Em 5 bilhões de anos...

quarta-feira, maio 11, 2011

É uma quantidade muito grande anos. De fato, só podemos imaginar que o próprio planeta não exista mais e a raça humana tenha desaparecido muito antes disso. Em 5 bilhões de anos, os átomos que formavam o pó dos nossos ossos estarão em estrelas, planetas, ou em animais, ou numa árvore, ou quem sabe nos descendentes da raça humana. Não sabemos.



O que sabemos não é interessante para quem estiver aqui. O nosso amarelo e estável Sol esgotará seu combustível e então vai se transformar em uma estrela vermelha, inchada, fria, mas capaz de vaporizar toda a vida da Terra enquanto isso acontece, de derreter chumbo e transformar o agradável planeta que temos numa fornalha. E assim que terminar esta fase tempestuosa, ela vai diminuir, encolhendo cada vez mais, até ser uma anã branca, com brilho pálido e frio no horizonte, mergulhando a Terra numa noite quase eterna.

Evolução estelar

Em 5 bilhões de anos, nossa galáxia Via Láctea e a nossa vizinha Andrômeda, estarão em um processo avançado de fusão. Não sabemos o que resultará deste casamento, mas certamente encherá o céu de cores e estrelas, mudando a configuração de nossas constelações. Para o Sol moribundo e para a Terra, nada disso será saudável. Cálculos da fusão mostram que o Sol e todos os seus planetas podem ser atirados para fora do que virá a ser o novo núcleo da galáxia cerca de 100 mil anos-luz, quatro vezes mais do que a distância atual de 25 mil anos-luz.

NGC 2207 (esquerda) e IC 2163 em fusão, capturadas pelo Hubble.

Mas isso não vai durar muito. Conforme a expansão do universo continuar, o grupo local de galáxias gradualmente perderá seus membros. As estrelas que vemos hoje queimarão seu combustível e desaparecerão. Mas também lançarão sementes para novas estrelas e planetas. Se existirem astrônomos no futuro, eles terão um universo muito diferente do que temos hoje.

Composição panorâmica da Via Láctea em Tenerife.

Até mais!

Sybylla

Fã do futuro e da ficção científica. Geógrafa, professora, blogueira, escritora de FC. Capitã da Frota Estelar. Esperando para voltar para o meu planeta. Leia mais.





Leia esses também...

0 comentários

Viajantes

Curta no Facebook

❤️


"A ficção científica é um substituto para todos os lugares que eu nunca vou alcançar nessa vida."

James W. Harris