A New Horizons, por sua vez ainda está pertinho, "apenas" 3 bilhões de quilômetros, prestes a chegar à Plutão. As duas sondas Voyager estão operacionais e dirigem-se agora à fronteira externa do Sistema Solar, cruzando a heliopausa e entrando em espaço interestelar.



Eu lembro que quando assisti ao filme da série Star Trek, o primeiro, fiquei muito impressionada com a história. A sonda Voyager volta para casa após uma jornada de centenas de anos e ela volta inteligente, potencializada por uma raça alienígena e retorna então ao criador, ou seja, volta à Terra, querendo terminar sua programação e entrar em contato com o criador. Como poderia uma máquina pensar em retornar ao lugar onde foi criada e assim terminar sua missão? Essa é uma característica tão humana, a sensação do dever cumprido. Será que mesmo com seu programa tão básico, ela teria captado esta característica tão fundamental da nossa sociedade? Difícil dizer... A menos que ela tenha ido ao futuro e voltado, tendo sido programada por nós mesmos, que lhe demos as condições de retorno.

Às vezes eu penso tudo o que elas verão nesta jornada que, acredito eu, ainda vai durar muitas décadas. Ela será interceptada, será destruída? Teremos condições de acompanhá-la? Tudo o que eu espero é que esta jornada seja longa e próspera.

Imagens - Farther Along / NASA, JPL-Caltech

Heliopausa - região ao redor do nosso Sistema Solar onde o vento solar é parado pelo meio interestelar, pois a pressão exercida pelo vento solar não é intensa o suficiente para repelir o vento interestelar. É geralmente considerada sua fronteira mais externa. Já o vento solar é a emissão contínua de partículas carregadas provenientes da coroa solar. Essas partículas podem ser elétrons e prótons, além de sub-partículas como os neutrinos. A coroa solar é o envoltório luminoso de plasma que envolve o Sol. (Wikipedia)

Sybylla

Fã do futuro e da ficção científica. Geógrafa, professora, blogueira, escritora de FC. Capitã da Frota Estelar. Esperando para voltar para o meu planeta. Leia mais.





Leia esses também...

0 comentários

ANTES DE COMENTAR:

Comentários anônimos, incompreensíveis ou com ofensas serão excluídos.
O mesmo vale para comentários:
- ofensivos e com ameaças;
- preconceituosos;
- misóginos;
- homo/lesbo/bi/transfóbicos;
- com palavrões e palavras de baixo calão;
- reaças.
A área de comentários não é a casa da mãe Joana, então tenha respeito, especialmente se for discordar do coleguinha. A autora não se responsabiliza por opiniões emitidas nos comentários. Essas opiniões não refletem necessariamente as da autoria do blog.

Viajantes

Curta no Facebook

❤️


"A ficção científica é um substituto para todos os lugares que eu nunca vou alcançar nessa vida."

James W. Harris